Donten ni Warau | Análise

por Cátia Coelho
Donten ni Warau Manga

Donten ni Warau é uma obra da criação de Kemuri Karakara também autora de mangas como Countdown 7 Days, :REverSAL e Replica. A história em análise conta com uma reduzida quantia de 6 volumes, constituídos por 29 capítulos, publicados entre 15 de outubro de 2010 a 15 de maio de 2013 através da revista Comic Avarus. Tendo como géneros predominantes a ação e o estilo shoujo e histórico, Donten ni Warau possui uma gigantesca pontuação positiva de 8.53 no MyAnimeList! Serão estes valores merecidos?

 

Don ni Warau Manga Análise

 

Donten ni Warau | A História

No décimo primeiro ano da Era Meiji, a posse de armas passou a ser proibida pelo Governo e, por este motivo, aqueles conhecidos outrora como samurais começaram a desaparecer. Todavia, muitos foram aqueles que não gostaram das novas mudanças no Japão (que iria introduzir a cultura ocidental no país marcado pelo momento do Iluminismo) o que levou a que os índices de criminalidade aumentassem inevitavelmente! Com este cenário, a única solução eficaz a ser adotada foi a construção de uma prisão no meio de um lago, considerada como impossível de fugir, albergando assim os piores criminosos. Como o meio de acesso a esta prisão era somente possível através da água, três pertencentes à família Kumou eram os encarregues de transportar os prisioneiros para a sua nova casa.

 

Prisão em Donten ni Warau

A prisão que alberga os piores criminosos

 

Donten ni Warau | Progressão Narrativa

A história inicia-se com um tema bastante apelativo e que deixa a nossa imaginação voar para possíveis modos de continuação do manga. Afinal temos como centro da narrativa uma prisão construída no meio do lago, habitada pelos piores criminosos e, acima de tudo, um local onde estes mesmos seres – tão perigosos – temem! Posso afirmar que as minhas expetativas seriam as de se conduzir experimentos nos prisioneiros ou qualquer tipo de tortura/segredo… Contudo, e sendo honesta, Donten ni Warau é classificado como shoujo, e tais expetativas não se coadunam com este tipo de estilo.

Dito e pensado, a progressão narrativa alterou-se completamente! Para além do foco nos criminosos que tentavam fugir da prisão, a história passou a concentrar-se bastante no céu nublado – há já 300 anos! – e nos rumores de que isso era devido a um qualquer tipo de serpente gigante. Como seria possível um tal ser transformar os céus, para todo o sempre, num manto de nuvens escuras?

Esqueçam a serpente gigante por um momento, pois esta só irá ter a visibilidade necessária páginas adiante. Os capítulos iniciais terão como temas principais o conto de várias histórias em separado. No início pode até parecer um tanto estranho esta sucessão de contos divergentes em épocas alternativas, no entanto, à medida que a narrativa avança, todos estes mundos, tidos como diferentes, irão entrelaçar-se uns nos outros criando uma única linha temática. Pode parecer confuso agora, mas quem já leu este manga compreende do que falo. Apenas não adianto mais para não conter spoilers.

 

Donten ni Warau Histórias

Dois tipos de histórias diferentes presentes no início do manga

 

Finalmente, o verdadeiro objetivo de existência deste manga decide aparecer: a presença do Orochi! O Orochi é uma gigante serpente (espírito ou demónio) que amaldiçoa o Japão, desde eras mais antigas, e que ameaça este país em certos períodos de tempo. Não se sabe o que move este ser, apenas que a cada 300 anos emerge do corpo de um humano (que funciona como seu recipiente) e intenta destruir o que encontrar pela frente. Para que possa ser parado, o Orochi tem de ser selado com magia; ele não pode ser derrotado, apenas selado a cada 300 anos repetindo-se assim um ciclo inevitável! A presença deste demónio é a causa da permanente nebulosidade já falada acima.

 

Donten ni Warau, o Orochi

Orochi na sua forma final

 

O resto do manga irá incidir na descoberta do verdadeiro recipiente do Orochi, para que este último possa ser selado e impedido de destruir o Japão. No meio desta missão muitos mistérios e segredos serão desvendados. Também muitas cenas chocantes e marcantes irão ter lugar no manga – bem, ao menos foi essa a intenção da autora, mas comigo o efeito produzido não foi o mesmo pela fraca ligação que tive com os personagens!

 

Donten ni Warau | Personagens

Os personagens em Donten ni Warau são outro dos fatores negativos na qualidade desta obra! Vamos conhecer os principais.

 

Donten ni Warau - Tenka Kumou

Tenka Kumou, o filho mais velho da família Kumou

 

Tenka é o filho mais velho da família Kumou e, obviamente e previsivelmente, o mais forte dentre os seus irmãos. Este personagem é muito popular e respeitado pela comunidade e conhecido por andar sempre com um sorriso na cara. Cria os seus dois irmãos sozinho, tendo com conta que os seus pais foram mortos.

 

Donten ni Warau - Soramaru Kumo

Soramaru Kumou, o filho do meio da família Kumou

 

Soramaru é o chamado “filho do meio” da família Kumou e, como já previsto, pretende ser tão ou mais forte que o seu irmão mais velho. Dentre os três protagonistas, Soramaru é o mais sério e responsável. Apesar de se considerar fraco, possui uma determinação gigantesca e irá fazer uso dela para sair da sombra de Tenka.

 

Donten ni Warau - Chuutarou Kumo

Chuutarou Kumou, o filho mais novo da família Kumou

 

Chuutarou é o membro mais novo da família Kumou, o qual segue fervorosamente Tenka. Ele é a encarnação do “irmão mais novo ideal“: entusiasta, energético, obediente e seguramente cheio de orgulho dos seus irmãos, ainda que um tanto ingénuo como toda criança deve ser.

