Attack on Titan 2 – Primeiras Impressões

por Renato Sousa
Attack on Titan 2 - Primeiras Impressões
Há precisamente quatro anos atrás, estreava no mundo do Anime a adaptação da manga “Shingeki no Kyojin”, da autoria de Hajime Isayama. Também conhecida pelo nome “Attack on Titan”, a obra era desconhecida pela maior parte do público e a ansiedade pela sua estreia era extremamente reduzida. Acontece que com…

Attack on Titan 2

Enredo - 8.8
Personagens - 8.8
Produção Visual - 9.4
Banda Sonora - 7

8.5

Potencial

O regresso de Shingeki no Kyojin ao ecrã deixou bem claro que, apesar da longa ausência, a qualidade visual e do enredo manteve-se intacta.

Avaliação dos Leitores do ptAnime: 4.5 ( 11 votos)
9

Há precisamente quatro anos atrás, estreava no mundo do Anime a adaptação da manga “Shingeki no Kyojin”, da autoria de Hajime Isayama. Também conhecida pelo nome “Attack on Titan”, a obra era desconhecida pela maior parte do público e a ansiedade pela sua estreia era extremamente reduzida.

Acontece que com o passar dos episódios tudo mudou! O número de fãs foi aumentando quase de forma exponencial, a palavra espalhou-se, o hype ganhou forma e Shingeki no Kyojin tornou-se numa das obras mais mediáticas dos últimos tempos. No entanto, e de forma incompreensível para a maior parte dos fãs, levando muitos ao desespero, só agora estreou a tão aguardada segunda temporada do anime. Como se não bastasse, quase quatro anos de espera, e só vamos ter 12 episódios?

 

A longa ausência de Attack on Titan

Pergunto-me quantos adeptos terão recorrido à manga, mesmo não gostando muito de ler, por serem incapazes de controlarem a curiosidade em saber o que se ia passar a seguir. E quantos o vão fazer, sabendo que dentro de três meses vão estar outra vez – a não ser que esta segunda temporada seja uma desilusão – a salivar por mais.

Em simultâneo, toda a gestão dos conteúdos de Attack on Titan demonstra inteligência por parte dos responsáveis pelas várias produções associadas a esta criação, assim como uma perfeita sintonia. Senão vejamos. Em finais de 2014 foi lançado “Attack on Titan: Crimson Bow and Arrow“, primeiro filme compilativo da produção televisiva, que correspondeu a um resumo do que se passou na primeira metade da série anime. Só no verão seguinte (junho 2015) é que chegou a segunda longa-metragem do anime. De nome “Attack on Titan: Wings of Freedom”, nela são narrados os acontecimentos da segunda metade da série.

 

Attack on Titan 2 - Primeiras Impressões

 

Bem enganados foram aqueles que pensaram que as coisas se ficariam pelos filmes habituais de compilação das séries anime. Pouco tempo depois – e para surpresa de muitos dada a complexidade dos ambientes desta história – estreava, no Japão, um filme live-action inspirado em Shingeki no Kyojin. Poderá considerar-se um sucesso? Certo é que a sequela foi garantida pouco depois.

Para fechar esta enorme lista de projetos associados à obra, não podia deixar passar a referência a “Shingeki! Kyojin Chuugakkou“, um anime em estilo de paródia com design moe que estreou em outubro 2015. Duas OVAS spin-off acompanharam volumes recentes da manga, dando origem a edições especiais, sendo que a presença no mundo dos videojogos também não falhou. Com o mesmo título do segundo filme, “Attack on Titan: Wings of Freedom” estreou durante o ano 2016 nos vários continentes, estando presente nas consolas mais modernas e no PC.

Como é possível constatar por aqui, a longa ausência de Attack on Titan acabou por ser muito bem colmatada. Talvez tudo isto tenha feito crescer ainda mais água na boca dos fãs. Seja como for, é uma espera que já lá vai e que daqui a uns dias será um assunto esquecido.

 

Titãs dentro das Muralhas?!

