Death Note Live-Action usou Imagens Reais Não Autorizadas

por Usagi Wright
Death Note Live Action - Sequela em Desenvolvimento

Na adaptação ocidental da obra Death Note, na Netflix, existe uma cena que retrata uma reportagem sobre um acidente de comboio.

Fontes de notícias holandesas revelaram que o filme utilizou imagens reais de um desastre de comboio que aconteceu na Bélgica em 2010 e que matou 19 pessoas e feriu 310, sem permissão.

 

Death Note Live-Action usou Imagens Reais Não Autorizadas

Death Note Live Action - Netflix revela Trailer Oficial

 

A National Railway Company da Bélgica alegou que a Netflix nunca pediu permissão para fazer uso de tais imagens. “Isto mostra pouco respeito pelas vítimas e parentes sobreviventes ou pelo pessoal da ferrovia e pelos serviços de emergência. Estamos a decidir se iremos tomar providências para lidar com este assunto“, disse o porta-voz Dimitri Temmerman ao jornal Algemeen Dagblad.

Nenhuma das famílias dos falecidos ou quaisquer sobreviventes foram notificados de antemão. A sobrevivente Anita Mahy disse que a inclusão da gravação a deixou furiosa. “Vocês só vão sentar-se e assistir um filme à noite sem suspeita, apenas para enfrentar o acidente novamente.”

O filme de Death Note – Light Up The New World, dirigido por Adam Wingard, estreou na Netflix no dia 25 de agosto. Apresenta o Nat Wolff como Light Turner, Keith Stanfield como L, Margaret Qualley como Mia Sutton, Willem Dafoe como a voz de Ryuk, Paul Nakauchi como Watari e Shea Whigham como James Turner. Uma sequela está atualmente a ser produzida.

A Netflix também utilizou a arte de fãs de Sword Art Online como imagens de banner sem qualquer permissão.

 


Artigos Relacionados

Death Note Live Action – Sequela em Desenvolvimento

Death Note Live Action – Netflix revela Trailer Oficial

Death Note Live Action – Produtor responde à Controvérsia!


 

Fonte: Anime News Network

 

0 comentário

Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.