 

Donten no Warau - Shirasu Kinjou

Shirasu Kinjou, o mordomo da família Kumou

 

Shirasu Kinjou é o mordomo da família Kumou e melhor amigo de Tenka Kumou. Possui uma personalidade calma, é educado e um tanto misterioso. Foi acolhido por esta família de três irmãos que o consideram como membro desta.

É possível para qualquer um vislumbrar que os personagens aqui apresentados são básicos, rasos e, na sua maioria, sem “personalidade própria”, já que parece que vivem em função de uma única pessoa: Tenka Kumou. Para além disso, apesar de tudo o que este irmão mais velho fez pela comunidade e pelos seus protegidos, tudo parece demasiado forçado e mecânico para obrigar o leitor a gostar dele, principalmente num especial acontecimento que irá ocorrer!

Da minha parte não foi bem sucedido; Mas tal aconteceu com todos os personagens, não consegui estabelecer qualquer tipo de ligação com qualquer personalidade existente neste manga, talvez pelos poucos capítulos nos quais não foi possível aprofundar o conhecimento sobre os mesmos, talvez mesmo porque estes estão redondamente mal escritos. A opinião da maioria das pessoas é bastante divergente da minha, pelos comentários que tenho lido, portanto não tenham em muita atenção o que eu digo aqui. Se acharem que é algo apelativo aos vossos gostos, leiam o manga e desfrutem da história!

 

Donten ni Warau | Arte ou Visual

A arte deste manga é o que realmente sobressai aos olhos do leitor. É um prazer poder vaguear pela história e poder desfrutar de imagens quase realísticas, principalmente no que toca aos personagens. Mas melhor que falar é poder vê-la. Deixo-vos aqui algumas imagens para que possam apreciar o talento de Kemuri Karakara.

As legendas foram suprimidas por poderem conter spoilers.

 

Donten ni Warau Manga Arte

 

Donten ni Warau Manga Arte

 

Donten ni Warau Manga Arte

 

Donten ni Warau Manga Arte

 

 

É incrível a forma detalhada de desenho que a mangaká nos oferece, fazendo com que a leitura da história se torne menos sofrível.

O único aspeto negativo a apontar é a demasiada semelhança nas faces masculinas dos vários intervenientes, tendo-me sido por vezes difícil distinguir quem proferia o quê ou quem estava presente em certas cenas da narrativa.

 

Donten ni Warau | Consistência Geral e Juízo Final

Chegamos finalmente à parte final de toda uma viagem acerca do manga Donten ni Warau. Penso que tenha dado para entender que não fiquei fã da história do manga, apenas da belíssima arte da mangaká Kemuri Karakara!

Inicialmente, a obra podia ter tudo para dar certo: um bom conceito, um bom cenário e uns excelentes traços. Todavia, a progressão narrativa foi um tanto fraca. Senti que os acontecimentos não apareciam naturalmente e sim que eram todos bastante forçados para levar a história num certo sentido ou para tentar construir ligações com os personagens por parte dos leitores. Convém, contudo, ressalvar os capítulos iniciais do manga que me deram bastante gosto e prazer em ler, mas foi só! O martírio que se seguiu para o terminar não compensam a boa parte inicial.

Outro aspeto que não compreendo perfeitamente é a classificação deste conto como shoujo. Apesar de um romance (também um tanto forçado) ter lugar na trama, ele não é de todo predominante na mesma; talvez esta classificação se deva ao amor persistente dos três irmãos e tudo o que eles fazem para se protegerem uns aos outros. Só posso entender que se trate deste estilo neste sentido, pois com todas as lutas, esquemas, vinganças, segredos… parece que estamos mais presentes num manga shounen e talvez psicológico, porém daqueles bem fraquinhos.

 

Donten ni Warau - Soramaru Kumou

Soramaru Kumou

 

Como proferiu, e bastante bem, um conhecido meu: “Este manga tem tudo para dar certo, mas nunca consegue ser realmente emocionante“. Concordo plenamente com estas palavras. A obra possui uma trama, um segredo, reviravoltas chocantes (!), mas… não consegue captar o leitor e levá-lo para dentro da história, fazê-lo sofrer pelos personagens, odiar outros… Como leitora senti-me numa posição externa ao que se passava, simplesmente via os acontecimentos passar e nada me diziam – tirando uma ou outra situação!

Apesar de tudo o que já disse, o manga poderia ter salvação com um bom final, o que, redondamente, não aconteceu! O desfecho é demasiadamente previsível, foi-me possível ter noção de como ia terminar a história “sem nem lá perto andar”. Para quem não gosta de finais simples, fáceis, previsíveis aconselho a que se afastem.

Mas não desesperem os fãs desta obra! Nem tudo é mau! Para além da fantástica arte, que já mencionei, Donten ni Warau possui cenas cómicas bastante agradáveis e que vos podem arrancar um sorriso dos lábios – a mim também o fez -, esforça-se bastante em transmitir o amor existente entre irmãos e a demonstrar que a família e amigos são o mais importante. Também vos irá presentear com bastantes intrigas e segredos!

Como costumo ser um tanto radical nas minhas análises e opiniões, as pessoas tendem a discordar de mim constantemente (acontecendo os casos típicos de: se eu disse que certo manga/anime é mau, então com certeza é uma obra prima! ;)). Por isso, se a história vos despertou interesse, ide em frente, tenho a certeza que irão apreciar este manga!

 

 

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.