Será a Hype à Volta de Tower of God Merecida?

por Arthifis
Tower of God Análise

De todos os Animes que se estrearam na temporada de primavera de 2020, Tower of God (Kami no Tou) é sem sombra de dúvidas o que teve maior popularidade. Toda a gente anda a shipar o Yoru (a.k.a. Baam) e o Khun e é impossível não ter já lido um comentário online a falar mal sobre a Rachel. Na minha opinião, todos os episódios foram divertidos e gostei bastante da primeira temporada. Mas, será que Tower of God merece tamanha popularidade?

 

Sinopse

Tower of God BaamxRachel

 

Tower of God acontece num mundo onde as pessoas lutam até à morte para subir uma torre onde no topo recebem o direito de pedir um desejo. Baam – a personagem principal – é um rapaz que vive dentro de uma caverna (ou algo semelhante) completamente sozinho. Um dia, uma rapariga aparece e torna-se a sua única amiga.

No entanto, depois de passarem algum tempo juntos, Rachel vai embora para poder subir a torre e ver o seu desejo tornar-se realidade. Baam não quer ficar sozinho novamente e tenta segui-la. Devido à sua força de vontade gigante, a torre acaba por deixá-lo entrar (mesmo sendo um irregular) e, agora, tem de fazer o seu melhor para subir a torre e encontrar Rachel.

 

Uma Vibe HunterxHunter

Tower of God Baam

 

Se viste HunterxHunter então percebes o que quero dizer. Tower of God faz-me lembrar a primeira arc de HunterxHunter devido à natureza da torre onde as pessoas têm de ultrapassar vários testes mortíferos. Visto que esta arc de HunterxHunter foi a minha parte favorita do Anime, é fácil de adivinhar que adorei o pace de Tower of God.

Mais ainda, o Anime também tem algum mistério visto que temos pouca informação como a torre funciona. Como vivemos a história através dos olhos da de Baam vamos aprendendo mais sobre a torre quando as coisas vão sendo ensinadas à personagem principal. Eu não li a fonte, portanto não sei se a manga teve uma introdução diferente. De qualquer das formas, daquilo que li online, parece que houve muita informação que não foi incluída em prol de chegarmos aos momentos de ação mais rapidamente. Honestamente, penso que foi uma decisão propositada e estou ok em relação a isso. Desta forma, temos sempre algum mistério que nos puxa a ver o próximo episódio. Todos queremos entender como esta sociedade um pouco estranha funciona, certo?

Temos também de considerar que estes 13 episódios são só a primeira temporada de Tower of God. Isto é, tudo o que não foi explicado até agora, será explicado no futuro. Dito isto, existem algumas coisas que poderiam ter sido mais bem conseguidas.

 

Rachel é Uma Confusão

Tower of God Rachel

 

Na minha opinião, a principal razão pela qual toda a gente anda a chamar nomes à Rachel na internet é devido à sua personagem ter sido mal escrita. Não sei como é na manga, mas no Anime a Rachel é a vilã só porque sim. Para além do seu desejo de querer ser uma estrela, não existe outra razão pela qual se comporta de uma forma tão vil. Sim, claro, ela quer subir a torre a qualquer custo e pode ter ficado maluca no processo. Mas, a personagem em si tem pouco desenvolvimento ao longo do Anime. Desde início que ela parece estar ok em magoar Baam para poder subir a torre e não existe de fato uma explicação satisfatória do porquê.

Isto faz com que a personagem não faça muito sentido. Existem várias obras onde os maus da fita se tornam em bons depois de terem alguém a dar-lhes valor – Naruto é um bom exemplo. No entanto, Rachel funciona de uma forma completamente contrária. Mesmo com Baam sendo a primeira (e única) pessoa a dar-lhe o valor que ela quer ter, continua disposta a magoá-lo. Para mim, isto é má construção de personagem. Mais do que os heróis, os vilões precisão de ter uma boa explicação dos motivos que os levam a serem maus.

Para mim, é aqui onde Tower of God é mais fraco. Tudo o resto é bastante bom. Mesmo que a evolução de história esteja a ser mais ou menos lenta, é algo que faz sentido para um Anime que quase de certeza irá ter várias temporadas.

 

Tudo o Resto É Bom

Tower of God Khun e Rak

 

Não sou adivinho, portanto não sei o que irá acontecer nas próximas temporadas. Mas, para uma temporada de introdução, Tower of God é excelente. Conseguimos ficar com uma boa ideia de todas as personagens e a história parece promissora. Mais ainda, o véu ainda não foi completamente levantado visto que a torre em si ainda não foi 100% explicada. Por exemplo: de onde vem Baam? Sabemos que é de fora da torre, mas de onde mais concretamente? Onde é que toda a gente que faz parte da torre (os regulares) vive?

A animação é excelente também. Embora não siga os padrões do Anime de hoje em dia, mantém-se linda no seu geral e suave nas cenas de ação. Os companheiros de Baam – Khun e Rak – também são excelentes adições. O primeiro faz-me lembrar o Killua do HunterxHunter (que adoro) e o Rak é uma das personagens mais engraçadas que vi até hoje. Por outro lado, Baam ainda é bastante meh, mas penso que isso irá mudar na próxima temporada.

Resumindo, sim, penso que Tower of God merece toda a atenção que está a ter. Não acho que seja o melhor Anime de aventura de todo o sempre, mas para a temporada de primavera, é um Anime que se destaca. Se gostas deste género de Anime, então recomendo vivamente!

E tu? Já viste Tower of God? O que achaste? Diz-me tudo nos comentários! 😊

 

 


Artigo original do meu blog pessoal – AnimeShelter

2 comentários


Também deverás gostar de

2 comentários

LEANDRO SANTOS 10 Julho, 2020 - 23:19

já eu tenho duvidas sobre se merece toda a sua atenção.
sim, o anime é bom, mas para já não acho que seja assim tão bom. o ritmo começou mal, muito apressado e explicando pouco. mas aos poucos foi melhorando e agora está no ritmo certo, dando espaço para respirar.

as personagens são várias a e variadas e as mais importantes já tiveram o seu espaço para se desenvolverem, claro que a Rachel estraga tudo isto, como dizes, ela é má quase só porque sim, tem pouco sal e os seus motivos são fracos e/ou pouco explorados.
o mistério e a mitologia são muito interessantes, e apesar de eu gostar e de querer ver mistério, acho que nos podia e devia ter sido dada um pouco mais de informação.

a arte, primeiro estranha-se e depois percebemos o quão boa é, mas admito que não seja ao agrado de todos.

Responder
Arthifis 11 Julho, 2020 - 16:02

Concordo contigo Leandro. De facto se o Anime fosse só esta temporada seria péssimo. Mas como vão sair novas temporadas penso que a história poderá dar a volta – a Rachel por exemplo terá espaço para mais atenção e melhor esclarecimento. Se pensarmos em outros Shounen como Naruto, Bleach e etc. só pela a primeira temporada também seria a mesma coisa 😛

Responder

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.