Ping Pong The Animation | Análise

por João Simões
Anime Ping Pong The Animation

Em praticamente todas as temporadas, surge pelo menos uma obra com foco principal no desporto (seja ele qual for). A temporada da primavera de 2014, parece ter sido uma das temporadas mais irreverentes neste aspeto, tendo em conta as produções dos últimos tempos.

Não só surgiram quatro obras ligadas ao desporto, como na sua maioria saíram obras peculiares e com qualidade. Ping Pong the Animation foi produzida pela Tatsunoko Productions e pela Aniplex. Esta animação, é uma adaptação da célebre manga com mesmo nome. Foi publicada durante um ano (1996 – 1997), e foi criada por Taiyou Matsumoto (Tekkon Kinkreet, Takemitsu Zamurai).

 

Anime Ping Pong The Animation

Ping Pong The Animation – Opening

 

Ping Pong The Animation | A História

Makoto Tsukimoto e Yutaka Hoshino são dois grandes amigos de infância que desde cedo partilharam a mesma paixão e talento pelo Ping Pong. Embora possuam personalidades completamente opostas, o fato de terem crescido e evoluído juntos, fez com que mantivessem sempre uma ligação muito forte. Jogaram sempre pelo amor ao desporto e não por competitividade, no entanto chegou a um certo ponto que foram convidados para jogar no campeonato profissional.

 

Anime Ping Pong The Animation

Yutaka Hoshino – História

 

Ping Pong The Animation | Enredo

Não! A história não é focada em Ping Pong, e também não serve apenas para os apaixonados pelo desporto. Esta obra vai muito mais além, conseguindo ainda assim aprofundá-lo e usá-lo de forma brilhante.

Com apenas 11 episódios, o enredo da obra leva um passo de desenvolvimento sempre pacífico, com poucas quebras ou avanços temporais para acelerar o processo. Toda a obra é um puzzle magnífico que se vai desvendando episódio a episódio com a velocidade necessária, e quando chegamos ao fim, conseguimos compreender o todo de uma forma maravilhosa, deixando-nos uma sensação de satisfação enorme.

 

Anime Ping Pong The Animation

Peco & Smile

 

Se começaram a ver pelo Ping Pong, então assistam à obra, os jogos são brutalmente detalhados onde tudo é analisado ao mais ínfimo pormenor. Jogadas, ataques, contra-ataques, nomes técnicos, ritmos, estratégias, tudo isto e muito mais está presente ao longo dos frenéticos encontros de Ping Pong que a obra nos dá o prazer de presenciar.

No caso de terem começado a assistir e não serem fãs do desporto em si, fiquem na mesma. Este não é mais um anime de desporto com centenas de episódios, cujo o enredo se desenrola a partir dos pés de um único protagonista de cabeça vazia, que por acaso tem um talento único para o jogo em questão. Ping Pong The Animation não contém centenas de episódios, mas em apenas 11 consegue fazer o que a maioria dos seus similares não conseguiu atingir. Podem contar com vários protagonistas, camadas e camadas de um aprofundado e interessante desenvolvimento de personagens, em que cada uma tem direito ao seu tempo de antena, bem como a um fim completo e adequado.

 

Anime Ping Pong The Animation

Peco

 

Reafirmando um pouco (com mais força), aquilo que já tentei dizer ao longo da análise, Ping Pong The Animation aborda tudo e mais alguma coisa, mas com certeza que não é o desporto. É uma história sobre o crescimento e maturação de cada personagem como indivíduo, as diferentes razões que os motivam a jogar, sobre relações e as consequências que estas podem ter sobre as personagens e vice-versa. O Ping Pong entra na narrativa, como forma de entretenimento para o espetador e como uma extensão metafórica de tudo o que cada personagem simboliza.

 

Ping Pong The Animation | Ambiente

Todo visual é logo à partida um aspeto que irá afastar ou atrair determinados públicos. O desenho é muito característico e peculiar, o que irá afastar os mais desatentos e cativar os que se interessam por tipos de arte diferentes e mais complexos. Foge completamente à corrente mainstream que cada vez é mais visível, onde por vezes nem se consegue destingir umas obras das outras. Todo o desenho transmite uma essência daquilo que a arte em anime devia ser, mas será apenas mais um barco que rema sozinho contra uma corrente que se torna cada vez mais forte. Este é um dos pontos mais fortes da obra, na medida em que a arte original foi completamente transposta para o ecrã. É certo que por vezes são visíveis certas desproporcionalidades e incoerências, que mostram algum desleixo em determinados frames.

 

Anime Ping Pong The Animation

Ping Pong – Manga

 

Anime Ping Pong The Animation

Ping Pong The Animation – Desenho

 

A animação é forte em todos os elementos que a constituem, mas existem pelo menos dois elementos que merecem um maior destaque. Primeiro a qualidade, fluída e muito bem mecanizada. E depois, segue-se a realidade da estruturação de todos os pormenores técnicos que se sobressaem durante os jogos. Os movimentos e toda a ciência da “causa-consequência”, estão criados com um rigor impressionante, que tirando uma ou outra vez, nos faz esquecer que estamos a ver uma animação, mas sim um jogador real. Ocasionalmente, tal como no desenho, irão visualizar segmentos que nos fazem lembrar as clássicas animações dos “Flip-Books”, e ainda assim, nestes momentos persiste em manter a consistência, acabando por encaixar que nem uma luva na essência de toda a arte.

 

Ping Pong The Animation

 

Por fim, e o ponto mais forte de todo o ambiente: a composição visual! Ping Pong The Animation foi criado, tendo sempre em conta a composição da obra original, bem como o seu formato. Ao logo do anime, vamos tendo várias sequências com uma estruturação semelhante à de uma página de manga. Isto, acrescenta um enorme valor não só à obra em si, mas também mostra uma excelente adaptação, o que nas obras mais recentes é cada vez mais raro.

 

Anime Ping Pong The Animation

Peco vs Smile

 

A banda sonora, o som e as vozes estão todas sincronizadas, suaves e com a qualidade no ponto certo!

 

Ping Pong The Animation | Juízo Final

Podem existir muitas razões pelas quais conseguirão afirmar que não vale a pena assistir a esta obra, no entanto, dizer “é só mais um anime de desporto” não serve de desculpa de maneira alguma! A narrativa leva-nos a viajar com as personagens, os seus medos, sonhos, limites e consciências. Um enredo forte e coeso que vos irá prender intelectualmente e envolver emocionalmente com tudo o que o constrói.

O visual é um pack de maravilhas que nos transportam para as animações antigas e trabalhadas de forma crua no 2D. Isto aliado ao brilhante guião dá génese a uma obra que nos suga e quando nos liberta, por fim, deixa imensas saudades.

Concluindo, Ping Pong The Animation é uma recomendação máxima a qualquer público que tenha um interesse elevado por Anime!

 

 

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.