SAO Alternative Gun Gale Online Anime – Data de Estreia

por João Simões
SAO Alternative Gun Gale Online Anime - Novo Poster e Estúdio

O website oficial para a adaptação anime de Sword Art Online Alternative Gun Gale Online, série novel de Keiichi Sigsawa, revelou que a série tem data de estreia marcada para 7 de abril, na temporada da primavera de 2018.

Adicionalmente, o website revelou que o Studio 3Hz (Flip Flappers, Princess Principal) vai animar a adaptação.

 

SAO Alternative Gun Gale Online Anime – Data de Estreia

SAO Alternative Gun Gale Online Anime - Data de Estreia

 

Tomori Kusunoki vai interpretar Llenn, e Yōko Hikasa vai protagonizar a série como Pitohui. Kazuyuki Okitsu vai interpretar M, e Chinatsu Akasaki vai interpretar Fukaziroh.

Llenn vai, também, ser uma personagem jogável no antecipado videojogo, Sword Art Online: Fatal Bullet.

 

Sinopse:

A história segue Karen Kohiruimaki, uma estudante universitária de 183 centímetros de altura, que se sente insegura com isso, e é má a lidar com pessoas no mundo real. Ela entra no mundo de Gun Gale Online com o seu avatar, Llenn, que tem menos de 150 centímetros de altura e usa e veste-se totalmente de cor-de-rosa. Ela conhece uma bela jogadora de tez castanha, que usa o nome Pitohui. Elas dão-se bem imediatamente, mas um dia Pitohui pressiona-a a participar na “Squad Jam”, uma Battle Royale de equipas, que é uma variação do torneio Bullet of Bullets.

 

Sigsawa-sensei (Kino’s Journey) lançou a série novel em 2014, e a Kadokawa publicou o sexto volume (imagem abaixo) a 10 de março 2017.

 

Sword Art Online Alternative Gun Gale Online anuncia Anime

 

O artista Tadadi Tamori lançou uma adaptação manga em 2015, e a Kadokawa vai publicar o segundo volume a 10 de novembro.

A Yen Press licenciou o manga, e vai lançar o primeiro volume a 17 de novembro.

 

>Para mais informações sobre Sword Art Online: Sword Art Online

 

Fonte: Anime News Network

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.