One Piece: Pirate Warriors 4 – Análise

por Roberto Filho

Olá a todos! Espero que estejam bem em momentos tão difíceis como os que estamos a viver. Hoje trago-vos a minha análise de One Piece: Pirate Warriors 4! Eu estava muito animado com este jogo, pois sou fã de todas as franquias envolvidas, Warriors (Dynasty Warriors, Samurai Warriors), One Piece e principalmente Pirate Warriors! Então sem mais demoras, vamos ao que interessa!

 

One Piece: Pirate Warriors 4 - Análise

Luffy Gear Forth

 

One Piece: Pirate Warriors 4 – Análise

Antes de entrar no jogo propriamente dito preciso falar um pouco sobre a franquia Warriors.

Criado pela Koei, o estilo Musou não é muito conhecido, mas vem a ganhar vários jogos e reconhecimento! O primeiro jogo do género foi Dynasty Warriors que adaptava o “Conto dos Três Reinos”, época da formação da China. Depois veio Samurai Warriors, que com a mesma ideia tratava da época feudal japonesa.

Com o tempo muitas outras franquias acabaram por ter jogos no estilo musou, Zelda com Hyrule Warrios, Berserk com Berserk and the Band of the Hawk, Arslan Senki com Arslan: the warriors of legend.

 

One Piece: Pirate Warriors 4 - Análise

Primeira Missão de Alabasta

 

O estilo musou resume-se num misto de hack’n’slash com batalhas de arena. No jogo nós temos vários capítulos, cada capítulo ocorre num mapa limitado, nele temos uma movimentação hack’n’slash e milhões de inimigos. Sim, MILHÕES! Em cada capítulo temos diversas missões, às vezes começa como “liberte Luffy”, mas uma vez que fazemos isto a missão muda para “vença Crocodille”. Tudo é resolvido no soco, conforme vamos limpando o mapa nosso contador de KO sobe, sempre com o intuito de ficar com mais de 1000 KOs.

 

One Piece: Pirate Warriors 4 - Análise

Explanação da missão

 

Enredo

Pirate Warriors tem a difícil tarefa de escolher quais os arcos de One Piece serão adaptados. Seria praticamente impossível adaptar One Piece por completo, seriam muitos capítulos, muitos personagens para desenvolver e o jogo ficaria deveras comprido. Desta forma a equipa de produção escolhe alguns arcos, que ao meu ver foram bem escolhidos. Apesar de eu sentir falta de algumas coisas.

Os arcos escolhidos foram: Alabasta, Enies Lobby, Marineford, Dressrosa, Whole Cake Island e Wano. Toda a história de East Blue foi apresentada por uma cinematic muito acelerada, assim como o arco de Skypedia, que mal é citado! No arco de Dressrosa alguns personagens foram simplesmente ignorados. O arco de Wano é original do jogo, pois este arco ainda não acabou no manga e no anime, achei ele um tanto quanto fraco, mas para finalizar o jogo valeu a pena. Falarei mais no final, na parte de Spoiler.

 

One Piece: Pirate Warriors 4 - Análise

Arco de Alabasta

 

Mecânicas

Já expliquei por cima como funciona o jogo e, de facto todo o musou é meio igual, o gameplay base é sempre a mesma coisa, o que torna todos os jogos da franquia um tanto quanto repetitivos. Mesmo assim, sempre há mecânicas novas e diferentes que diferenciam um jogo do outro, e normalmente é na parte de progressão de personagem! Aqui em Pirate Warrios 4 nós ganhamos medalhas, de diversos tipos, e elas são a chave para evoluirmos os personagens.

 

One Piece: Pirate Warriors 4 - Análise

Tripulação Chapéu de Palha com Ace

 

A evolução dos personagens ocorre com base em um “mapa de evolução”. Todos os personagens compartilham o primeiro mapa, isto é bom, por que ao completá-lo nós temos todos os personagens do jogo em um certo nível! Este mapa tem várias ilhas e cada uma delas representa algo, força, vitalidade, defesa, energia entre outras coisas. Cada personagem tem mais duas ilhas, estas próprias de cada um. São nestas ilhas próprias que iremos liberar as técnicas de cada personagem.

Para liberar mais ilhas precisamos das medalhas. Há vários tipos e várias raridades, quanto mais rara a medalha maior será a evolução comprada. Outra coisa que é necessária para a evolução são as belly, o dinheiro do jogo, a cada missão feita recebemos uma quantidade de belly devido à nossa performance. Na minha jogatina consegui liberar todas as ilhas do segundo mapa do Luffy, pouco mais de metade das ilhas do Zoro e do Sanji, e quase metade dos outros. Caso queiras liberar tudo de todos irás precisar de investir um bom tempo no jogo!

