Vistos – Guia do Gaijin para o Japão

por Inês Marques
Guia do Gaijin Para o Japão

Dependendo da duração e do objetivo da viagem, podem ou não precisar de visto. Para cidadãos portugueses, se forem apenas em turismo ou visita e por um período inferior a 3 meses, o visto não é necessário, mas ter passaporte válido é indispensável. Devem ter sempre convosco a prova da duração da viagem (o bilhete de regresso, ou prova da sua compra onde a data esteja escrita) e a morada do local onde irão ficar durante a estadia. Isto porque, durante o voo, perto da chegada ao destino, será pedido que preencham papéis onde é necessário colocar estes detalhes. É um procedimento pedido a todos os estrangeiros que entrem em território japonês.

 

Vistos - Guia do Gaijin para o Japão

Exemplo de visto (o meu próprio). Tem discriminados vários detalhes, como a duração, número de entradas e tipo de visto.

 

Se a viagem durar mais que 90 dias ou, mesmo sendo inferior, se exerça uma atividade renumerada, o visto de trabalho ou de longa duração é obrigatório. Para este tipo de vistos, é também requerido um “Certificate of Eligibility”, que atesta as intenções do requerente para a sua estadia e que este satisfaz todos os critérios pedidos pelo Ministério da Justiça japonês. À chegada ao aeroporto de destino no Japão, é dado a estas pessoas um Cartão de Residente (identificado em inglês como “Residence Card”), que contém os seus dados pessoais e a morada do sítio onde a pessoa irá residir.

 

Informações mais detalhadas no site da Embaixada do Japão em Portugal.

 


Artigo anterior || Voltar ao Índice || Próximo artigo


 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.