Naruto Shippuden Episódio 262

por Renato Sousa
Naruto Shippuden

War Begins

Como sugere o título, finalmente despoletou a ação na 4ª Grande Guerra. O choque aconteceu entre as Unidades de Comandos de ambos os lados, algo que para além de ser muito atípico numa Guerra, suscitou reencontros entre várias personagens. A isto sim, chama-se abrir as hostilidades em grande!

 

Galeria de Imagens: Naruto Shippuden Episódio 262

 

 

Ainda a ação não tinha começado e já Omoi estava a tentar adivinhar o que lhe poderia acontecer na guerra. O jovem ninja nunca se imaginou a participar num destes acontecimentos. A sua preocupação e pessimismo são evidentes, não só pelos seus pensamentos, mas também pela conversa que tem com o seu líder, Kankuro. Para além destes dois, também da Commando Unit das Forças Aliadas faz parte o nosso conhecido Sai. Como já se percebeu, esta é liderada pelo irmão mais velho de Gaara.

Esta e a cena seguinte, que retrata a retirada de algumas populações de certos territórios susceptíveis de se tornarem campos de batalha, dão no fundo a entender que Masashi Kishimoto não se esqueceu daquilo que se passa num acontecimento destes, para lá das reuniões entre aliados e dos combates entre adversários. Um pormenor importante!

Como devem estar recordados, no artigo referente ao episódio da semana passada afirmei que a perseguição de Deidara, Sasori e companhia à equipa de Anko Mitarashi não tinha tido desfecho. Pois bem, não tinha, mas tem agora. Ainda que com alguma dificuldade por serem vários os fugitivos, os ex-Akatsuki lá os conseguem capturar, para mais tarde os usarem como armadilha contra a equipa de Kankuro.

Antes de se dar este choque entre as duas equipas de comandos, podemos ver os Batalhões de Gaara e de Darui a movimentarem-se lado a lado durante uns segundos, para mais tarde tomarem direções distintas.

Voltando então ao que interessa, Sasori usa como marioneta um dos ninjas da Leaf que previamente tinha tentado escapar para chamar à atenção a equipa de Kankuro, dando assim oportunidade a Deidara de provocar uma enorme explosão junto dos seus adversários. Felizmente a Unidade de Comandos das Allied Shinobi Forces está bem apetrechada e a maioria escapa ilesa a este primeiro ataque.

No entanto, o inimigo não desiste e volta a apostar nas marionetas humanas previamente capturadas. Novamente sem efeito, o que obriga os verdadeiros guerreiros a mostrarem-se. Dá-se então o reencontro entre Kankuro e Sasori, e entre Sai e Shin, o tal elemento da Leaf que faz parte desta equipa escolhida a dedo por Kabuto. Como a produção nos faz questão de lembrar, este Shin é o ninja que sempre teve uma relação muito próxima com Sai, nos tempos em que ambos andavam na Fundação (Foundation). Aquele a quem Sai chamava de irmão.

Relativamente a Kankuro e Sasori, é precisamente com estes dois que o episódio termina, e de bela maneira! Depois de revermos alguns momentos do combate que se deu entre estes dois logo nos primeiros episódios de Naruto Shippuden, Kankuro afirma que estava desejoso por aquele momento e apresenta a sua nova marioneta. Ironicamente, esta é igualzinha a Sasori.

Fácil de adivinhar, e como nos confirma o preview, no próximo capítulo parece que Shin e Sai vão ser a dupla em destaque. Deveremos ficar a conhecer melhor o que houve entre estes dois no passado, para depois então partirmos para mais ação.

Quanto a este número 262, sem dúvida que foi bastante agradável de se ver, particularmente a segunda metade. Esta ficou marcada pelos confrontos entre as duas Unidades, que no presente é aquilo que todos querem ver, isto é, combates!

Numa altura destas não faltam personagens pouco conhecidas e que devem ter habilidades super interessantes para nos mostrar. Assim como outras que já conhecemos na história há muito tempo, mas que agora devem ter novos truques na manga. Tudo isto torna a série ainda mais interessante, e deixa-nos mais ansiosos por ver mais, o que é muito bom para ambas as partes.

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.