Shingeki Kyojin Chuugakkou | Primeiras Impressões

por Nayuki
Shingeki Kyojin Chuugakkou

Título: Attack on Titan: Junior High (Shingeki! Kyojin Chuugakkou)
Adaptação: Manga spin-off da história original.
Produtora: Production I.G
Géneros: Shounen, Escolar, Comédia, Paródia

 

Shingeki Kyojin Chuugakkou| Opening

“Seishun wa Hanabi no You ni” – Linked Horizon

https://www.youtube.com/watch?v=WMfcN80BriY

 

Shingeki Kyojin Chuugakkou | Enredo

Com estreia no dia 4 de Outubro, Attack on Titan: Junior High foi um dos animes com que a temporada de outono nos presenteou. A boa notícia para os fãs é que Shingeki voltou! Porém, em vez de uma segunda temporada, foi-nos apresentados um spin-off da série original, baseado num manga de comédia que se dá pelo mesmo nome.

Junior High reintegra as personagens já nossas conhecidas num contexto escolar. Apesar disto aparentemente ser fácil, a chegada à Titan High School vê-se envolta em alguns percalços. Logo no início do primeiro episódio, o anime mostra-nos que nem no caminho para a escola a tranquilidade está assegurada, sendo que desde o começo, Eren e Mikasa estão envoltos em peripécias com a participação imediata de outras personagens. Quando finalmente se conseguem instalar na pacata escola, os titãs aparecem! Sim, porque aparentemente os titãs também têm aulas num edifício gigante situado mesmo ao lado do local de ensino dos nossos pequenos heróis.

Nesse momento, espantem-se, o Eren parte para cima deles equipado com uma fiel vassoura e um leal apanhador jurando exterminar todos os titãs.

 

Shingeki Kyojin Chuugakkou

 

Um ponto digno de destaque, é que os titãs já não são monstruosidades que se alimentam de humanos. São apenas valentões esfomeados do ensino secundário, que esmagam paredes e roubam o almoço a pessoas de tamanho normal. Na verdade, eles comem as merendas e os seus respetivos donos, depois cospem os pobres humanos inteiros de volta.

Sei que parece ridículo, no entanto o que os produtores fizeram neste anime, foi tirar partido de cenas com uma enorme carga emocional, como a morte da mãe do Eren, e em vez de uma decapitação sangrenta, o titã simplesmente rouba um x-burger – alcunha dada posteriormente a Eren.

 

Shingeki Kyojin Chuugakkou

 

A genialidade de Junior High está mesmo nisso. Apesar das proporções infantis, as personagens são as mesmas. A Mikasa ainda é desesperadamente obcecada pelo Eren (neste spin-off ela chega a parecer uma creepy yandere), Sasha ainda come este mundo e os restantes planetas do sistema solar, Levi permanece frio e maniacamente preocupado com as limpezas. É incrível como apesar do traço e do plano de fundo terem mudado, as coisas não estão tão diferentes assim.

Contudo, no primeiro episódio nem todas as personagens são apresentadas, sendo uma delas o Armin. Tendo em conta o que vimos no segundo capítulo, ele aparenta ser uma das personagens que mais vai garantir o humor no anime, foi uma má jogada dos produtores. Além disso, o Armin tem também muito material para ser caracterizado neste formato. Outra coisa muito importante: neste anime o Eren sorri! JURO! Mais do que uma vez por episódio! Não é incrível?!

 

Shingeki Kyojin Chuugakkou

 

Shingeki Kyojin Chuugakkou | Ambiente

Neste spin-off a Wit Studio ficou fora da corrida. Quem se mantém atento a produtoras, sabe que graficamente, eles são merecedores de muitos elogios e realmente, a qualidade da arte de Shingeki no Kyojin é inquestionável. Porém, a Production I.G participou no desenvolvimento de animes como Kuroko no Basket, Psycho Pass ou ainda FLCL, então não se pode afirmar que o anime estivesse em mãos erradas.

O trabalho foi levado a cabo eficientemente. Como já mencionei, visualmente as personagens foram bem conseguidas. Foram capazes de pegar nas características mais relevantes de cada um e colocá-las em evidência.

 

Shingeki Kyojin Chuugakkou

 

A versão chibi das personagens é fofa demais, são tão adoráveis que dá vontade de os adotar a todos. Outro pormenor que me agradou, foi o facto de os produtores terem mantido as vozes originais e não terem optado por “infantilizar” também as mesmas. Tal fenómeno resultou num balanço saudável nas personagens.

Estamos também na presença de uma mudança um quanto dramática de cenário. Shingeki tinha como panorama cidades com um toque “medieval”, enquanto aqui, os personagens moram em casas normais, sendo o ambiente apresentado numa cidade típica de Slice of Life.

 

Shingeki Kyojin Chuugakkou

 

A banda sonora do anime original foi reutilizada para este spin-off. Temos perceção disso logo da abertura. “Guren no Yumiya” era a opening original da autoria de Linked Horizon. Em Junior High, os mesmos produziram o tema principal chamado “Seishun wa Hanabi no You ni”, que é basicamente uma recriação da primeira. Mesmo durante as pseudo-lutas, o ambiente criado é idêntico, fazendo com que, friso novamente, o anime não fique tão imaturo.

 

Shingeki Kyojin Chuugakkou

 

Shingeki Kyojin Chuugakkou | Potencial

O anime é inegavelmente hilário e o seu propósito é mesmo esse. Para todos que afirmam com convicção que “foi feito apenas para vender”, eu respondo: tudo é feito para vender, independentemente de isso vos agradar ou não, é uma indústria que está aqui em questão. Attack on Titan teve um sucesso demolidor em muito pouco tempo, seria de esperar que se produzissem spin-offs, especiais, ovas e o que mais lhes fosse possível.

Isso é saturar a série? Não, é tirar proveito de algo rentável. Chatear-me-ia se o conteúdo extraído da história original, fosse mal feito e executado às três pancadas. Neste spin-off em concreto, o serviço foi impecável. Junior High é uma paródia, não pode nem deve ser avaliado como um complemento para o manga original.

Eu sei que a espera pela segunda temporada está a ser longa e a meu ver, este anime foi uma estratégia de marketing para não nos esquecermos de Shingeki, foi no fundo, uma maneira de marcar presença. Porém, o conteúdo que a Production I.G nos forneceu tem qualidade! Não é sensato classificar o anime com uma nota inferior, só porque não é a continuação da série. Este tem de ser avaliado pelo que é, e como comédia/paródia é brilhante! O anime só vai assegurar as gargalhadas daqueles que viram Attack on Titan. Sem se conhecer as personagens ou os contextos originais, High Junior não será prazeroso de assistir.

Por agora, é provavelmente, um dos melhores animes de uma temporada, que a meu ver, está abaixo da média. Se a ideia não vos agrada, não assistam o anime. Esperem por abril do próximo ano e sejam felizes a ver outra coisa qualquer. Contudo, se quiserem passar uns vinte minutos por semana de maneira divertida, recomendo-o imenso.

 

Shingeki Kyojin Chuugakkou | Trailer

https://www.youtube.com/watch?v=hzz5R4h_YL8

 

 

2 comentários


Loading...

Também deverás gostar de

2 comentários

Leandro Santos 14 Outubro, 2015 - 16:38

um conceito feito só para espremer mais algum lucro ás custas da série mãe..

com tanta coisa boa para ver e com tão pouco tempo, vou deixar passar isto

Responder
João Simões 15 Outubro, 2015 - 23:18

É um género de animação e abordagem muito específica, não é mesmo para todos, mesmo que sejas fã da obra mãe

Responder

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.