4 Jogos assustadores para desfrutarem no Halloween

por Xpop
4 Jogos assustadores para desfrutarem no Halloween

O Halloween chegou e, como tal, a época perfeita para nos fantasiarmos com a nossa vestimenta mais feia e irmos pedir guloseimas aos nossos vizinhos, em troca de não fazermos algo horrível no seu terreno.

Devido a motivos de força maior, o Halloween de 2020 terá de ser passado nas nossas casas e, a fim de “arrepiar” a vossa estadia, o ptAnime pediu a alguns dos seus redatores para sugerirem um jogo de terror pouco conhecido, para os leitores usufruírem nesta noite das bruxas.

Aqui ficam as sugestões.

 

4 Jogos assustadores para desfrutarem no Halloween

Pedro SanchesKuon

 

Muito antes da aclamada franquia ‘Souls’, que deu reconhecimento global à FromSoftware, já esta lançava títulos fantásticos que se distinguiam dos demais jogos no mercado. Existem alguns exemplos, mas hoje vou focar-me em apenas um deles. Uma pérola esquecida da PlayStation 2, obstruída pelo lançamento de Resident Evil 4 na época. Um título de Survival Horror que foi criticado na altura pelo seu pacing, excesso de backtracking e controlos pesados no que toca ao movimento das personagens e ao combate. No entanto, se todas estes detalhes não forem um problema para vós, caros leitores, garanto que encontrarão uma experiência fenomenal em: Kuon.

Kuon baseia a sua narrativa em conhecidos contos de terror antigos como Kaidan. Este é um jogo com uma história macabra e sombria e com alguns momentos arrepiantes. A mesma passa-se durante o período Heian, onde o jogador controla três personagens diferentes que acabam, eventualmente, por se cruzar enquanto exploram a mansão Fujiwara, na qual o jogo decorre. Criaturas misteriosas provenientes de rituais malignos vagueiam pelo local e serão o maior desafio de quem tiver a coragem de se aventurar a experimentar o jogo.

Mas nada temam. Estarão devidamente munidos para o efeito. O sistema de combate permite ao jogador escolher executar ataques corpo a corpo, ou golpes mágicos, para se defender dos inimigos, sendo que o stealth é também uma opção. Todo este processo sob uma visão em terceira pessoa, através de uma câmara fixa em determinados pontos do cenário – como se de uma câmara de vigilância se tratasse, fazendo com que se sintam observados, aumentando assim a tensão durante o jogo.

Precisam de cerca de 8 horas para completar este pesadelo (no bom sentido), o que é perfeito para vos ocupar a noite de Halloween deste ano de pandemia. Já que não podemos conviver com pessoas, porque não conviver com fantasmas? Divirtam-se!

 

Bruno Sales – Corpse Party

 

Embora não dos jogos mais assustadores desta lista, Corpse Party pode ser considerado um clássico nos jogos de terror japoneses. Foi originalmente lançado em 1996 e recebeu, posteriormente, um remake para várias plataformas.

Corpse Party apresenta vários puzzles e mistérios para resolver com uma enorme probabilidade de fazer um passo em falso e ser morto pelos espíritos da escola Heavenly Lost. Cada capítulo do jogo tem ainda vários finais possíveis, o que oferece ao jogador uma abundante variedade de possibilidades de exploração.

 

Xpop – Deadly Premonition

 

O que é que acontece quando misturam horror e comédia num jogo com mecânicas tão más que até parece propositado? Acabam por ter um dos jogos de terror mais parvos e originais de sempre.

Deadly Premonition é um jogo de terror no qual um agente do FBI viaja para uma cidade à caça de um assassino em série. A jogabilidade é bastante má, mas a história compensa muito ao ser incrivelmente boa e engraçada, repleta de referências a filmes antigos e momentos clichês para serem gozados no momento certos.

Um clássico por vários motivos, Deadly Premonition deve ser recomendado a todos os que procuram uma experiência diferente do que estavam à espera.

 

André Rodrigues – Bloodstained: Curse of the Moon

 

Se procuram algo diferente do que andam a jogar, Curse of the Moon é ideal para esta altura! Uma clara homenagem aos clássicos jogos de Castlevania da NES, mais especificamente a Castlevania III: Dracula’s Curse, com temática sombria repleta de demónios e vampiros, controlos clunky, ótima arte pixelizada, música frenética em bits, dificuldade elevada e muito mais.

Caso não conheçam Castlevania, não faz mal. Falo por mim, que não possuo grandes conhecimentos da franquia e ainda assim pude desfrutar imenso do jogo.

Aviso que o jogo é extremamente curto. Eu, por exemplo, demorei 7-8h para o passar duas vezes (isto porque é necessário duas playthroughs para assistir ao true ending), mas não deixa de ser uma excelente experiência de Halloween, ou mesmo, simplesmente um bom jogo para desfrutarem quando quiserem.

 


E aqui estão as nossas recomendações para este Halloween em confinamento. Que jogos vocês acham que seriam ideais este dia assustador? Deixem as vossas sugestões nos comentários.

Bom Halloween!!!

 


Para mais artigos ptAnime para o Dia das Bruxas:

Halloween – Artigos Relacionados


 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.