Onde e o Que comer no Japão – Guia do Gaijin Para o Japão

por Inês Marques
Guia do Gaijin Para o Japão

Se acham que a gastronomia japonesa se limita apenas a peixe cru, estão bem enganados! A cozinha nipónica é muito variada e cada região tem as suas especialidades, além de que a oferta também pode depender da altura do ano. Nesta parte do guia vamos dar-vos a conhecer algumas coisas que são um must para experimentar no Japão e onde as encontrar, especialmente para quem viaja com um orçamento limitado.

 

Onde e o Que comer no Japão – Guia do Gaijin Para o Japão

 

Convém avisar desde já que comer sushi no Japão pode não ser tão usual como à primeira vista parece. Serve-se geralmente em ocasiões especiais, pois é bastante dispendioso. Nas lojas de conveniência e supermercados pode encontrar-se esta iguaria a um preço simpático, mas claro que a qualidade não é tão boa como se fossem a um restaurante de sushi (ainda assim, o “não tão bom” japonês é bastante melhor que o “maravilhoso” que se encontra por estas bandas…). Então, se quiserem comer um verdadeiro e autêntico sushi no Japão, preparem-se para abrir, e bem, os cordões à bolsa, porque uma refeição num restaurante “classy” pode rondar os 30.000 ienes (€243, aproximadamente)!

 

Onde e o Que comer no Japão

Os restaurantes de sushi de tapete rolante são bastante populares no Japão e não só. Cada pessoa tira o prato da comida desejada quando este passa por ela, e no final paga-se o número de pratos consumidos.

 

Se enquanto estiverem no Japão apanharem algum matsuri, aproveitem bem as bancas de comida! É nestes festivais de rua que podemos encontrar algumas das comidas mais icónicas (e deliciosas!) que o Japão tem para oferecer. Yakisoba (massa soba com vegetais e frango), takoyaki (bolinhas de polvo), okonomiyaki (uma espécie de panqueca salgada com diversos ingredientes) e yakitori (espetadinhas de frango) são as mais famosas comidas de rua, às quais se podem juntar também choco-banana e chicken nanban (pequenos panados de frango com molho envinagrado – uma das muitas iguarias que Portugal levou para o Japão).

 

Onde e o Que comer no Japão

Num matsuri, cada barraquinha serve o seu tipo de comida.

 

Para comer massa udon, existem no Japão várias cadeias de restaurantes dedicados a este tipo de noodle a um preço bem acessível, como a Hanamaru Udon. Esta cadeia tem estabelecimentos espalhados por todo o país e é uma boa e barata opção, especialmente quando faz mais frio. Se preferem ramen, restaurantes deste não faltam também! Restaurantes tradicionais de ramen geralmente têm à entrada faixas com ラーメン (katakana para “ramen”) escrito. Se a massa não for a vossa cena e preferirem arroz, estes estabelecimentos também costumam ter chahan (o dito arroz “xau xau”) e também gyōza na sua oferta. Para um gyūdon (taça de arroz com carne de vaca), os restaurantes da cadeia Yoshinoya são o melhor sítio.

 

Onde e o Que comer no Japão

Os restaurantes de ramen (que não pertençam a grandes cadeias) são geralmente bastante pequenos e podem até passar despercebidos nas cidades!

 

Uma boa opção, se tiverem alguma confiança no vosso nível de japonês ou estiverem acompanhados de um nativo, também pode passar por ir a um restaurante familiar. Nestes locais podem encontrar uma grande variedade de pratos a um preço bastante razoável, além de que é sempre uma interessante experiência cultural e um desafio linguístico. Nestes restaurantes existem os chamados teishoku, ou set meals em inglês, que geralmente consistem num prato principal que é acompanhado de outras coisas, como sopa miso ou pickles, etc. O prato principal pode ser algum tipo de noodle, ou então pratos com base de arroz, tal como o katsudon (taça de arroz com panado de porco e ovo por cima) ou oyakodon (semelhante ao anterior, mas com frango). A tempura também costuma aparecer muito nos teishoku, assim como o karaage (panados de frango, mas diferentes do chicken nanban). Nestes restaurantes podemos encontrar também o omuraisu, a famosa omelete recheada com arroz e outras coisas que, para quem já viu o seu quê de anime, dispensa mais apresentações! Não sabem as coisas pelos nomes? Sem problema – nos restaurantes japoneses as ementas têm fotos ou mesmo modelos das comidas, e em locais com grande afluência de estrangeiros também têm versões do seu menu em inglês e noutras línguas. (Vejam o vídeo abaixo para mais detalhes sobre estes restaurantes!)

 

 

Falando em anime, que tal um caril japonês – karē raisu? Inspirado, claro está, na famosa iguaria indiana, o caril japonês é feito de carne de vaca ou frango, cenoura, cebola e batata envolvidos num molho de caril e servidos ao lado de arroz pegajoso. Para além desta variante mais básica de caril existem inúmeras outras, como o katsu karē, que é basicamente o mesmo mas acompanhado de um panado de porco. O caril japonês não tem necessariamente de ser picante: muitos estabelecimentos, como a cadeia CoCo Ichibanya, servem vários tipos de caril e com intensidade a gosto do cliente.

