Astro Boy – Descoberto Rascunho de História não Usado

por Pedro Costa
Astro Boy - Descoberto Rascunho de História não Usado

Eiji Ōtsuka, um professor de 59 anos do Centro Internacional para Estudos Japoneses, relatou que descobriu um enredo de 36 páginas, não usado, para um não-transmitido primeiro episódio de Astro Boy, a série anime pioneira de Osamu Tezuka.

Mamoru Makino, historiador de filme, escreveu o cenário através de um convite e contrato com Tezuka-sensei, e Makino tinha estado a guardar o enredo na sua casa, em Tokyo. Na altura, Makino estava a trabalhar como realizador de documentários.

 

Astro Boy – Descoberto Rascunho de História não Usado:

Astro Boy - Descoberto Rascunho de História não Usado

 

O enredo, intitulado “Frankenstein”, está escrito à mão em 36 páginas de papel manuscrito (imagem acima), com notas de edição e revisão pelo próprio Tezuka-sensei.

O episódio retratava Astro Boy contra Frankenstein, um robot controlado por malfeitores. O tratamento da história inicia-se com o staff numa fábrica de robots, conversando, e Tezuka-sensei escreveu, no tratamento, o comentário: “Esta cena de abertura não seria melhor sem falas entre os mecânicos?”.

 

O início do Anime no Japão | Osamu Tezuka

 

O enredo permaneceu sem uso por razões que continuam por apurar. O primeiro episódio do anime acabou por ser o episódio, “The Birth of Astro Boy”.

(Pequeno vídeo desse primeiro episódio)

 

O anime Astro Boy, de 1963, adaptou o manga do mesmo nome de Osamu Tezuka, e tornou-se a primeira série animada de meia-hora do Japão. O próprio Tezuka-sensei comandou a produção do anime no seu estúdio, Mushi Production. A série foi pioneira em técnicas de animação e métodos de produção, que levaram à origem das primeiras estéticas e estilos em anime televisivo.

 

Fonte: Anime News Network

 

0 comentário


Loading...

Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.