Reportagem Iberanime OPO 2014 | Sábado

por João Simões
Reportagem Iberanime OPO 2014

Meses antes do grande evento, uma parceria foi estabelecida entre o Iberanime e o ptAnime. Destacados como repórteres, partimos numa aventura mágica no Pavilhão multiusos de Gondomar. Era o primeiro dia do Iberanime OPO 2014, as portas estavam longe de ser abertas e a nossa equipa já se encontrava no interior do recinto. Eram esperadas melhorias significativas, algumas mudanças de estruturação e organização geral, para o espaço promovido para a 3ª edição do evento, o que acabou por se verificar.

O vazio e silêncio do interior do pavilhão contrastavam com a azáfama protagonizada pelas centenas de pessoas que esperavam ansiosamente, do lado de fora. O cenário estava longe do esperado, a fila de adeptos de anime e cultura japonesa contornava o pavilhão. Nunca, em nenhuma edição, se viu uma multidão semelhante, considerando que ainda nos encontrávamos pela matina. Por volta das 10h30 as portas abrem. O que seria o melhor sábado do ano estava prestes a começar!

 

Reportagem Iberanime OPO 2014

 

Qual o primeiro lugar a que nos dirigimos assim que entramos no recinto?

Às lojas claro! Assim que a multidão invadiu o espaço, o grande chamariz e correria é focada nas lojas de merchandising. Apesar de não querer estar a afirmar nada sem certeza, penso que o número de lojas direcionadas ao merchandising aumentou. As lojas com que nos familiarizar-mos ao longo das edições marcaram a sua presença, assim como Aniplay, Casa da BD, Kingpin Books, etc. Mesmo que a Multiversus tenha estado presente, sentimos imensa falta da loja de retro gaming que nos acompanhou, não só antes da existência do Iberanime, mas também no durante as edições anteriores. Esperemos que esta tenha sido uma vez sem exemplo, porque a oferta de produtos e o divertimento que nos proporcionavam era inigualável.

Um exemplo claro do aumento de oferta comercial, foi a nova loja oficial do Iberanime. A ocupar a segunda fileira de exposição e venda de produtos, a pequena e recheada loja, promoveu a venda de t-shirts oficiais do Iberanime OPO 2014, bem como inúmeras camisolas temáticas. Atrevo-me a dizer que, ainda o dia ia a meio e poucas eram os jovens gamers sem t-shirt de League of Legends.

A obscuridade e censura artística felizmente não atingiram a banca de artistas oficiais do Iberanime, dedicada à criação de manga e exposição de desenho japonês. A equipa oficial é composta pelos membros responsáveis por toda a arte e desenho da franquia Iberanime, entre eles, os jovens ilustradores envolvidos nas imagens oficiais de cada edição.

Contámos também com presença de lojas estrangeiras que têm uma panóplia enorme de produtos tanto em quantidade como em qualidade.

 

Reportagem Iberanime OPO 2014

Reportagem Iberanime OPO 2014

Reportagem Iberanime OPO 2014

 

Uma multidão que se sente finalmente em casa!

Amizades que se criam e outras que se reencontram. É este um grande momento anual de encontro e/ou reencontro de todas as pessoas que conhecemos e mantemos o contato durante todo o ano. Isto aliado ao ambiente da convenção em si, faz com que toda a comunidade se sinta em casa.

 

Reportagem Iberanime OPO 2014

 

Músicas dos Openings, Endings e a até das nossas bandas sonoras favoritas em constante transmissão nas colunas do evento, produziam um ambiente sonoro familiar e nostálgico. Para quem tinha fome, não faltava comida asiática com bastante diversidade relativamente às edições anteriores.

 

Reportagem Iberanime OPO 2014

 

Reportagem Iberanime OPO 2014 | Cosplay World Masters!

Já era esperada sala cheia, para o evento cabeça de cartaz do primeiro dia de Iberanime OPO. Por volta 15h30, atraso pouco significativo face à grandiosidade do evento e número recorde de público aderente, o nosso tão habitual apresentador Itachi, fez as honras da casa e introduziu mais um espetáculo memorável.

Com 11 candidatos ao prémio Cosplay Word Masters, as apresentações tomaram início, no que parecia ser uma competição bem renhida. Os fatos estavam esplêndidos, ligados, na sua maioria, a jogos, a vitória seria definida pela apresentação do cosplay.

