Dark Souls para Iniciantes

por Tiago Gomes
Dark Souls para Iniciantes

Dark Souls foi desenvolvido e publicado para PlayStation 3, Xbox 360 e Microsoft Windows (PC) pela From Software no Japão e pela Namco Bandai Games internacionalmente.

Dark Souls passa-se no reino fictício de Lordran, onde os jogadores assumem o papel de um personagem humano amaldiçoado que foi escolhido para fazer uma peregrinação, saindo do Undead Asylum (literalmente, Hospício dos mortos-vivos) para descobrir o destino dos mortos-vivos. Não existe propriamente uma história contada, mas pode-se obter várias informações pelas descrições dos itens do jogo e de diálogos com personagens não jogáveis.

O jogo foi muito aclamado pela crítica, as notas que lhe foram atribuídas foram bastante altas, 89/100 pela Metacritic, 9/10 pela IGN e 9.5/10 pela GameSpot. Definitivamente há um grande amor pelo jogo, e é merecido. Já na opinião dos “comuns” jogadores, bem… há um misto de sentimentos, pois a dificuldade do jogo é bastante alta, como se diz na gíria, é um jogo “Hardcore” o que certamente levou a muitas opiniões menos positivas, que era muito difícil, muito monótono e talvez um pouco desinteressante. Depois há outros que dizem que é um dos melhores RPGs de todos os tempos! (faço parte destes últimos hahaha)

 

Dark Souls para Iniciantes – Onde tudo Começa

Não se enganem, isto não é um Walkthrough, mas sim uma espécie de “Sejam Bem-Vindos ao Mundo de Dark Souls”, vou falar muito no geral das funcionalidades, dar algumas dicas para novos jogadores, mas não vou “estragar” a diversão de conhecer mesmo o jogo, pois para mim, isso foi o melhor, ficar a conhecer o mundo deste magnífico jogo.

Não passei muitas horas a jogar o primeiro jogo da franquia, já o segundo, Dark Souls II, joguei até ao fim e ainda repeti! A base do jogo é a mesma em qualquer um dos 3 jogos lançados. Não há ligação histórica entre eles, porém, são passados no mesmo mundo de fantasia. O jogo começa pela criação da personagem, e aí já temos que fazer algumas escolhas, por exemplo, a classe que queremos. Eu prefiro jogar mais close-combat neste tipo de jogos, por isso, escolho Knight ou Warrior, mas há outras como Swordsman, Bandit, Cleric, Sorcerer, Explorer e a mais engraçada Deprived!

 

A classe Deprived tornou-se uma inside joke da comunidade, acho que o motivo é óbvio.

 

A escolha da classe influência o quê? Primeiro de tudo, influência o vosso estilo de jogo e como o irão jogar, se forem como eu, e gostarem de jogar mais close-combat, têm que escolher uma classe que tenha atributos para uma melhor performance nesse estilo. Há 9 atributos base, e todas as classes têm um valor diferente e, também, começam com armas diferentes, logo aí já podem visualizar mais ou menos qual o estilo de jogo da classe. O importante é estarem confortáveis com a classe, podem sempre experimentar as que gostam mais e no final, escolher a que se adequa mais ao vosso estilo, foi o que eu fiz.

Passando o ecrã de criação de personagem, começa o jogo, e há sempre um mini tutorial, diria eu. Há mensagens no chão com dicas e aspetos básicos do jogo, como atacar, esquivar e etc. E agora é explorar o mapa, seguir em frente (mas com cuidado, armadilhas e mobs aparecem do nada, provavelmente às vezes vão ter sustos) e completar o jogo.

Dark Souls é um jogo difícil, um jogador casual provavelmente irá passar muitas frustrações, quer dizer, acho que qualquer jogador passa frustrações neste jogo e também é isso que “agarra” os jogadores, é muito recompensador finalmente derrotar aquele Boss que estamos há 1h a tentar derrotar! Admito que no início pensei em desistir umas quantas vezes, criei várias personagens e era bastante difícil passar algumas fases, mas há varias maneiras de ultrapassar as dificuldades e o jogo oferece-as, temos é que saber utiliza-las!

