Top 8 Openings de BLEACH | Pedro Costa

por Pedro Costa
Top 8 Openings de BLEACH | Pedro Costa

Pá, lá vem o gajo falar de openings outra vez!

Peço imensa desculpa por voltar com mais um Top centrado em openings. Sabem que os adoro, mas eu mesmo sinto que se fizer isto muitas vezes, vou começar a diluir a sua espectacularidade.

Este era o meu pensamento até ontem, quando ficámos a saber que o anime de BLEACH regressará em 2021! A minha relação com o anime é extremamente tumultuosa, com os maiores altos e os mais catastróficos baixos (falaremos dela posteriormente, garanto). Contudo, há uma espécie de patamar de conforto que são, evidentemente, os seus openings.

A adaptação anime de BLEACH ajuda a dar forma à minha teoria de que o Studio Pierrot tem, de certa maneira, o dom de não fazer um mau opening. Seja pelo tema musical (a grande maioria das vezes), pela sequência animada, ou ambos. Rocei ao de leve neste tópico em…

 

TOP Openings de Black Clover (até à data) – Pedro Costa

 

Ora, bem encaixados nesta categoria estão os openings de BLEACH. Acredito nisto, mas há que ter algo em conta. Sinto que as saudades por uma adaptação que foi decepada abruptamente, deixaram no ar a falsa sensação de que os OPs do anime são fantásticos.

Como sou um gajo cheio de opiniões, quero deixar a minha sobre este assunto, já que penso que os “óculos da saudade” relembram mais o som que a imagem. A meu ver, para um opening poder descurar o visual, ou tomar estranhas decisões, tem que ser compensado por uma sonoridade arrebatadora.

Mas vejamos de seguida o meu TOP 8 openings de BLEACH, onde tento explicar a que me refiro e partilho o meu gosto!

 

Top 8 Openings de BLEACH | Pedro Costa

 

8 OP 9 – “Velonica” por Aqua Timez

Curiosamente, ou não, tal como é o caso do 6º opening, é interpretado pela banda Aqua Timez e as semelhanças são claras. O tema entra no ouvido, sobretudo pelo excerto que precede o refrão já que podemos assistir ao que eu chamo “slideshow de wallpapers de BLEACH – parte 1”. Chegando ao refrão, e embora a música peça mais, visualmente sinto que o opening está perdido.

 

 

7 – OP 5 – “Rolling Star” por YUI

Gosto imenso do tema da YUI. Se só dependesse dele, estaria mais acima. Novamente, a sequência que precede o refrão – com as personagens no café envergando roupas trendy (detalhe que os openings revisitam algumas vezes) – é a que mais o distingue. Mas depois chega o refrão…

 

 

6 – OP 12 – “chAngE” por miwa

Tirando o facto do Ichigo, e mais algumas personagens, parecerem caças a rasgar os céus (porquê??), o tema é muito divertido e high pace, acompanhado por uma sequência animada competente que usa bem os ângulos de enquadramento para destacar as personagens em boas poses. E tem o épico embate entre o Ichigo e o Ulquiorra!

 

 

5 – OP 1 – “*~Asterisk” por Orange Range

The OG! A nostalgia pode ter-me afectado, mas ainda assim acho que o primeiro de todos é um excelente opening com um tema musical bem catchy e com bom flow. Apresenta ainda vários dos elementos que se tornaram posteriormente imagens de marca: as cores, as roupas trendy, ambientes nada associados ao anime. Até o design de personagens aqui apresentado é importante, já que evoca bem o começo do manga e a arte inicial de Tite Kubo.

 

4 – OP 6 – “ALONES” por Aqua Timez

Grande tema musical. Visualmente nem sempre funciona, mas as imagens encaixam bem na música e tem momentos em que ambas se apresentam em perfeita sintonia! Oreta awai tsubasa kimi wa sukoshi…

 

 

3 – OP 2 – “D-tecnolife” por UVERworld

Este e o que se segue foram escolhidos com a parcialidade a 200%. Aqui o segundo opening foi talvez um dos primeiros, em todo o mundo anime, a alertar-me para a espectacularidade e hype que “uma simples sequência introdutória” pode ter e gerar. Foi também um dos primeiros a levar-me a ouvir J-rock, mesmo sem entender qualquer palavra. Visualmente já “tem um pouco de pó”, mas o tema é forte, combina bem com o visual e eleva-o.

