One Piece World Seeker revela novo Trailer

por João Simões
One Piece World Seeker - Novas Imagens e Mecânicas de Jogo | One Piece World Seeker recebe Primeiro Vídeo Gameplay

Foi revelado que três fortíssimas personagens do anime estarão presentes, como antagonistas, no mais recente jogo da franquia de One Piece!

Poderão contar com Kuzan, Sakazuki e com Crocodile como adversários do mundo de One Piece: World Seeker, jogo que está a ser produzido pela Bandai Namco Entertainment e pela Ganbarion.

Conforme o nosso herói Monkey D. Luffy avança pelas terras de Jail Island, terá que batalhar, de novo, contra estes três complexos personagens.

 

One Piece World Seeker revela novo Trailer

One Piece World Seeker revela novo Trailer

 

Sinopse

One Piece: World Seeker exibe uma história única onde Luffy e os restantes mugiwara exploram uma ilha designada por Jail Island. Noutros tempos era conhecida como ‘Jewel Island’, devido aos valiosos minerais que fornecia, mas agora encontra-se sobre vigia pesada por parte do Governo Mundial.

A história desenvolve-se numa narrativa paralela à que decorre no manga, mas muitos dos acontecimentos que existem no trabalho original estão aqui presentes, como por exemplo algo tão importante quanto o facto de Ace ter morrido pelas mãos de Sakazuki.

 

Por enquanto, o Luffy é o único personagem jogável confirmado. Podem confirmar estas e outras informações no novo trailer que se encontra abaixo:

 

 

Embora o jogo tenha apenas lançamento para a PlayStation 4 no Japão, este terá lançamento para a PlayStation 4, Xbox One, e PC (via Steam) nas Américas e Europa.

Sem data específica definida, a Bandai Namco Entertainment informou apenas que o jogo será lançado em 2018.

 


One Piece World Seeker – Novas Imagens e Mecânicas de Jogo

One Piece World Seeker – Vídeo revela Behind-the-Scenes

One Piece World Seeker recebe Primeiro Vídeo Gameplay


 

Fonte: Anime Games Online

 

0 comentário


Loading...

Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.