Recorde de Bilheteira na Coreia do Sul em 2019

por Cátia Coelho

No ano de 2019, a Coreia do Sul registou um recorde de 220 milhões de pessoas que visitaram os cinemas do país. Para além disso, houve também um recorde de um total de 5 filmes que receberam mais de 10 milhões de espetadores cada um.

 

Recorde de Bilheteira na Coreia do Sul em 2019

parasite lançamento 30 de maio cinema coreano poster

 

De acordo com o Korean Film Council, a indústria de cinema sul-coreana em 2019 recebeu um total de 226.68 milhões de espetadores, um aumento de 4,8 por cento em relação ao ano passado e o maior na história do cinema coreano. A receita combinada da indústria cinemática chegou aos 1.9 biliões de won (cerca de 1.4 mil milhões de euros) em 2019, sendo um aumento de 5.5 por cento no ano e o maior já registado.

Por trás do aumento do fluxo, houve também um recorde onde cinco títulos, liderados pela longa-metragem coreana de comédia, “Extreme Job”, superaram a marca de 10 milhões de espetadores, segundo o mesmo relatório. Tendo vendido 16.28 milhões de bilhetes, “Extreme Job” foi o título mais visualizado na Coreia do Sul em 2019, seguido pela obra norte-americana “Avengers: Endgame” com 13.93 milhões de vendas. “Frozen 2” da Walt Disney conseguiu 13.37 milhões, “Aladdin” 12.55 milhões e, por fim, o filme nacional vencedor de 4 Óscares em 2020, “Parasite”, vendeu 10.09 milhões de bilhetes.

 

New York Asian Film Festival Winter Showcase 2020 extreme job 2019 coreia do sul filme

 

Os filmes coreanos contaram em 51 por cento na venda de bilhetes no ano passado, que, combinados, obtiveram a receita recorde de 970.8 mil milhões de won (cerca de 718 milhões de euros). A Coreia do Sul também manteve a sua posição número 1, em termos de número médio de visitas anuais às salas de cinema. A média sul-coreana assistiu a 4,37 filmes nos cinemas em 2019, o número mais alto em todo o mundo, seguido pela Islândia que ficou na segunda posição com 4,32 filmes.

Os ganhos médios dos 45 filmes coreanos comerciais lançados em 2019 passaram do “vermelho” em 2018 para o “verde”, apenas devido ao extremo sucesso do filme “Extreme Job”. A taxa média dos ganhos dos 45 filmes coreanos lançados ficou nos 5.9 por cento, uma recuperação dos -4.8 por cento de 2018. Contudo, excluindo o forte desempenho de “Extreme Job”, a média das restantes 44 obras ficou-se pelos -8.1 por cento, segundo o relatório.

Os filmes indie e de arte coreanos, no entanto, tiveram um mau ano em 2019, atraindo 8,1 milhões de espetadores, uma queda de 5,6 por cento em relação ao ano anterior. Os filmes independentes e de arte representaram apenas 3,6 por cento do total de espetadores no ano passado, o valor mais baixo em cinco anos.

 

>> Para mais Artigos sobre Cinema Coreano, cliquem AQUI!

 


Artigos Relacionados

Cinema Coreano – Ciclo de Filmes em Lisboa | Março 2020

Fantasporto 2020 Vencedores no Cinema Asiático


 

Fonte: The Korea Times

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.