 

O “Death Screen”, habituem-se a ele!

 

Dark Souls para Iniciantes – Tips and Tricks

Há vários monstros (mobs), com padrões de ataque distintos, é importante aprender os padrões de cada um para fazer aquela esquiva perfeita no momento perfeito para não andarem sempre a consumir os vossos frascos de HP. Temos que saber economizar, não é verdade? Cada vez que matam um mob, ele dropa Souls e, por vezes, uns itens.

Como disse anteriormente, temos que saber ser económicos, tanto em termos de itens como em termos de stamina. Diria que a Endurance é um dos status mais importantes do jogo, é o status que aumenta a stamina, que serve para as esquivas e ataques. Eu sou aquele tipo de pessoa que nos jogos não usa regularmente todas as funcionalidades como guard, dodge e etc. A maior parte são de defesa, mas neste jogo acho que fui severamente penalizado por essa “mania”, mas aprendi a lição e estou a passar essa informação: usem e abusem, mas economizem a stamina! Nunca sabem quando aparece um mob com um padrão de ataque novo e em vez de atacar, ele faz um charge e voltam a ver o “Death Screen” pela 100ª vez, porque não tinham stamina para esquivar.

As bonfire são os “save points” basicamente, da próxima vez que morrerem, recomeçam da ultima bonfire que acenderam (estão apagadas inicialmente). Da para treinar e fazer upgrade nas vossas personagens, recuperar os ditos fracos de HP, chamados Estus Flask, fazer Fast Travel entre localizações (outras bonfires) e fazer respawn aos mobs naquela área.

Podem haver situações em que vocês não saibam o que fazer e é perfeitamente normal, pois o jogo também tem os seus hidden secrets e afins. Não desesperem, façam uma pausa, vão pesquisar, ou simplesmente explorem com mais calma. Mas quando virem uma área com névoa e que pede para apertar alguma tecla para entrar, cuidado, vem aí um encontro com um Boss! Os boss’s são maravilhosos, num bom e mau sentido, são uma grande fonte de Souls que é o “recurso” para comprar itens e fazer upgrade na vossa personagem, mas à medida que vão avançando esses encontros são cada vez mais difíceis, e é preciso concentração.

Há inúmeros itens que ajudam a personagem a ficar mais forte, mas tenham em conta que cada Boss é um boss, tem fraquezas e padrões de ataque diferentes. Eu pessoalmente gosto de ir pesquisar um pouco sobre eles, saber as suas fraquezas, normalmente faço isso quando não consigo derrotar à primeira ou segunda vez. Assim já sei o padrão de ataque, mas só preciso de umas dicas para melhorar a minha performance na luta.

Com o passar do tempo, conseguem encontrar itens melhores, armas, equipamentos e etc, mas cuidado que precisam de ter Vitality (um status que podem dar upgrade na bonfire) pois este status permite carregar itens mais pesados, normalmente mais pesado significa que o equipamento é melhor, mas não é uma regra geral. Todos os equipamentos e armas podem receber upgrades para ficarem mais fortes e até ficarem com dano elemental, usando o item certo.

De certo que há muito mais para falar sobre o jogo, em termos de gameplay, dicas, passagens secretas e etc. Mas essa também é uma das partes interessantes, a descoberta do mundo de Dark Souls!

 

Dark Souls para Iniciantes – Pensamentos Finais

Podemos falar dos gráficos deslumbrantes, a atmosfera um pouco sinistra e misteriosa e a música imponente, mas a franquia Dark Souls destaca-se pela dificuldade e pela qualidade do gameplay. É certamente um must play para qualquer pessoa que realmente goste de RPGs e de novos desafios. Dark Souls marcou um novo patamar na qualidade de jogos, há muitos jogos semelhantes, mas nenhum que dê o mesmo feeling que Dark Souls transmite.

Espero que com este artigo ganhem curiosidade e alguma coragem para entrarem neste mundo, pois acredito que conquista cada um que entre nele, se for persistente.

E como presente, aqui fica um trailer do jogo, atenção está rated H!

 


Dark Souls Remastered está a Caminho!


 

0 comentário

Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.