Quem já viu este primeiro capítulo de Shingeki no Kyojin 2 viu-se logo envolto numa grande onda de mistério. Nomeadamente, no que diz respeito às Muralhas (Walls) que protegem os humanos e cuja história nunca foi explicada. No imediato, fez-se um levantamento de várias questões, entre as quais: Como conseguiram os humanos construir tais edifícios para protegerem a Humanidade? Como é possível estarem titãs dentro das Muralhas? O que sabem os “adoradores das Muralhas” que não é do conhecimento geral?

A preocupação do padre Nick com os titãs ali escondidos e a sua falta de receio perante a ameaça de morte de Hange Zoe levam a crer que os titãs não serão a única preocupação daqueles que estão a tentar garantir a sobrevivência da Humanidade. O mais certo será o confronto entre humanos e titãs dos últimos tempos transformar-se em algo como: humanos vs titãs em aliança com outros humanos. Tem toda a lógica, basta lembrar que existem titãs infiltrados entre nós. Veja-se o caso de Annie Leonhart.

Depois da primeira temporada ter sido totalmente focada no “confronto entre espécies”, este primeiro episódio deixa no ar a indicação de que as coisas poderão ser bem diferentes na sequela. A ver vamos!

 

Attack on Titan 2 - Primeiras Impressões

 

Attack on Titan 2 – Beast Titan

O episódio 26 trouxe consigo a introdução a um titã que, fica a ideia, poderá dar muito que falar nos próximos tempos. Falo do Beast Titan, que dá nome precisamente a este capítulo. Dado o seu comportamento e palavras (sim, porque ele fala!), tudo indica que seja mais um titã especial, do estilo da Female Titan. Na verdade, ele mesmo confirma que reside no pescoço da criatura, ou seja, estará mais um humano ali escondido.

Com um ar assustador, mas ao seu próprio estilo, isto é, não comparável ao de outros titãs que já deixaram a sua marca na história, o Beast Titan mostra um claro interesse no equipamento usado por Mike Zacharias, dos Survey Corps. A sua necessidade e curiosidade sobre este assunto deixam mais uma onda de mistério no ar. Qual a razão deste interesse? Terá sido ele o responsável por este novo ataque dos titãs dentro das Muralhas?

 

Attack on Titan 2 - Primeiras Impressões

 

O que esperar de Eren Yeager?

Após o excelente combate que o jovem nos proporcionou contra a Female Titan, e depois do que se descobriu sobre os titãs, há uma dúvida que paira no ar que já não é de agora. Estou-me a referir à evolução dos poderes de Eren. O jovem começou por não ter controlo do seu titã. Agora já tem essa consciência, embora não tenha sido fácil. Mas será que se vai ficar por aqui? Ou estarão novas descobertas no horizonte?

 

 

Attack on Titan 2 - Primeiras Impressões

 

O isolamento dos 104th Training Corps

Uma situação que também não podia deixar passar em claro diz respeito aos recrutas do grupo de Eren (104th Training Corps) que surgem isolados, desarmados e sob vigia de membros dos Survey Corps. Quais os objetivos do grupo militar liderado por Erwin Smith em isolar este conjunto de recrutas? Terão eles ficado desconfiados, no pós-combate com a female titan, que haverão outros infiltrados dentro das Muralhas, especificamente neste grupo que já viveu várias situações complicadas causadas pelos Titãs?

 


Relacionado: Attack on Titan Segunda Temporada – Entrevista a Masashi Koizuka


 

Attack on Titan 2 - Primeiras Impressões

 

Attack on Titan 2 – Visual & Banda Sonora

Ao ser composto por partes de ação e outras de desenvolvimento do enredo, este primeiro episódio já deu para analisar com atenção a parte visual da produção. A meu ver, continua tudo muito semelhante à anterior, o que são boas notícias. Foi há quatro anos atrás, mas o nível de qualidade apresentado na altura nesta vertente já era elevadíssimo e assim parece continuar. Ainda bem, pois para uma obra deste género é fundamental este aspeto.

Um aparte para o novo opening e ending. O primeiro tem qualidade a nível visual e musical, embora não consiga concorrer com o da primeira série. Uma tarefa nada fácil, dada a qualidade e sucesso que o dito cujo alcançou. Já o ending, sinceramente, muito muito fraquinho. A música em especial é horrível. Já o vídeo revela-se medíocre e sem andamento.

