Indústria de Produção Anime Bate Recorde de Rendimento

por Pedro Costa
PA Works apresenta Novo Estúdio Anime | Galeria | Indústria de Produção Anime Bate Recorde de Rendimento

A 10 de agosto, a firma de pesquisa financeira Teikoku Databank, publicou uma investigação da indústria de produção anime e reportou que a indústria atingiu um recorde de rendimentos de 203.721 biliões de yen (cerca de 1.6 mil milhões de euros) em 2017.

O rendimento total representa um aumento de 39.6% ano-a-ano, continuando a tendência positiva dos últimos três anos. O lucro real viu um aumento de 54.9%.

 

Indústria de Produção Anime Bate Recorde de Rendimento:

Indústria de Produção Anime Bate Recorde de Rendimento

 

A Teikoku Databank reuniu dados de 255 empresas de produção anime em julho 2018. Cerca de 90% das empresas estavam localizadas em Tokyo e 150 foram estabelecidas depois do ano 2000.

Pela primeira vez em sete anos, a média por estúdio atingiu os 800 milhões de yen (cerca de 6.3 milhões de euros). A média atingiu o pico em 2007 com 1.175 biliões de yen (9.3 milhões de euros), mas esteve durante vários anos em declínio devido a um aumento de empresas start-up e o outsourcing de produção anime a outras partes da Ásia.

Apesar do rendimento médio ultrapassar os 800 milhões, 82 estúdio apresentaram rendimentos inferiores a 100 milhões de yen, e 72 tiveram rendimentos entre 100 e 300 milhões de yen.

Muitos dos estúdios são muito pequenos: 86 empresas tinham 5 empregados ou menos, 83 tinham entre 6 e 20 e 51 tinham entre 21 e 50. (No geral, 94.5% das empresas tinham menos de 100 empregados.)

 

Indústria de Produção Anime Bate Recorde de Rendimento

Golden Boy (1995)

 

Estúdios que são contratantes primários ou principais sub-contratantes tiveram um rendimento médio de 1.65 biliões de yen, enquanto que estúdios de especialidade tiveram um rendimento médio de 273 milhões de yen. Ambos os totais revelam subida em 2017.

A Teikoku Databank atribuiu o incremento no rendimento de contratantes primários ao streaming e taxas de licenciamento de comités de produção.

Por outro lado, a feroz competição entre estúdios de especialidade mais pequenos, levou ao declínio do preço por trabalho de cada estúdio e ao aumento de trabalho que é aceite, apesar do reduzido staff.

A Teikoku Databank notou que quatro das empresas que estudou apresentaram falência em 2017, duas cessaram operações e duas foram dissolvidas. O total de seis empresas encerradas representa o terceiro maior registo na história, depois de 2010 quando oito empresas fecharam e 2009 e 2011 quando sete empresas fecharam.

 

Indústria de Produção Anime Bate Recorde de Rendimento

 


Indústria – Artigos Relacionados


 

Fonte: Anime News Network

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.