Tomo-chan wa Onnanoko! Manga – Análise

por Raquel Cupertino
Tomo-chan wa Onnanoko! Manga - Análise

Título: Tomo-chan wa Onnanoko! | Tomo-chan Is a Girl!
Autor: Fumita Yanagida
Nº de Capítulos: 953
Demografia | Género: Comédia, Romance, Vida Escolar

 

Não estava à espera de vos escrever tão cedo sobre este manga, afinal chegou ao fim um dos melhores 4-koma manga que já li: Tomo-chan wa Onnanoko!, também conhecido como Tomo-chan is a Girl!. O final apanhou-me de surpresa, não porque não soubesse que caminhava para lá, mas porque queria mais!

 

Tomo-chan wa Onnanoko! Manga - Análise - Manga terminou

 

Tomo-chan wa Onnanoko! Manga – Análise

A história resume-se a uma rapariga “maria-rapaz” apaixonada pelo seu amigo de infância, Jun. O grande problema é que Jun durante grande parte da sua vivência com Tomo achou que ela era um rapaz, pelo que, mesmo no secundário, continua a tratá-la como um rapaz.

Além dos problemas óbvios, acaba por dificultar bastante a vida à nossa protagonista. Ingénua e de bom coração, Tomo faz os possíveis com o auxílio da sua melhor amiga Misuzu, para conseguir fazer com que Jun a veja como uma mulher.

Só pelo plot dá para entender que é uma comédia romântica, e poderia ser mais uma dentro de muitas dentro dos géneros vida escolar, todavia Tomo-chan is a girl! é diferente.

Tomo-chan wa Onnanoko! Manga - Análise - Comédia

 

Personagens com personalidade

Sabem aqueles momentos em que, no matter what or where, não conseguem suster a gargalhada? Pronto, com este manga é sempre assim! Basta uma página de 4 painéis em média para vos fazer gargalhar.

 

Tomo-chan wa Onnanoko! Manga - Análise - Carol

 

As personagens principais são 4: Tomo, Jun, Carol e Misuzu. Existem outras secundárias de mais ou menos relevo mas o leque não é muito grande. O plot gira em torno destes personagens com especial foco em Tomo e Jun. Mas então o que difere esta obra das restantes?

Pois bem, usando outro 4-koma com os mesmos géneros que este, em Tsurezure Children víamos uma espécie de gag sobre o romance juvenil, uma desconstrução de estereótipos ou apenas um brincar com os mesmos. Aqui temos personagens originais com personalidades orgânicas (algumas bem nasty), fogem inclusive ao estereótipo de romance – ok, salvo a Tomo, ela é totalmente protagonista shounen – e são muito diferentes uns dos outros.

 

Tomo-chan wa Onnanoko! Manga - Análise - Carol x Misuzu

 

Um manga que fala através das imagens

Honestamente, é daqueles mangas de ler para crer. É complicado explicar toda a fluidez e pormenores com que todo o manga se desenrola. Mesmo o traço é super simples e nada de backgrounds super rebuscados, a peculiaridade que o transforma, a meu ver, num dos melhores mangas que já li são as expressões das personagens.

 

Tomo-chan wa Onnanoko! Manga - Análise - best moment

 

A capacidade que o autor tem em transmitir a mensagem através dos olhares das personagens, da forma de agirem, de se manifestarem, foi o que me conquistou. Existem, inclusive, páginas sem um único diálogo, não é preciso! Simplesmente conseguimos perceber o que se passou, quem fez o quê e o que estão a pensar.

Sabem o que é lerem algo e pensarem: ui a Misuzu quando souber… – pronto, é esse tipo de ligação! Conseguimos prever como cada personagem se irá sentir e maravilharmo-nos com as suas reações. Foram anos maravilhosos a acompanhar este manga e damn it que vou ter tantas saudades deles!

 

Tomo-chan wa Onnanoko! Manga - Análise - Jun x Misuzu

 

Vamos relaxar com Tomo-chan Is a Girl!!

É verdade incontestável que há mangas para todos os gostos, defendo ainda que haja mangas para todas as necessidades. Tomo-chan is a girl! acompanhou-me durante algum tempo (quase dois anos, se não estou em erro), saía um capítulo por dia, ou seja, uma página composta por 4 painéis por dia. Quem não está familiarizado com 4-koma manga poderá pensar que é totalmente insuficiente – e é! – contudo, uma página acaba por ser suficiente para nos tornar o dia um bocadinho melhor. Posso dizer que é a dose certa!

 

 

A história é sobretudo comédia e não ficamos a pensar muito no que se vai ou não passar, é uma obra criada para relaxar. Todavia, não encarem essa característica como algo que diminui a sua qualidade. É um manga inteligente! Os comentários são pensados ao pormenor e não poucas vezes vemos “bocas” sobre manipulação emocional e até educacional. A maioria das piadas nem sequer são “in your face“, necessitam que estejamos a par da história, das personagens e que sejamos minimamente perspicazes.

 

Tomo-chan wa Onnanoko! Manga - Análise - Mãe da Carol

 

A grande crítica recai para o final abrupto do manga. Simplesmente terminou. Não há clímax digno desse nome nem uma preparação emocional para este. Na minha opinião acho que não fez muito sentido da forma como terminou. Na melhor das hipóteses poderíamos chamar um “final da primeira temporada”, mas como final sabe a pouco. Até porque algumas personagens acabaram esquecidas à medida que afunilaram a narrativa na Tomo e no Jun.

Tratando-se de um 4-koma manga em 100 capítulos se desenrola uma ação, então acabamos por ficar muito tempo sem contactar com algumas personagens secundárias o que acaba por criar aquela sensação de: o que se passou com X?

 

 

Salvo isto, o manga funciona com relativa eficácia e continua a ser uma excelente obra que recomendo a qualquer apreciador do género. O traço é bonito, o character design é composto e adaptado a cada personagem (por exemplo, Tomo é uma maria-rapaz praticante de karaté logo é musculada). Em suma, a história é simples e cativa a cada novo capítulo. Um must read para relaxar e soltar umas gargalhadas!

 

 

 


Ficaste interessado neste manga e queres mais sugestões? Deixo-te aqui o meu top 4-Koma Manga:

Recomendações 4-Koma Manga 2017


 

Comentários via Facebook
0 comentário

Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.