 

 

2 – OP 10 – “Shoujo S” por SCANDAL

“Slideshow de wallpapers de BLEACH – Final Form”!! Sem qualquer tipo de hipérbole, se desejam ter wallpapers de BLEACH basta tirarem screenshots deste opening. As frames até permanecem tempo suficiente para o fazermos sem falha. Somando a isto, claro está, existe o brilhante e épico tema de rock pelas SCANDAL. Foi assim que fiquei a conhecer a banda e fiquei imediatamente fã. Bem estruturado e diferente, este é um opening que, pessoalmente, nunca me canso de rever.

 

 

1 – OP 13 – “Ranbu no Melody” por SID

Que outro poderia ser?! É uma escolha quase unânime entre fãs de BLEACH que este é o melhor opening. E eu concordo. Visualmente está no ponto, sobretudo no que toca ao movimento e design das personagens, o qual, se me permitem o desejo, adoraria ver adotado para a continuação do anime. O tema pelos SID é incrível e envolve as imagens num forte abraço de “despedida”. Este devia ter sido a sua canção do cisne, engrandecendo o adeus que a história merecia, e talvez esse sentimento conceda mais poder a este tema, para mim.

 

 

Top 8 Openings de BLEACH | Os Rejeitados:

Top 8 Openings de BLEACH | Pedro Costa

 

  • Opening 3 – “Ichirin no Hana” por High and Mighty Color

Não sou grande fã do tema musical e o visual não me diz nada – exceptuando aquele momento que antecede o title card e vemos a cara do Ichigo ao centro a mudar subtilmente para a do Hollow Ichigo.

 

  • Opening 4 – “Tonight, Tonight, Tonight” por Beat Crusaders

Porque é que isto é um opening de BLEACH? É um tema muito divertido mas não encaixa nada com a obra. Se mantivessem as imagens sempre centradas na fashion das personagens, ainda daria algum valor. Só que faz pior, tem imagens que antevêem uma das priores criações anime da história, o filler arc “Bount Invasion”.

 

  • Opening 7 – “After Dark” por Asian Kung-Fu Generation

É um tema dos AKG e eu adoro-os, mas este não me entra. Visualmente não me diz nada e nada tem para dizer. A música e as imagens parecem duas linhas estritamente paralelas.

 

  • Opening 8 – “CHU-BURA” por Kelun

“CHU-BURA” é engraçado e tem momentos divertidos. A espaços, eleva a moral a nós ouvintes, mas visualmente é meh e antevê mais um filler arc – rejeitado!

 

  • Opening 11 – “Anima Rossa” por Porno Graffitti

Só para entenderem a minha aversão a fillers e a material promocional externo à história principal, eu saltei completamente todos os episódios que tinham este opening. Ouvi-o agora quando vim fazer o TOP e, apesar de gostar da música que os Porno Graffiti criaram, tudo o resto não me diz rigorosamente nada.

 

  • Opening 14 – “BLUE” por ViViD

Pós-Opening 13 eu deixei de ver o anime. Até porque estava convicto de que a história tinha que terminar assim. Como é óbvio também saltei este filler arc e, claro, o seu opening. Contudo, ao contrário do que acontece com o tema dos Porno Graffitti, neste caso não consigo louvar a canção.

 

  • Opening 15 – “HARUKAZE” por SCANDAL

O “The Lost Substitute Shinigami” arc NÃO EXISTE! Recuso-me a aceitar a sua existência e tudo a ele associado. Quero apagá-lo da minha mente. Quem sofre com isto é o opening. Adoro o tema que as SCANDAL produziram, mas cada frame deste OP me faz entrar em colapso mental. Talvez num universo paralelo “HARUKAZE” teria sido o hino ideal para outro anime, em vez de ser injustamente desperdiçado nesta… coisa.

 


BLEACH – Regresso do anime CONFIRMADO

 

Chegámos ao fim! Desculpem se me deixei levar, mas eu avisei como era a minha relação com BLEACH.

Que acharam das minhas escolhas e justificações? Quais as vossas opções? Digam-me nos comentários!

 

1 comentário


Também deverás gostar de

1 comentário

Rated R 21 Março, 2020 - 2:06

Deixei de ligar a este top quando vi que este tipo colocou a Velonica em 8º lugar e o opening 10 em 2º lugar, wtf xD

E ri-me quando disse que o ultimo arc para ele não existia ahah, só rir com este pedro costa

Responder

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.