Os animes explorados variavam, desde Saint Seiya, Pandora Hearts e Bleach. Em poucos minutos, tivemos uma amostra do que de melhor pode ser reproduzido com base em emblemáticas personagens. A preferência no cosplay de personagens de jogos esteve patente no concurso, onde contamos com a participação de inúmeros carismáticos personagens, desde Alice: Madness Returns, BioShock e League of Legend.

A vencedora foi a polaca Shappi Kayle que interpretou magnificamente a demoníaca Valkyrie Randgris do jogo Ragnarok Online. A disputa pelo prémio de 750 euros, entregue pelo próprio Manz, patrocinador oficial do Iberanime, foi renhida. Ao contrário dos anos anteriores, vemos um acréscimo de cosplayers de qualidade. As diferenças entre os participantes começam a ser cada vez mais ténues, observando-se um desenvolvimento pessoal crescente.

 

 

Muita diversão para poucas horas!

O plano do primeiro dia do certame de anime e cultura japonesa foi recheado de atividades. Divididas entre três locais, podemos comprovar a primazia com que toda a organização estruturou os diversos entretenimentos oferecidos, ao longo de todo o dia.

Começando com os Workshops, estes realizaram-se no auditório presente no primeiro piso. Os temas desenvolvidos nas pequenas aulas oferecidas pelo evento, mantiveram os temas dos anos anteriores: Cosplay, Bonsai e Desenho e Ilustração. As novidades residiram nos workshops de Crossplay (desenho em maquilhagem) e edição de vídeo. Uma surpresa bastante agradável foi a presença de profissionais cada vez mais aptos e capazes de exporem e explicarem a sua especialidade.

 

Reportagem Iberanime OPO 2014

 

Em simultâneo, no palco secundário (palco principal na edição anterior) ocorriam as típicas exposições de cosplay. Uma vitrina repleta de fatos incrivelmente bem construídos e representados, cedidos pelas cosplayers que os fabricaram. O espaço recreativo, localizado no outro lado do pavilhão, serviu de palco para algumas atividades como os habituais Para Para Dance, demonstrações de Kendo, o famoso e divertido torneio Dragon Ball, entre outras iniciativas a fim de dinamizar o dia, oferecer o máximo de experiências possível e potenciar as interações sociais. O grande obstáculo no cumprimento de tão saudosos objetivos concentrou-se na localização e acústica da sala.

 

 

O divertido e apetitoso Noodles Monster teve lugar em dois espaços distintos. As eliminatórias no palco secundário, e a final do principal.

A panóplia de concursos que fazem parte do costumeiro leque de animações e prémios promovidos pela direção foram, na sua maioria, transferidos para o palco secundário. Sendo que apenas o concurso AMV manteve a sua posição no centro da exposição, em pleno palco principal.

Segundo o panorama geral de todas as atividades atrás referidas, verificou-se uma maior recepção por parte do público às desenvolvidas no palco principal. O esforço por parte do staff e apresentador para a mobilização do público demonstrou-se muito pouco eficaz. Perdidos entre o enorme pavilhão, muitas eram as fontes de distração e entretenimento que encontravam até chegar ao local, o que levava a que muitas vezes os eventos fossem atrasados.

 

Reportagem Iberanime OPO 2014

 

Infelizmente, muitos dos presentes no primeiro dia do evento não iriam repetir a dose de Iberanime OPO, no dia seguinte. A pensar nisso, Yoko Ishida protagonizou um fantástico mini-espetáculo que serviu de uma leve amostra ao que iriam perder no dia seguinte. Com temas bastantes familiares para a maioria de nós, colocou os fãs e curiosos ao rubro com as famosas músicas Para Para Dance. A música escolhida foi a épica “A Cruel Angel’s Thesis” do anime Neon Genesis Evangelion, juntamente com o público a cantora japonesa cantou, saltou, dançou e ensaiou a coreografia do início ao fim. Com uma tradutora incansável e sempre presente, não houve qualquer entrave na comunicação entre a simpática cantora e o público. É de realçar que a mesma aprendeu algumas palavras em português, e tentou sempre explicar utilizando o pouco conhecimento de português que detinha, ou recorrendo à língua inglesa.

 

E assim terminou o primeiro grande dia do Iberanime OPO 2014. E vocês, que acharam? Partilhem a vossa opinião e experiência na secção de comentários e incentivem os mais indecisos a participar em próximos eventos!

 

0 comentário


Loading...

Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.