Umimachi Diary Live Action – Análise

por Raquel Cupertino
Umimachi Diary Live Action – Análise

Filme: Umimachi Diary | Our Little Sister
Diretor: Hirokazu Koreeda
Escritores: Akimi Yoshida (manga), Hirokazu Koreeda (guião)
Produtores: Minami Ichikawa, Takashi Ishihara, Kiichi Kumagai, Kaoru Matsuzaki, Megumi Nishihara, Satomi Odake, Yasushi Ogawa, Makoto Ohmura, Hijiri Taguchi, Shin’ichirô Tsuzuki, Taichi Ueda, Tom Yoda
Cinematografia: Mikiya Takimoto
Data de estreia: 13 de junho de 2015
Duração: 2h 8 minutos
Distribuidor: Toho Company, GAGA
País: Japão

 

Umimachi Diary Live Action – Análise

 

Umimachi Diary Filme Live Action | Enredo

A história tem início quando o pai de 3 irmãs já adultas morre, 15 anos depois de se divorciar e abandonar as filhas. Perante a morte do pai, as duas mais novas decidem ir ao funeral. Quando chegam à cidade onde este residia, no interior do Japão, são recebidos pela filha mais nova deste, Suzu, fruto do relacionamento que levou ao desmoronar da vida das irmãs Kouda.

O enredo é-nos dado de imediato. Nos primeiros minutos de filme são-nos apresentadas as circunstâncias gerais daquele conflito familiar e a adoção repentina da pequena Suzu, pela irmã mais velha, Sachi.
Ao longo do filme conhecemos as rotinas e particularidades das 4 irmãs conjugadas com o crescendo da relação entre elas.

 

Umimachi Diary Live Action – Análise

 

Quando assisti não tinha ideia do que se tratava, e o meu feliz acaso culminou num serão fantástico. Trata-se de um filme delicioso, com todos os ingredientes de indie slice of life japonês. Foge na medida certa do frenesim dos filmes ocidentais, cujo o drama é sempre elevado ao máximo expoente, mantendo-se no saboroso ruminar de relações e vivências quotidianas.

 

Umimachi Diary Live Action – Análise

 

Tratando-se de uma adaptação de um manga, o risco de se perder a essência de uma obra tão extensa ao reproduzi-la num par de horas é considerável, todavia, não senti que faltasse algo mais para se tornar num bom filme (com isto refiro-me à história principal). As histórias paralelas e relacionadas com as irmãs Kouda não são desenvolvidas na totalidade, servem apenas como elementos para descrever as personagens. O que a partir de certo ponto passa a não ser suficiente, tamanho o desenvolvimento e progressão das personagens.

Posto isto, estejam bem atentos! A informação é imensa e apenas transmitida pelas excelentes atrizes que, além de encarnarem 4 mulheres completamente diferentes e suas as evoluções, ainda cumpriram o papel de, entre as falas, transmitir todo o “background” que certamente surge bem mais diluído no manga original.

 

Umimachi Diary Live Action – Análise

 

Umimachi Diary Filme Live Action | Ambiente

Depois de assistir o filme acabei por pesquisar um pouco sobre o mesmo e… bem, faz todo o sentido todas as nomeações e prémios que este recebeu! É realmente uma obra galardoada e reconhecida inclusive no ocidente. E não é mesmo de estranhar, a fotografia e ambiente são deslumbrantes. Os “capítulos” da vida das irmãs Kouda com e sem a Suzu foram retratados com clareza e fluídez. Não há quebras, não há momentos menos bons, tudo consistente na medida certa. Em termos de banda sonora, passa um pouco despercebida, mas pelo menos não distrai o espectador.

 

Umimachi Diary Live Action – Análise

 

Umimachi Diary Filme Live Action | Juízo Final

Umimachi Diary é realmente um slice of life familiar na sua essência mais pura! Não há picos dramáticos exacerbados, não há nada de extraordinário a acontecer, aqui transformam o ordinário em extraordinário. E essa é a beleza da vida e, talvez, o exato foco da obra.

Em termos de história e fluidez fez-me lembrar os obras Usagi Drop e Fune wo Amu. São certamente do mesmo género, pelo que quem gosta de algum deles (ou dos dois), inevitalvelmente, vai gostar deste!

Não é, contudo, uma obra para todos. Tal como acontece em anime, slice of life josei não agrada a todos pelas próprias características que o definem: trata-se de um retrato quotidiano da vida adulta. Outro ponto a ter em atenção é a quantidade de informação transmitida, basta não captarem uma fala que ficam sem perceber aquela complexa história familiar passada.

Em suma, uma ótima obra para amantes de filmes indie com os temas família e drama, ou para os que estejam familiarizados com obras Slice of Life Josei/Seinen japonesas.

 

 

Umimachi Diary | Trailer

 

0 comentário


Loading...

Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.