Pókemon Let’s Go! Eevee – Análise

por Xpop
Pókemon Let's Go! Eevee – Análise

Título: Pokémon Let’s Go, Eevee!

Developer: Game Freak

Distribuidora: Nintendo / The Pokémon Company

Plataforma: Nintendo Switch

Data de Lançamento: 16 novembro 2018

Gênero: RPG

 

Quando a Nintendo Switch foi lançada para o mercado em 2017, uma das maiores questões que existiam na altura era se iríamos ter um novo jogo de Pokémon para a consola.

A Game Freak respondeu positivamente e a comunidade aguardou ansiosamente por notícias, até que finalmente saiu um trailer do novo jogo de Pokémon. Mas aquilo que foi revelado não foi exatamente o que os jogadores estavam à espera.

Invés de termos a tão aguardada nova geração de Pokémons, tivemos algo que não queríamos, mas que ao mesmo tempo levantou algum interesse nos jogadores sob a forma de Pokémon Let’s Go! Pikachu e Let’s Go! Eevee.

Com o lançamento de Pokémon Sword e Shield previsto para o fim do ano, muitos dos novos jogadores vão querer experimentar um jogo que os introduza ao mundo de Pocket Monsters, mas será Let’s Go! um bom jogo para iniciantes e para os fãs da franquia? Ou apenas um mero cash-in para uma geração que só consegue viver de reboots?

Aqui fica a análise de Pokémon Let’s Go! Eevee.

 

Pókemon Let’s Go! Eevee – Análise

Pókemon Let's Go! Eevee – Análise

Anunciado no verão de 2018, Pokémon Let’s Go! Eevee é um jogo RPG que mistura os elementos de Pokémon Yellow, Pokémon GO e Pokémon Sun & Moon numa espécie de remake da 1° geração para aqueles que nunca experienciaram uma das maiores franquias da Nintendo.

Apesar de não fazer parte da série principal, Pokémon Let’s Go! consegue distinguir-se de todos os outros jogos da franquia através de novas mecânicas e ideias interessantes, que poderiam ser implementadas em futuros jogos como iremos ver nesta análise.

 

Um mundo bonito e nostálgico

Quando embarcamos no mundo de Pokémon, um dos detalhes que reparamos na franquia é o seu vasto mundo aberto com diferentes tipos de habitats e Pokémons, mas que em termos gráficos esteve sempre limitado devido à sua plataforma.

Foi então que Let’s Go! Eevee finalmente quebrou essa barreira ao apresentar gráficos em 3D sem pixéis e ambientes mais vivos e realistas, sem sofrer com problemas de resolução da plataforma.

Mas o ambiente do jogo não é vivo só porque tem gráficos bonitos, mas também porque este é interativo com os Pókemons a andarem livremente pelo mapa, dando uma sensação de realismo ao jogador.

 

Pókemon Let's Go! Eevee – Análise

 

O sentimento de nostalgia também está presente, visto que a região em que Let’s Go! Eevee ocorre é Kanto e é incrível como fica bonita a região com estes gráficos, especialmente porque foi a região do primeiro jogo de Pókemon.

 

Jogabilidade mal desenvolvida

Let’s Go! Eevee teve algumas mudanças drásticas a nível de jogabilidade, quando comparado aos seus antecessores, ao substituírem o combate entre Pokémons selvagens com um sistema de captura semelhante ao de Pokémon GO.

A ideia em si parece boa visto que um dos elementos principais da franquia é colecionar todos os tipos de Pokémons e provocar um ataque cardíaco à PETA. Contudo, a execução teve várias falhas que podem levar a uma experiência relativamente desagradável.

Uma das falhas que notei foi, principalmente, a probabilidade de captura de Pokémons, a qual vai desde o ridiculamente fácil até ao estupidamente difícil. A meu ver, esta falha acaba por matar o pacing do jogo por ser imprevisível, especialmente, quando comparada com os jogos anteriores.

Poderíamos eventualmente desculpar esta lacuna se pelo menos a jogabilidade fosse boa, mas até nessa parte existem tropeções não muito animadores mediante o formato em que estamos a jogar.

 

Pókemon Let's Go! Eevee – Análise

 

No modo portátil, a jogabilidade assemelha-se ao de uma câmara fotográfica, na qual disparamos uma pokébola na direção do animal. Este sistema parece muito bom porque a sua simplicidade e diversão faz com que não seja cansativo de se jogar.

Invés disso, quando estamos em modo fixo, a jogabilidade muda para que nós apontemos o comando para o ecrã e realizemos um movimento de atirar uma pokébola na direção do bicho, fazendo uma figura de retardado em público.

Isto poderia ser uma mecânica que encaixaria perfeitamente no tema do jogo, mas a maneira como foi implementada falhou em todos os níveis pelo simples facto de que ao mínimo desvio da posição do comando, a pokébola era lançada numa direção que não queríamos.

Estas falhas são algo que podem levar as pessoas a desistirem de jogar Let’s Go! Eevee devido a um acumular de frustração e aborrecimento, mas isso não significa que os desenvolvedores não tenham tido boas ideias.

 

Um parceiro de confiança

Uma das melhores partes de Pokémon Yellow era as interações que tínhamos com o nosso parceiro no jogo. Apesar de serem interações mínimas, estas acabavam por dar uma personalidade e diversão ao jogo.

O mesmo acontece em Let’s Go! Eevee, no qual foram também implementadas essas mecânicas para incentivar o jogador a desenvolver a sua amizade com o parceiro, através de um sistema em que podemos fazer festinhas e alimentá-lo com bagas.

 

Pókemon Let's Go! Eevee – Análise

 

Parece ser uma mecânica inútil, mas tal e qual como acontece na vida real, quanto mais respeitamos o nosso parceiro, mais ele será fiel a nós. Quanto mais interagimos com o nosso parceiro, maior é a probabilidade de evitar e sobreviver a ataques e de remover status.

Esta mecânica traz uma maior profundidade e realismo ao jogo, porque temos de nos preocupar com o nosso parceiro e ele irá recompensar-nos por gostarmos dele.

 

Veredito

Uma das impressões que tive enquanto jogava Let’s Go! Eevee foi que os desenvolvedores decidiram testar muitas ideias novas e, apesar de algumas terem sido recebidas de braços abertos, outras não tiveram assim tanta sorte.

No fundo, podemos dizer que este jogo foi tanto uma experiência como um método para atrair os jogadores de Pokémon GO para o mundo de Pokémon. É possível divertimo-nos a jogar este jogo, mas no fim do dia é só mais um jogo de Pokémon.

 

 

E tu que achaste de Pokémon Let’s Go!? Diz-nos nos comentários!

 


Pokémon – Artigos Relacionados


 

0 comentário

Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.