SEVENTEEN atingem 2º lugar na Tabela Semanal de Álbuns da Oricon com “An Ode”

por Baltas
SEVENTEEN atingem 2º lugar na Tabela Semanal de Álbuns da Oricon com "An Ode"

O novo álbum coreano dos SEVENTEEN entrou em segundo lugar na tabela semanal de álbuns da Oricon!

 

SEVENTEEN atingem 2º lugar na Tabela Semanal de Álbuns da Oricon com “An Ode”

SEVENTEEN atingem 2º lugar na Tabela Semanal de Álbuns da Oricon com "An Ode"

 

O grupo lançou o seu terceiro álbum completoAn Ode” a 16 de setembro de 2019, com a faixa principalFear“.

No maior website de estatísticas musicais do Japão, Oricon, “An Ode” ficou em segundo lugar na tabela semanal de álbuns, na tabela combinada semanal e na tabela semanal de álbuns digitais. O álbum também é o número 1 na tabela semanal de álbuns no estrangeiro.

 

SEVENTEEN atingem 2º lugar na Tabela Semanal de Álbuns da Oricon com "An Ode"

 

O álbum também foi um sucesso na Coreia e em todo o mundo, deste modo os SEVENTEEN tornaram-se o terceiro artista coreano a registar mais de 700.000 vendas na primeira semana no Hanteo.

Os SEVENTEEN fizeram a sua estreia oficial no Japão em maio de 2018 e ficaram em primeiro lugar na tabela de álbuns da Oricon no final do ano (para álbuns que não foram distribuídos por uma grande gravadora no Japão). Eles lançaram o seu primeiro single japonêsHappy Ending” em junho deste ano (2019) e registaram mais de 250.000 vendas na primeira semana. O novo álbum “An Ode” inclui uma versão coreana de “Happy Ending”.

 


Clica aqui para saberes todas as Novidades sobre os SEVENTEEN!


 

>> Para mais notícias sobre K-pop, clica AQUI!

 

Para conheceres todos os Comebacks de Setembro 2019, clica AQUI <<

 


Artigos relacionados

SEVENTEEN – 3º Grupo a ultrapassar 700.000 vendas de álbum na Primeira Semana

SEVENTEEN batem Próprio Recorde de Vendas de Álbuns com “An Ode”

SEVENTEEN no topo da tabela iTunes K-Pop com “An Ode”


 

Fonte: Soompi

 

0 comentário


Loading...

Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.