Sailor Moon – Editor fala sobre o Manga e seu Anime

por Pedro Costa
Sailor Moon - Editor fala sobre o Manga e seu Anime

Fumio “Osabu” Osano, o editor de Sailor Moon, revelou em entrevista à Comic Natalie que o lado do manga não trabalhou em proximidade com a equipa de produção do anime, devido à adaptação ter tido “luz verde” cedo na tiragem do manga. Devido à falta de tempo antes do início da transmissão do anime, o lado do manga pediu apenas que o anime não ultrapassasse o manga. Então, o plano original para os primeiros 20 episódios do anime foi para estes apresentarem Usagi Tsukinho a ter aventuras sozinha.

 

Sailor Moon – Editor fala sobre o Manga e seu Anime:

Sailor Moon - Editor fala sobre o Manga e seu o Anime

 

Para o manga, tínhamos um esboço geral para o enredo preparado com um ano de antecedência. Os storyboards para os primeiros episódios do anime são baseados em equiços de Takeuchi-sensei, então o anime incorpora muito bem a história e sentimento do manga. Também, no manga, cada capítulo introduz uma nova membro da equipa: Ami aparece no capítulo 2, enquanto que Rei aparece no capítulo 3. Para o anime, foi originalmente decidido fazer com que Usagi tivesse aventuras sozinha durante cerca de 20 episódios e depois disso encontrar-se com Ami.

Fumio Osano

 

Contudo, Osano prosseguiu dizendo que as coisas não correram bem como foi planeado.

A Toei solicitou que eles mostrassem Ami e Rei no opening, a fim de aumentar  a popularidade… Então quando o primeiro episódio saiu, haviam rumores de que mais raparigas iriam aparecer. Tanto a Toei como a estação televisiva decidiram que eles não tinham outra escolha que não alterar os planos para satisfazer os espectadores, então Ami aparece no episódio 8, enquanto que Rei aparece no episódio 10. Antes que nos apercebêssemos, o anime havia alcançado o manga.

Fumio Osano

 

Naoko Takeuchi lançou a série manga original na revista mensal shoujo, Nakayoshi, em 1991. A série anime, produzida pela Toei Animation, iniciou transmissão no Japão em 1992.

 

 

Outra surpreendente revelação é que o anime foi inicialmente considerado mal sucedido devido ao facto de não estar a vender muitos brinquedos, o que podia ter ameaçado a continuidade do manga.

O manga foi um sucesso desde o começo da sua serialização. A primeira impressão do volume #1 foram 500,000 cópias, e antes que nos tivéssemos apercebido, tínhamos impresso mais de um milhão de cópias. Havia-se tornado um fenómeno social, então não havia maneira nenhuma de o irmos terminar. Mas o anime não estava a vender muitos brinquedos, inicialmente. Naquela altura, anime que não parecessem capazes de vender brinquedos eram usualmente cancelados e se isso tivesse acontecido, o manga poderia ter que ser concluído também.

Fumio Osano

 

Sailor Moon - Manga recebe Lançamento Mundial Digital

 

Adicionalmente, Osano clarificou na entrevista que a razão pelo qual o manga demorou tanto tempo a ter um lançamento digital no Japão, se deveu a ele quererem a alinhá-la com o lançamento internacional, o qual está agendado para ser publicado em 10 idiomas a partir de 1 de julho. Osano tem estado a trabalho num lançamento digital do manga desde 2013, quando um set completo foi lançado no Japão.

 

O resto da entrevista, discute as memórias de Osano relativamente ao manga, durante a sua serialização. Osano concluiu a entrevista ao dizer que, à luz das notícias de que o filme Bishōjo Senshi Sailor Moon Eternal (Pretty Guardians Sailor Moon Eternal The MOVIE) está agendado para 2020, a franquia vai receber “mais desenvolvimentos” no futuro.

 

 


Já conheces a nossa loja!? Não? Olha que tem artigos de Sailor Moon!

Clica na imagem abaixo para ver mais. 🙂

Para mais informações podes contactar-nos através do Facebook da Loja ptAnime ou via mail através geral@loja-ptanime.com!


 

Artigos Relacionados:

 

Fonte: Anime News Network

 

Comentários via Facebook
0 comentário

Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.