Rival amoroso a caminho! | KoiKimo Episódio 3

Pois é, como não poderia deixar de ser, o rival amoroso chegou: Kai Tamaru, colega de turma de Rio e Ichika. Aqui o cliché de “bom rapaz e claramente bom partido vs excêntrico de personalidade duvidosa e não tão bom partido” entra em ação!

 


Podes consultar AQUI todas as opiniões semanais de KoiKimo


 

Rival amoroso a caminho! | KoiKimo Episódio 3

Antes de mais tenho aqui uma auto-rant: como assim nunca reparei na música do opening? A animação do tema de abertura acaba por ter um feeling/cores/animação que me fazem lembrar After the Rain o que, dado o gap de idades entre os protagonistas, acaba por fazer total sentido. Agora a música…

 

 

Enquanto me preparava para escrever esta minha opinião semanal coloquei em playlist a versão completa de “Monochrome City (モノクロシティ)” de ACE COLLECTION. Quando dei por ela, estava boquiaberta a olhar para a tela: aqueles acordes do refrão – bem como grande parte da música – transportam o feeling de anime de início dos anos 2000. É um pop japonês que há algum tempo não ouvia. Não me interpretem mal, eu AMO os hits mais recentes de anime, sobretudo os mais pop-rock, mas este feeling, encaixa tão bem com a obra e é tão bonito per se, os meus parabéns à produção pela escolha músical.

Mas não é só do opening que a banda sonora é feita. No episódio 2 tivemos um cheirinho de um término mais emocionalmente empactante acompanhado com uma melodia melancólica que encaixa na perfeição com a cena em causa. Neste terceiro episódio voltamos a ter uma construção de episódio que culmina numa espécie de cliffhanger emocional acompanhado pela música do ending a surgir de mansinho.

À partida isto será a formula do anime, comédia – romance – drama suave – momento de reflexão + melodia a acompanhar. Mas não me interpretem mal, eu gostei muito deste episódio por isso mesmo!

Estranho? Já explico.

 

 

Koikimo possui uma base assente no cliché romântico de adolescente no secundário com homem bonito, de sucesso, uns bons anos mais velho. Claro que segundo as leis ocidentais tal é extremamente questionável todavia, no Japão é, não só bastante habitual, como muitas vezes usado em shoujos (sobretudo os da década de 90/ início de 2000 – se não estou em erro).

Para ajudar ao conjunto de clichés reunidos num só anime, temos o caso de Kai Tamaru que será, claramente, um rival amoroso de Ryou. No episódio 2 tinha-vos falado para estarem atentos aos pormenores, neste vemos o porquê: Kai assistiu ao abraço entre Ryou e Ichika! Era ele que estava atrás da coluna, sentado no chão!

 

 

KoiKimo Episódio 3 – Cliché mas nem tanto!

“Ai que seca, tão previsível!”

Não achei de todo. Isto porque, apesar de a cena em si e a adição do rival amoroso ter sido a receita básica tantas vezes lida/assistida por quem gosta de shoujo/romance, as personagens são escritas com personalidade forte, realistas – fugindo um pouco às personagens tipo e exterismos (ok, deixemos o extremismo para o Ryou xD).

 

 

Tamaru tem, claramente, sentimentos por Ichika e não foi de todo com a cara de Ryou. Mas vamos ser realistas: quem vai acreditar que um homem na casa dos seus 27 anos, bem sucedido e extremamente bonito iria andar atrás de uma estudante do secundário?

A resposta mais óbvia é que está a gozar com ela, a divertir-se às suas custas, e não porque gosta mesmo dela. Foi bom ver essa dúvida implementada em Ichika e observar a mesma a pensar sobre o assunto. Claro que adoro finais felizes, mas a exuberância do Ryou tem que ter repercussões, neste caso os seus sentimentos postos em causa pela sua amada.

 

Após 3 episódios consigo perceber se quero assistir?

Sem querer entrar mais em detalhes para dar a oportunidade àqueles que ainda não assistiram de desfrutarem em primeira mão da série, em Koikimo há críticas, comentários e reflexões lógicas e práticas entre os personagens. Claro que é um anime de comédia romântica com os seus exageros e cenas feitas para determinado propósito mas não é por isso que é uma obra menos boa.

 

 

Estes três primeiros episódios foram eficazes para mostrar isto e penso que, se viram até aqui e gostaram, vão gostar ainda mais a partir de agora!

Se por um lado não acharam tanta piada, talvez esta série não seja para vocês! Há animes para todos os gostos e isso não faz deles melhores ou piores animes, experimentem outros porque esta será a linha de Koikimo.

E foi esta a minha reflaxão sobre Koikimo episódio 3! E vocês, o que estão a achar? Deixem tudo nos comentários!

 

Artigos Relacionados

Muv-Luv Alternative – Anime revela Vídeo Promocional

Capa Manga Shingeki no Kyojin Volume 34 revelada! – Final

Made In Abyss recebe Jogo RPG de Ação 3D