Caso não queiram sentar-se para comer e preferirem comprar algumas coisas feitas para ir comendo no caminho, as lojas de conveniência (konbini) estão lá para vos ajudar. Podem encontrar comidas já feitas e embaladas, que podem ou não aquecer nos microondas que geralmente estão nestas lojas para uso dos clientes, e também vos darão pauzinhos ou outro talher apropriado para o que estão a levar. Para além da maioria das comidas já mencionadas, também podem encontrar sandes variadas, como o famoso yakisoba pan, ou ainda nikuman (pãozinhos recheados com carne) ou vários tipos de onigiri.

 

Onde e o Que comer no Japão

Nos supermercados e konbini também podem encontrar bentō já embalados e prontos a comer!

 

Apesar de gostarem do Japão e da sua cultura, pode acontecer não gostarem da sua comida… No país do Sol Nascente é claro que podemos encontrar imensas cadeias de fast-food famosas em todo o lado, como o McDonald’s. Mas até aqui existem também opções mais “ajaponesadas”, como o teriyaki burger (hambúrguer com molho teriyaki) ou o ebi burger (hambúrguer de camarão), que vale a pena experimentar para quem é esquisito mas ainda assim quer aventurar-se um pouco. Outra cadeia de hambúrgueres muito famosa (e japonesa) é a Mos Burger, cuja qualidade é ligeiramente superior à do McDonald’s. Existe ainda outra cadeia de hambúrgueres nativa, a Lotteria, que apesar de não ser má ainda assim fica aquém das anteriores. Para sobremesa, podem ir a um Mister Donut e deliciarem-se com vários tipos de donuts, como os ponderingu.

 

Onde e o Que comer no Japão

Goste-se de doces ou não, a montra do Mister Donuts é de perder a cabeça…

 

Depois de tanta comida, precisamos de alguma coisa para beber para a empurrar! No Japão é imperativo beber o famoso matcha, ou chá verde em pó. Embora seja usado principalmente na cerimónia do chá, o matcha também é usado em várias sobremesas, incluindo o bolo castella. Este chá é bastante amargo e com um conteúdo de cafeína bem elevado, por isso cuidado ao bebê-lo! Existem outros tipos de chá verde, como o sencha (que é preparado com infusão em folha) ou o kukicha (infusão com as folhas e ramos). Outros chás populares no Japão são o mugicha (chá de cevada) e o kōcha (chá preto japonês).  Estes últimos encontram-se com muita facilidade em garrafa, pois são artigo sempre presente nas máquinas de venda automática, juntamente com água, sumos variados, chá de limão, chá com leite, entre outros. Nestas máquinas também existem várias versões de café, sobretudo em lata, mas que vêm frios. Más notícias para quem é café-ólico – no Japão o café puro (isto é, sem açúcar ou leite) é bastante mauzinho…

 

Onde e o Que comer no Japão

A “montra” de uma máquina de venda automática. Quando o botão da respectiva bebida tem uma faixa azul esta vem fresca, se for vermelha a bebida vem quente.

 

E claro que uma visita ao Japão não fica completa sem provar sake! Na verdade, a palavra sake (酒) é usada no Japão para nos referirmos a qualquer bebida alcoólica. Então, para se referir especificamente a esta bebida tradicional que provém da fermentação do arroz, usa-se o termo nihonshu (日本酒) no Japão. Existem variedades regionais desta famosa bebida alcoólica e, tal como o vinho por cá, existe do sake mais requintado para se usar em importantes cerimónias até ao menos sofisticado para uso nos cozinhados do lar. Pode beber-se sake nos Izakayae pode comprar-se quer nos supermercados como nas lojas de conveniência. Se quiserem ter garantias que levam algo de relativa boa qualidade para se consumir diretamente (e não levar sake “de mesa” por engano), nas grandes estações de comboio existem imensas lojas de recordações que vendem comidas e bebidas regionais, além de objectos e outros tipos de lembranças.

 

Onde e o Que comer no Japão

Em locais como os Izakaya, o sake é geralmente aquecido e servido em pequenas garrafas e copos de cerâmica.

 

Esperamos que tenham ficado com uma ideia geral de como se podem alimentar na vossa viagem e que estas dicas gastronómicas tenham aberto a vossa curiosidade e apetite! 🙂

 


Artigo anterior || Voltar ao Índice || Próximo artigo


2 comentários


Também deverás gostar de

2 comentários

Leandro Santos 26 Junho, 2017 - 16:01

Tanta coisa boa e tanto nome que uma pessoa fixa perdida. Hehe

Responder
Inês Marques 26 Junho, 2017 - 18:55

Hahaha e não fica por aqui! A gastronomia japonesa é muito variada e com influências de todo o lado. Acho que nem a internet inteira seria suficiente para mostrar a totalidade das delícias nipónicas! 😉

Responder

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.