 

Attack on Titan 2 - Primeiras Impressões

 

Attack on Titan 2 – Primeiras Impressões

Num regresso envolto em muito mistério, em paralelo com uma boa dose de ação, caso para dizer que Shingeki no Kyojin apresentou-se novamente na televisão a bom nível. Continuam muitas questões em aberto, que certamente serão exploradas nos próximos tempos. Por seu lado, os Titãs não adormeceram, sendo que a invasão inesperada da Wall Rose torna o controlo da região humana mais apertada e, por sua vez, mais uma boa parte da população em risco. A apresentação do Beast Titan vem despertar ainda mais a curiosidade no espectador.

Reunidas estas excelentes condições, às quais se junta o excelente grafismo desta produção (sem censura, oh yeah!) à responsabilidade da Production I.G., é caso para ter esperança numa segunda série ainda melhor que a primeira. Salvo seja que, como só vamos ter 12 episódios, a apresentação de um menor conjunto de acontecimentos possa alterar essa condição. Mais episódios nem sempre é sinal de melhor, mas no caso de uma série que não é propriamente long run, vamos ver até que ponto tem interferência.

Por fim, olhando para a forte presença dos Survey Corps na reta final da série anterior, e tendo em conta os vários acontecimentos em perspectiva, o grande foco em personagens como Levi, Erwin Smith e Hange Zoe poderá muito bem manter-se. Será excelente se tal acontecer, dadas as grandes expectativas que estas personagens têm criado. Falo por mim, pois tenho grande vontade de as voltar a ver em ação e a colocarem em prática grandes estratégias.

 

 

Trailer Attack on Titan 2

 

[youtube width=”560″ height=”315″ video_id=”zLaVP8IhIuc”]

 

7 comentários

Também deverás gostar de

7 comentários

Cesarini 8 Abril, 2017 - 17:06

Obrigado pela critica e como tal será sempre impossivel concordarmos todos com o mesmo. partilho de muito do que disseste no entano discordo veemente do opening vs ending. Acho que o Ending está brutal, eles claramente estão a contar uma história que nem toda a gente provavelmente entenderá. Ao que me parece eles estão a passar a história antes do 1º episódio do Anime. onde não haviam muralhas e os titans estavam por todo o lado a comer as pessoas em barda. para alem disso há um conjunto de figuras curiosas ligadas à alta classe que não entendi. acho que o Ending é um grande puzzle e supera em muito a opening. acho que está simplesmente genial. a musica pessoalmente gosto. É calma, e diferente da tradicional algazarra que por vezes se houve nos animes.

para alem disso acho que a equipa que produz esta serie joga muito alto a qualidade das animações é impressionante e sabem realmente causar impacto. um dos detalhes mais impressionantes para mim foi ver o titan bestial sentar-se. todo o ambiente em volta vibrou com uma harmonia muito bem conseguida.

Ancioso por mais Episodios!!!

Bom trabalho na Review
Cumps

Responder
Renato Sousa 9 Abril, 2017 - 18:09

Olá Cesarini 🙂

Obrigado pelo teu comentário e visita ao nosso site antes de mais 🙂
Em relação ao que disseste sobre a animação, concordo plenamente contigo. Acho que isso já tinha ficado provado durante a primeira série e agora consolidou-se. A história é super interessante, mas o facto da animação a conseguir acompanhar em termos de qualidade causa logo outro impacto 😀

Sobre o ending, continuo a não gostar da música e a preferir o opening. Mas o que falaste sobre o vídeo poderá ter sentido. Muitas vezes vemos, principalmente nos openings, os focos principais das produções. Aliás, aqui aparece o Colossus Titan no final com Titan do Eren, por isso esse duelo deverá acontecer. Mas voltando ao ending, com muita subtileza poderá estar essa história passada que falas. Vamos ver o que nos reservam os próximos episódios e ver se confere com o que dizes 😉

Responder
Cesarini 9 Abril, 2017 - 19:25

Olá Renato!

