My Senpai is Annoying Anime – Análise

por Raquel Cupertino
My Senpai is Annoying Anime - Análise

My Senpai is Annoying ou Senpai ga Uzai Kouhai no Hanashi foi uma das estreias desta temporada de outono de 2021 mais aguardadas por mim.

Porquê? Perguntam vocês e muito bem, porque este é o meu subgénero preferido para assistir durante a semana.

Durante a semana gosto de consumir algo mais relaxante e de “fácil digestão”, que não tenha que pensar muito e, na melhor das hipóteses, que consiga me relacionar com os personagens ou história. Após um longo dia de trabalho, séries como estas são um bálsamo para a alma, que nos embala e liberta de todo o stress acumulado…

 

My Senpai is Annoying Anime - Análise

 

My Senpai is Annoying Anime – Análise

My Senpai is Annoying acompanha o dia-a-dia da saleswoman (acredito que seja o equivalente a vendedora) Futaba Igarashi, que devido à sua aparência é muitas vezes confundida com uma criança.
No seu local de trabalho, como seu supervisor, temos Harumi Takeda que peca pelo oposto da pequena e frágil (fisicamente, apenas!) Futaba, sendo literalmente enorme.
Ao longo de 12 episódios acompanhamos o dia-a-dia destes dois protagonistas e a sua interação com os restantes colegas de trabalho e amigos/família.

 

My Senpai is Annoying Anime - Análise

 

Quem vai gostar de Senpai ga Uzai Kouhai no Hanashi?

Para quem procura uma série sem comprometimento, sem história profunda, sem drama, só para relaxar, esta é uma ótima obra. Ela cumpre o seu objetivo e não finge ser o que não é. Digamos que nos conquista pela simplicidade do que oferece.

Não vou dizer que a animação é por aí além, na realidade não passa de uma animação mediana em todos os sentidos. Contudo, cumpre o objetivo na perfeição, nem mais nem menos. Em termos de banda sonora, destaco o opening e ending que conseguiram captar toda a essência da série.

Mais, basta assistirem ao opening para perceberem se querem ou não assistir ao anime!

 

 

Como vemos pelo opening, a trama irá desenvolver-se sobretudo na empresa onde Futaba e Takeda trabalham, e serão inseridos alguns personagens ao longo da série. No final do opening fica-nos claro que existirá romance…

 

Com ou sem romance? My Senpai is Annoying Anime – Análise

Com ou sem romance? Olha aí está uma questão pertinente sobre esta romcom…

Mas Raquel, se esta série trata-se de uma comédia romântica, óbvio que terá que ter romance! A resposta está longe de ser consensual e, como é óbvio, não há “respostas certas”, tudo depende do gosto de cada um e o que cada um valoriza neste anime.

Primeiro de tudo vamos lá tentar perceber as grandes diferenças entre o anime e o manga.

 

My Senpai is Annoying opinião

 

Não é que a adaptação fuja do material fonte, não se trata de nenhuma adulteração radical da base da obra contudo, desde o opening que o anime aposta muito na equipa de trabalhadores da empresa e na sua dinâmica. Os protagonistas são claros desde logo, mas há personagens que apenas uns bons capítulos mais tarde na manga é que assumem destaque, e aqui são retratadas e usadas com frequência desde início. (Pelo menos é essa a ideia com que fiquei, já acompanho o manga há muito tempo pelo que a memória pode-me estar a falhar)

Resultado? O anime eleva a obra para o nível de slice of life de comédia com uma pitada de romance!

 

My Senpai is Annoying comédia

 

Como já deu para perceber sou fã de slice of life. Se este for related com situações laborais ou demonstra alguma situação cozy e idílica laboral estou completamente rendida. E este foi o caso.

Logo nos primeiros episódios acompanhamos o trabalho de Futaba e os desafios que esta enfrenta enquanto saleswoman. A apresentação do projeto, as respostas dos clientes, o lidar com os documentos, o falhar… De seguida, começamos a conhecer mais sobre a vida dos 4 protagonistas da história “extra-trabalho”: as suas relações pessoais, preferências e como lidam com as típicas festividades (Natal, Dia dos Namorados, Golden Week, Passagem de Ano).

 

Senpai ga Uzai Kouhai no Hanashi Romcom 2021

 

Honestamente, discordo de quem prefere sem romance! Prova disso é que nos últimos episódios vemos pequenos miminhos que nos aquecem o coração e nos fazem acreditar num romance iminente! E se isso não é uma boa base romântica então não sei o que é.

Temos que perceber que a base de My Senpai is Annoying é, claramente, a comédia (daí os exageros extremados de tamanho entre os protagonistas) mas isso não significa que não possam desenvolver um romance interessante. Infelizmente, apenas o saberemos quando a manga terminar e, quem sabe, criem uma segunda temporada…

 

Senpai ga Uzai Kouhai no Hanashi Top Anime RomCom

 

Vale a pena assistir a My Senpai is Annoying?

Eu diria que sim, sem dúvida que vale a pena assitir se depois de tudo o que leste até agora fizer sentido para ti. Estamos a falar de uma série de nicho. Não procura ser marcante ou se destacar no universo de adaptações anime mas promete aquecer muitos corações e soltar algumas gargalhadas.

Em suma, toda a narrativa é super simples e apenas as personagens a viver a sua vida enquanto sabemos mais sobre algumas delas e do seu passado.

 

 

Gostaste desta série e queres ler algo semelhante? Temos o artigo ideal para ti:

O Ataque das RomCom parte 01 – Cantinho do Beto

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.