 

One Piece: Pirate Warriors 4 - Análise

Mapa de Evolução inicial

 

Defeitos e detalhes

Quanto à banda sonora, não há muito o que ser dito. Ela é boa, diverte bem e fica na cabeça, mas não é algo extremamente memorável, também não me trouxe à memória partes do anime, como Dragon Ball Kakarot fez. Para mim ela fica como uma eficiente, porém normal, banda sonora.

Algumas coisinhas incomodaram-me no jogo, vou falar delas sem me delongar muito.

Localização, o jogo estava totalmente localizado em PT-BR nos seus menus e legendas, e isso é muito bom, porém muitas vezes (principalmente nas cinematics), a legenda ficava em espanhol. Esse é um erro que incomoda, mas não atrapalha a experiência geral do jogo. Acredito que a maior parte destas legendas já foi concertada em atualizações, mas vale deixar mencionado o facto.

 

Legenda em Espanhol com o jogo em Português

 

Inteligência artificial, houveram algumas vezes que os personagens controlados por IA não cooperaram comigo. Uma delas vale ser ressaltada, era uma missão do arco Whole Cake Island, estávamos a fujir e o Jimbei ficou correndo na direção de um prédio, ele simplesmente não saia de lá. A missão era “levar todos para o porto”, se fosse feito de forma rápida eu teria terminado a missão com bônus de fuga e receberia rank S em tempo. Porém, como ele ficou preso, precisei voltar, destruir o prédio, e foi uma sorte minha poder destruí-lo, e enfrentar um boss que eu poderia não ter enfrentado.

 

Resultado do Mossão

 

As melhores partes

Tirando estes pequenos defeitos, ao meu ver, o jogo está incrível! E está na hora de falar de tudo que gostei. Quero começar com a história, apesar de eu ter sentido falta de algumas coisas, os momentos que foram escolhidos para serem adaptados são ótimos! Perdoem-me aqueles que ainda não conhecem a história de One Piece, mas vou jogar alguns spoilers aqui.

 

Princesa Vivi

 

Emocionei-me novamente com a despedida da Vivi, com o funeral do Going Mary, com a briga com o Usopp, com a decisão da Robin, com a morte de Ace e com a discussão com o Sanji. O jogo trouxe-nos novamente aquilo que sentimos na primeira vez, aqueles momentos que fazem de One Piece o que ele é, estão todos aqui. Claro, para isso quem for jogar já tem que conhecer a história, para quem nunca viu nada de One Piece e vai jogar o jogo, não terá o mesmo impacto.

 

Sanji no Arco Whole Cake Island

 

Último detalhe que quero falar, os personagens. Não são muitos, há jogos da franquia Warrios com muitos mais personagens. Alguns personagens, como o Koby, aparecem no jogo, lutamos contra, mas não podemos jogar com ele. Há outros que, por o jogo não adaptar o arco, não estão aqui, mas eu gostaria de tê-los: Hachi, Arlong, Enel, entre outros. Mesmo com esta pequena falta, os personagens que temos à disposição foram muito bem trabalhados, desde o modelo deles, que está muito bonito, até as técnicas.

 

Julgamento final

One Piece: Pirate Warriors 4 é um ótimo jogo, mas para um público seleto de pessoas. Para gostar do jogo e se envolver com ele é necessário ou amar a franquia One Piece, ou ser fã dos jogos estilo musou. Se forem dos dois, como eu, terão uma ótima experiência! Para aqueles que não conhecem One Piece, a história parecerá superficial e, para aqueles que não conhecem, ou não gostam de musou, o jogo será repetitivo e cansativo.

 

Sim Luffy! Você será!!!

 

Como sempre quero saber de vocês! Quem já jogou, o que achou do jogo? E quem quer jogar, o que esperas?? Não deixem de seguir o ptAnime em todas as redes sociais!! A seguir vem a parte com Spoiler do Arco de Wano.

 

O Arco de Wano

Com uma história totalmente original do jogo o arco de Wano acabou por ser a grande decepção do jogo, um arco rápido que só estava lá para justificar a aparição de Kaido. Na história do jogo Luffy é capturado por Kaido, o que atrai a atenção de todo o mundo, fazendo com que Big Mom, a Marinha, os piratas do Barba Negra e a Grande Tribulação dos Chapéu de Palha se envolvessem numa grande batalha final. A missão é ótima e o momento final épico mas, historicamente falando, é a parte mais fraca do jogo.

 

Arco de Wano

 

Kaido

 

Algumas imagens do jogo.

 

Gameplay com Zoro

Luffy em Gear Second

Gameplay com Sanji

Luta com Kaido

Luffy contra Doflamingo

Big Mom

Gameplay com Barba Branca

 

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.