Chihayafuru | Episódio 25 [Final]

por Renato Sousa
Chihayafuru - Chihaya Ayase

Moonlight, Clear and Bright

Como seria de esperar, a primeira parte deste episódio foi dedicada ao duelo final entre Suo Hisashi e Keichi Takemura. Um embate que levou os vários membros dos Mizusawa e até Arata a tirarem ilações sobre o seu estilo de jogo no Karuta. Já a parte final foi uma antevisão de algumas das peripécias que uma segunda temporada nos poderá trazer.

 

Galeria de Imagens: Chihayafuru | Episódio 25 [Final]

[pp_gallery gallery_id=”25541″ width=”230″ height=”150″]

 

O inicio deste último episódio veio confirmar aquilo que já tinha sido perceptível no anterior, isto é, que Suo Hisashi estava a um nível totalmente diferente do seu adversário. De maneira que este não foi o grande destaque desta cena.

Na verdade, o mais importante foram as ilações que os nossos amigos conseguiram tirar da forma de jogar de Hisashi. Ilações e motivações diga-se! Principalmente para os rapazes é desmotivador verem o atual Master a jogar com uma qualidade muito acima da média. A principal vantagem deste jovem é a sua sensação auditiva, aspeto que não pode ser trabalho uma vez que já nasce com a pessoa.

Terminado o embate e passada a cerimónia da entrega dos prémios a Wakamiya Shinobu e a Suo Hisashi, começam então a vir ao de cima as grandes conclusões dos nossos heróis.

Primeiro por Tsutomu. O rapaz, que como já sabemos estuda muito bem os seus dados estatísticos e dos seus adversários, revela a Chihaya que esta consegue identificar 20 cartas ouvindo apenas a primeira sílaba. Um facto que por si só é extraordinário. Se 20 (vinte!) já é um número muito acima do normal, então o que dizer de Suo que consegue identificar 28?

Depois por Taichi. Após o jogo terminar e os seus companheiros de equipa abandonarem a sua casa, o jovem liga a Arata. Os dois conversam um pouco e Mashima ganha nova motivação no Karuta. Arata diz-lhe que há outras maneiras de ter sucesso no Karuta para além da boa sensação auditiva. Uma delas é mesmo a velocidade do braço que ataca as cartas. Se for extremamente rápido é bem possível que consiga anular o dom auditivo com que o adversário nasceu. Ainda no que diz respeito à relação entre estes dois, depois de tanto tempo sem falarem, uma amizade ainda mais forte do que a de outrora está a crescer.

Em terceiro podemos incluir o próprio Arata Wataya. Para além da conversa que teve com Taichi onde foi mais professor do que aprendiz, o adolescente tem a visita de alguém que lhe vai ser muito útil. Falo nada mais nada menos do que o seu amigo Murao. Arata procurava jogar com alguém ao seu nível para subir de rendimento e a ajuda até lhe veio ter a casa.

Continuando a avançar no episódio, uma outra cena em destaque é a que nos mostra a reunião entre Chihaya e Tsutomu. Depois deste ter revelado à rapariga a potencialidade das suas capacidades, os dois encontram-se para perceberem melhor aquela questão. Tsutomu explica então mais detalhadamente a Chihaya as suas conclusões, o que leva Ayase a sentir uma enorme onda de gratidão para com ele. Na altura desprevenida, a talentosa jogadora de Karuta até só entrega dois rebuçados ao amigo, mas promete recompensá-lo mais tarde por toda a ajuda.

A partir daqui, Chihaya vai começar a estudar melhor os poemas em que tem mais facilidade para os aperfeiçoar. Numa dessas situações nem se vai aperceber que tem Kanade ao seu lado. Esta está lá não só para desfrutar dos versos que Ayase está a ler, mas também para confessar que o seu sonho dali em diante é ser uma leitora de cartas de Karuta profissional. A meu ver esta revelação era previsível dado o gosto particular que Kanade tem pelo Karuta. Mais do que jogar, sempre ficou claro que a jovem adorava os poemas e os seus significados, para além dos trajes relacionados com esta modalidade que eram confecionados pela mãe.

Ao entrarmos na reta final, assistimos a mais uma reunião dos Mizusawa na sede do clube. Kanade está já a praticar a sua leitura de poemas ao mesmo tempo que Mashima treina o seu novo modelo de jogo. Num outro lugar da mesma escola está se a realizar uma reunião entre a diretora, Mrs. Miyauchi, e aqueles que podemos assumir como sendo os membros do conselho escolar. Neste encontro fica decidido que se no ano letivo seguinte os Mizusawa não conseguirem recrutar mais 5 membros perdem o seu espaço para um outro clube. Um desafio que será interessante de acompanhar caso haja uma segunda temporada de Chihayafuru. As falas da diretora da escola nesta reunião mostram claramente que se rendeu ao Karuta. Como as coisas mudam!

A série termina então da forma que começou, isto é, com Chihaya a afixar cartazes de recrutamento para o clube de Karuta num placard da escola. Uma maneira bastante curiosa de terminar uma série, que deixa as portas abertas a uma segunda temporada. Só tenho mesmo pena que Nishida tenha passado completamente ao lado neste derradeiro episódio. Foi a cereja no topo do bolo que faltou.

Ao longo de todas estas semanas, Chihayafuru apresentou sempre episódios de altíssima qualidade, com vários momentos para recordar. Houve diversão, emoção, suspense, enfim, um pouco de tudo como as minhas análises semanais o comprovam. Foi também muito bom conhecer as personalidades das várias personagens, a par dos seus desenvolvimentos no Karuta.

Espero sinceramente que venha uma continuação deste anime. No fundo, este último capítulo abre portas a isso, mas para já não há boatos e muito menos garantias de que isso vá acontecer.

Em breve, o ptAnime irá lançar uma análise final a esta série que foi, sem dúvida alguma, a surpresa mais agradável da passada temporada de Outono. Fiquem atentos!

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.