Skate-Leading Stars – Análise

por Raquel Cupertino
Skate-Leading Stars - Análise

Título: Skate-Leading☆Stars
Adaptação: Original
Produtora: J.C.Staff (Toradora!, Shokugeki no Souma, One Punch Man 2nd Season)
Género/Demografia: Desporto

 

Skate-Leading Stars – Análise

Skate-Leading Stars foi a aposta da temporada de inverno em patinagem do gelo. Tal como referi na minhas Primeiras Impressões, quando vi que iria sair um anime a abordar este desporto, ainda para mais original, associei a Yuri!!! on Ice, e como eu a maioria.

É difícil lançarem uma série sobre patinagem no gelo sem pensarmos no peso do seu antecessor. Yuri!!! on Ice não foi perfeito mas foi muito bem executado e marcou-nos irremediavelmente pela qualidade técnica demonstrada pelo grande estúdio MAPPA. Skate-Leading Stars é uma aposta da J.C. Staff, que é um bom estúdio, mas que suscitou dúvidas quanto à qualidade de execução de um original como este.

 

Skate-Leading Stars - Análise

 

J.C. Staff esteve à altura?

Sim, esteve. Contudo, vamos lá ser sinceros: não houve lá muita técnica nem coreografias diversificadas como em Yuri!!! on Ice MAS teve qualidade e foi muito bonito de ver. Foi fluído, teve boa escolha no voice acting e a banda sonora não distraía, era competente.

Todos ficamos mais ou menos com ideia do que se tratava o desporto: basicamente pegaram em patinagem artística no gelo em pares e alargaram o leque para um conjunto de 5 pessoas em que um deles coordena os restantes. Segundo os autores, numa entrevista, o desporto é baseado em basebol e futebol, o que faz muito sentido se considerarmos as posições de ala e pivô do futsal.

Em alguns momentos a animação é arranhada, sim, mas são pormenores. No geral foi consistente e competente! Não será um anime memorável em animação contudo também não há gralhas gritantes.

 

Skate-Leading Stars - Análise anime de patinagem no gelo

 

Como é claro a qualidade de execução em dúvida não foi apenas a técnica. Só pelos posters promocionais a dúvida se instalaria sobre a qualidade narrativa do mesmo: será mais um estilo Free! com um pouco de fanservice masculino ou seguirá uma via mais séria e tentará ser um anime de desporto competente com personagens atraentes fisicamente como aconteceu como Iwa Kakeru!: Sport Climbing Girls?

 

Skate-Leading Stars opinião

 

Estive quase para dar o drop…

Estava curiosa em relação ao desporto, mas foram as personagens e narrativa que mais me intrigaram. Estive quase para dar o drop de tão irritante que era o MC e da história ser tãooooo conveniente em tantos pontos.

Temos uma diva vencedora de todos os prémios da área. Tão bom que até fica aborrecido com o mundo à sua volta (típico) e não reconhece ninguém como seu rival. Um irmão rancoroso por o diva ser tão bom ao contrário dele que, devido a uma lesão, teve que deixar o desporto. Um treinador que nos primeiros episódios não se sabe bem porque ali está mas é mega estrela na patinagem artística e um conjunto de personagens que poderiam vir de um qualquer visual novel harem para raparigas (damn tão lindos e sensuais que eles são).

 

Taiga Himuro - Personagem mais sexy de patinagem no gelo anime

 

Mas então o que me fez continuar a assistir?

Os cliffhangers de cada episódio! Damn, digam o que disserem da história, quem a escreveu sabia o que estava a fazer! Não costumo gostar de dramas, todavia há que dar valor quando as histórias são criadas de forma inteligente.

Tudo começa quando Himekawa é liderado por Maeshima. Numa prova para a entrada de Maeshima na equipa de Skate Leading da escola Ionodai, o protagonista assume o papel de líder. Contudo ele não é um líder qualquer, ele força os restantes colegas a o acompanhar não importa a rapidez e complexidade da coreografia que ele se lembra de fazer. O que poderia ser um acto nefasto e egoísta leva a que os colegas dêem o melhor de si e ultrapassem os seus limites! Mas há um senão.

O facto de ser “liderado” por alguém mexe com o ex-líder da Ionodai que, habituado a ser ele a comandar a equipa sente que não é bom o suficiente por não conseguir exercer “poder” sobre o novo integrante do clube de patinagem. Mais, ele percebe que consegue ser melhor! E não poderá fazê-lo naquela escola, com o Maeshima lá.

 

Vale a pena ver Skate-Leading Stars?

 

Entretenimento e drama?!

Como se isto não bastasse vemos novas personagens como Noa Kuonji a surgir e a nos virar do avesso a primeira impressão que tínhamos dela. O “palhacito” e idol da série consegue-nos mostrar um outro lado do mundo do entretenimento. A irreverência, egocentrismo e incapacidade de ouvir os outros levam-nos a achá-la super irritante e sem conteúdo. Até que somos surpreendidos quando coloca em causa a nossa visão de funil quanto a desportos e à forma como devem ser vistos e apreciados.

 

Skate-Leading Stars Show

 

Como se personalidades fortes e irreverentes não fosse suficiente para me conquistar e fazer ver a série, acrescentam mais um elemento interessante: competição entre colegas da mesma equipa.

Vamos ser realistas, se a equipa tem seis elementos e só cinco é que atuam, um terá que ficar suplente… A decisão é ainda mais complicada porque teremos sempre dois colegas, por vezes amigos, a competir um contra o outro para o mesmo cargo. É algo habitual em animes de desporto mas, por vezes, a disputa é chutada para canto e ficamos pela decisão do treinador. Aqui conseguimos ver a competição e progressão dos personagens até à seleção final dos titulares – independentemente da decisão ter sido óbvia.

 

Skate-Leading Stars - Análise

 

Estes são apenas três exemplos de personagens/temas que me surpreenderam pela positiva, porque existiram mais e foi por isso que não dei o drop. Não que achasse que o anime era overall bom, mas porque tinha sempre algo que me cativava e me fazia ver mais um episódio.

 

Vale a pena assistir Skate-Leading Stars?

Em cima descrevi uma série de exemplos de temas abordados que adorei e dentro do género de desporto considero elementos importantes. Contudo, a seguir disse que não era um bom anime… Mas então em que ficamos?

Não fui incoerente, calma. O anime tem muita coisa interessante mas no fundo não passa de uma miscelânia de temas interessantes com uma progressão de personagens competente e com um desporto muito bonito como pano de fundo. Mas não há uma “história” boa, com uma construção que nos marcasse. Em suma, não é uma obra memorável, nem sequer das melhores dentro do género de desporto. Mas, para quem quer ver algo relaxante que cativa de episódio a episódio e sobre patinagem do gelo, sim vale a pena.

 

Melhor anime patinagem no gelo

 

Podemos dizer que é um misto de Free! e Iwa Kakeru!: Sport Climbing Girls. É sim senhores destinado a um público-alvo feminino ou com interesse em jovens bonitos (bishounen) mas que desenvolve a componente mais emocional e dramática da prática desportiva. Mas que, dentro do seu nicho, é competente.

E vocês, qual a vossa opinião desta série?

 

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.