Obrigado eu pelo trabalho. O Site já está nos favoritos desde ontem eheh
Em relação à Opening houve apenas um detalhe que não gostei tanto. Ao contrário da primeira temporada, onde não revelam muito, desta vez eles abrem espaço para pensar que para além do titan bestial, com aspecto primata, também existem outros animais tal como baleias, dinossauros, crocodilos entre outros como titans.

Não acredito que fossem fazer essa revelação “à papo seco”, porque acho que teria muito mais impacto se fosse feita no decorrer de um episódio e por isso estou bastante expectante em relação ao que aqueles animais no final da opening significam. Existiram de facto outros titans “animalescos” ou não? se sim donde vêem eles?

A ver vamos!

Cumprimentos!

Responder
Cesarini 9 Abril, 2017 - 19:46

Olá de novo,

Esqueci-me também de mencionar que ao nível de banda sonora, o AOT é talvez a minha serie favorita, uma vez que na primeira serie foram exibidos inúmeros tracks de qualidade. Envolventes e adequados às situações dramáticas que a serie ia revelando.

Dada a qualidade tão alta na primeira temporada, era curiosidade minha saber se iríamos ter uma segunda temporada com um OST renovado ou se por outro lado iríamos ter a reutilização da banda sonora utilizada na temporada anterior.

Nos tracks tocados até ao episódio 2 parece-me que a banda sonora não foi refeita ou enriquecida. E este, para além das animações e história era o meu ponto de avaliação mais importante, pois para mim foi um dos temas que mais distinguiu AOT de outras series.

E talvez por isso também tenhas dado uma nota mais baixa à banda sonora, não sei 🙂

Nada mais a comentar!
Bom Domingo

Responder
Renato Sousa 13 Abril, 2017 - 21:53

Cesarini, fico muito feliz em saber que tens o ptAnime nos favoritos eheheh 😀

Em relação aos Titãs que falas, pois também estou com essa dúvida, mas o facto de mostrar o Colossus Titan contra o Eren é porque pelo menos esse combate deveremos ter e só por essa razão já vale ficar em pulgas para ver o que vai acontecer nos próximos episódios 😀

Em relação à banda sonora, gostei de facto da banda sonora da primeira temporada, mas não posso dizer que é das minhas favoritas. Reconheço a sua qualidade, mas tenho algumas de outras séries de anime à frente da de AOT. A nota baixa deve-se apenas ao facto deste artigo ser de primeiras impressões, e como ainda não tivemos conteúdo suficiente para avaliar a banda sonora, a nota ficou-se por aquele valor, só por isso 🙂

Obrigado pelos teus comentários,
Boa Páscoa 🙂

Responder
Leandro Santos 10 Abril, 2017 - 21:40

as saudades que eu tinha disto..

gostei do opening mas também não gostei muito do ending..

iremos ver outro tipo de titãs? talvez, mas não sei se gosto da ideia de dinossauro titãs..
em relação à histórias,disseste tudo, o novo titã é muito interessante, com um aspecto diferente, e claro, ele fala.. e o facto de ele ficar surpreendido com o aparelho pode revelar que ele conhece a vida antes do aparecimento do mesmo
existirem dentro da muralha foi outro grande trunfo e adensa ainda mais o mistério, serão todas as muralhas composta em boa parte por titãs e dai a igreja intervir por pensarem que são a protecção divina?

queria mais Eren e claro Levi.. a animação só podia ser soberba, coreografias dinâmicas, excelente desenho, boa banda sonora e claro, gore em grandes doses.

Responder
Renato Sousa 13 Abril, 2017 - 21:56

Olá Leandro, sem dúvida! Apesar de muitas outras produções terem surgido associadas a este tema, a sequela é sempre a sequela 🙂

Sobre os “Titãs Répteis” realmente fica a dúvida, mas em relação ao Beast Titan e à sua reação, fica de facto a pulga atrás de orelha sobre o passado dos Humanos e de tudo o que se passou dentro e fora das Muralhas. E a cena da igreja veio ainda tornar tudo mais enigmático. Creio que esta entidade acabará por revelar alguma coisa, se não for por intermédio do Pastor Nick que ainda não falou, poderá ser por outro.

Sim, acima de tudo também queria mais Levi. É simplesmente espetacular vê-lo em combate, ainda para mais com este nível de animação 😀

Responder

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.