Revista Banzai | Primeiras Impressões

por Renato Sousa
Revista Banzai | Ncreatures
O nosso visitante Cláudio Fernandes, um dos vencedores do nosso concurso de Natal de 2011, deixou há uns tempos a sugestão à equipa do ptAnime de fazer a análise à revista BANZAI. Como todas as outras sugestões dos nossos leitores, esta ficou registada e mais tarde tornou-se exequível. Hoje é…

Revista Banzai

Capa - 7.2
The Mighty Gang - 6.7
Kuroneko - 6.3
Potencial - 6.9

6.8

Bom

Uma excelente iniciativa tendo em conta a escassez deste tipo de entretenimento de origem portuguesa.

Preço demasiado alto para os conteúdos apresentados.

Avaliação dos Leitores do ptAnime: Sê o primeiro!
7

O nosso visitante Cláudio Fernandes, um dos vencedores do nosso concurso de Natal de 2011, deixou há uns tempos a sugestão à equipa do ptAnime de fazer a análise à revista BANZAI. Como todas as outras sugestões dos nossos leitores, esta ficou registada e mais tarde tornou-se exequível.

Hoje é o dia em que dou então início à rubrica “Revista BANZAI”, onde vou partilhar as minhas primeiras impressões sobre esta revista, essencialmente com base na edição número 0 (zero).

 

Revista Banzai | A Estrutura

A BANZAI nº0 apresenta-se em formato A4, mas é uma excepção. A revista nº1 já se encontra nos estúdios do ptAnime e essa tem um formato A5, que deverá permanecer nas próximas edições. O conteúdo é apresentado a preto e branco como é típico nas mangas e a capa a cores.

 

Revista Banzai | O Conteúdo

Em relação a este aspecto, podemos contar assiduamente com a manga “The Mighty Gang” da autoria de Joana Rosa Fernandes e “Kuroneko” de Cristina Dias. Estas são supostamente as únicas histórias garantidas em todas as revistas. O restante conteúdo que surgir é indefinido e pode ser considerado como bónus.

 

Revista Banzai | The Mighty Gang

Revista Banzai | Primeiras Impressões

The Mighty Gang | Missão 01: O início

Joana Mubarak, Andre Kersey e Sara Yamamoto encontram-se por acaso em França, vindo a descobrir mais tarde que todos têm o mesmo destino, Inglaterra.

Esta pequena introdução da manga relata na perfeição o que se passa na edição nº0 da BANZAI. O primeiro capítulo termina precisamente aqui, no conhecimento do objetivo em comum. Nada mais se sabe sobre a história, a não ser a parte que diz que nenhum deles é considerado normal, ou seja, ainda estão por ser reveladas as características especiais de cada um.

Para isso e muito mais teremos mesmo que ler a edição número 1 da BANZAI. O formato desta série é o ocidental, o que significa que ao contrário das mangas que estamos habituados a ler, a revista é desfolhada como um livro normal. De destacar ainda os desenhos que estão de facto bastante bons.

 

Revista Banzai | Kuroneko

Revista Banzai | Primeiras Impressões

Esta obra de Cristina Dias é sobre as aventuras de um gato negro, Kuroneko, e de uma ovelha com dentes afiados, Hitsuji, que estão constantemente a pregar partidas um ao outro a ver quem leva a melhor.

Num estilo diferente da manga em geral e onde as falas estão incutidas nos desenhos, esta parece ser uma história que nos irá proporcionar algumas gargalhadas. Pelo menos foi o que esta primeira parte deu a entender. Esperemos que continue assim ou, se possível, que melhore.

 

Revista Banzai | Primeiras Impressões

Depois de um passar de olhos por todos estes parâmetros da revista, e já que me coube a mim fazer estas primeiras impressões, tenho a dizer o seguinte:

A BANZAI é sem dúvida uma revista que há muito fazia falta no nosso país. Esta vai certamente ajudar a que o gosto pela Manga e quem sabe pelo Anime cresça por cá. Perante estas afirmações, e em nome de toda a equipa do ptAnime, os nossos parabéns à editora NCreatures, às autoras e restantes elementos envolvidos neste projeto.

A meu ver, o único aspeto negativo é mesmo o preço extremamente elevado para o conteúdo que a revista disponibiliza. No inicio não tinha bem essa noção, mas depois de receber as revistas saltou-me logo à vista. 5,50€ por cerca de 100 páginas A5 é muito dinheiro, independentemente do valor do conteúdo. Por uma Manga de One Piece ou Naruto por exemplo, que traz 200 páginas, pagamos o mesmo lá fora.

A nível interno posso referir a revista de jogos Bgamer que custa 5€, traz mais conteúdo, é em formato A4 e ainda traz grátis um jogo de computador que hoje em dia não são baratos.

Penso que este factor deve ser rapidamente considerado pela editora. Uma descida de preço algo significativa ou um alargamento considerável do conteúdo presente na revista será importante para que a BANZAI tenha um maior crescimento e assim não se perca esta iniciativa que para nós, fãs deste tipo de entretenimento, é muito importante.

 

Já adquiriram as primeiras edições da BANZAI? Estão a pensar fazê-lo?

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.