ARTLAND – Estúdio Anime fecha as Portas

por Pedro Costa
ARTLAND - Estúdio Anime fecha as Portas

A Teikoku Databank, empresa de investigação de mercado e crédito corporativo, reportou, esta sexta-feira, que o estúdio de animação Artland cessou operações dia 30 de junho, e a empresa contratou um advogado para tratar dos negócios pós-operativos.

A Teikoku Databank lista a dívida da Artland, à data de dezembro 2016, em cerca de 2.3 milhões de euros (298 milhões de yen).

 

ARTLAND – Estúdio Anime Fecha as Portas:

ARTLAND - Estúdio Anime Fecha as Portas

Como assim fechou portas?? (Chrome Dokuro – Katekyo Hitman Reborn)

 

O falecido realizador anime Noboru Ishiguro estabeleceu a Artland em 1978. O estúdio produziu títulos anime tão icónicos como: The Super Dimension Fortress Macross, Megazone 23, Ginga Eiyuu Densetsu (The Legend of the Galactic Heroes) e Mushishi.

A empresa tornou-se subsidiária da Marvelous em 2006. Até esta altura, produziu anime como Mushishi Katekyo Hitman Reborn!.

Em 2010, a Marvelous dividiu a Artland em estúdio de animação e empresa detentora de direitos. Recentemente, o estúdio trabalhou na série de 2015, Komori-san wa Kotowarenai! (Komori-san Can’t Decline).

 

ARTLAND - Estúdio Anime Fecha as Portas

Ginga Eiyuu Densetsu

 

Atualmente, a Artland estava a trabalhar no anime Sin: Nanatsu no Taizai (Seven Mortal Sins), que está agendado para ter 12 episódios. O 11º episódio da série estreou esta sexta-feira.

 

sin Nanatsu no Taizai - Segundo Vídeo Promocional apresenta Opening | ARTLAND - Estúdio Anime Fecha as Portas

Sin: Nanatsu no Taizai

 

À data de novembro 2013, a Teikoku Databank listava as receitas anuais do estúdio na ordem dos 2 milhões de euros (260 milhões de yen), mas chegando a dezembro 2016 as receitas anuais eram apenas cerca de 162 mil euros (21 milhões de yen).

A empresa explicou que apesar da Artland continuar a fazer obras populares como Mushishi, os custos de outsourcing do estúdio compreendiam quase 90% dos seus custos de produção, levando ao continuado acumular de dívida.

 

ARTLAND - Estúdio Anime Fecha as Portas

Mushishi

 

A Emon Animation Company anunciou, em junho 2016, que estava a investir no estúdio com o propósito de fortalecer a sua capacidade de produção. A Emon Animation Company comprou 51% das acções da Artland, e planeava reestruturar a empresa.

A Emon é a filial Japonesa da Haoliners, uma marca de animação sediada em Shanghai, e subsidiária da Shanghai Haoliners Cultures Media Co., Ltd.

 


Artigos Relacionados:

Studio Atelier BWCA fecha as Portas

Manglobe teria dívidas superiores a 4 milhões de euros

Manglobe – Afinal o que aconteceu?


 

Fonte: Anime News Network

 

0 comentário

Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.