Jujutsu Kaisen Episódio 8 – Opinião

por Arthifis
Jujutsu Kaisen Episódio 8 – Opinião

Embora o oitavo episódio de Jujutsu Kaisen não tenha desenvolvido muito a história, foi um episódio cheio de ação. Honestamente, não me importo! A animação é tão suave que estou sempre expectante para ver estas batalhas completamente overpowered.

 


Podes consultar AQUI todas as opiniões semanais de Jujutsu Kaisen.


 

Jujutsu Kaisen Episódio 8 – Opinião

O Anime apresentou algumas personagens novas que são bastante únicas. Por um lado, adorei ver o musculado Tudou com olhos em coração a pensar na sua ídolo favorita. Por outro, a Mai é a aquela ca*** que tu gostas, mas que apetece esbofetear na mesma. No entanto, tenho uma questão. Como raio é que o casaco de Tudou voltou a ficar inteiro sozinho? Tenho a certeza que ele o rasgou no início da batalha!

 

Jujutsu Kaisen Episódio 8 – Opinião

 

Pequenos erros à parte, o episódio foi super divertido. Claramente, os nossos protagonistas ainda têm muito que aprender se quiserem ganhar o campeonato.

Paralelamente, vimos Satoru a tratar o exorcista sénior tal e qual como ele merece. Parece-me que é um dos que quer matar Itadori, portanto é bem feito que alguém lhe responda à letra! A cena não foi muito significativa, mas foi interessante ver a guerra entre gerações e como a forma tradicional de resolver as coisas já não está a funcionar. Em resumo, esta cena indica que, para além das maldições, Itadori também vai ter de ter cuidado com a comunidade de exorcistas.

No fim do episódio, tivemos um pequeno vislumbre do que será a próxima ‘arc’. Mal posso esperar para ver como se vai desenvolver! Especialmente agora que Sukuna pode controlar o corpo de Itadori quando lhe apetecer.

Gostaste do oitavo episódio de Jujutsu Kaisen? Diz-me tudo nos comentários. 😊

 


Artigo originalmente escrito no meu blog pessoal – Animeshelter

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.