Re:Zero recebe Jogo RPG para os Telemóveis

por Bruno Sales
Top 14 Causas de Morte dos Protagonistas de Isekai Anime

Esta segunda-feira (23 de Março, 2020) a Sega anunciou um jogo de telemóvel do género RPG e aventura baseado no popular anime Re:Zero – Starting Life in Another World.

Foi ainda revelado que o jogo será lançado em 2020 no Japão para os sistemas Android e IOS.

 

Re:Zero Recebe Jogo RPG para os Telemóveis

Re:Zero Recebe Jogo RPG para os Telemóveis

Imagens do jogo de Re:Zero

 

Neste jogo, o jogador segue o protagonista Subaru Natsuki enquanto revive a história do anime. Porém o jogador terá a opção de realizar escolhas diferentes das que o Subaru escolheu no anime, criando histórias alternativas as do enredo original.

Estas novas histórias estão a ser supervisionadas pelo criador original da série, Tappei Nagatsuki.

 

NOTA: Assim que existirem novas informações sobre este projecto incluindo um lançamento ocidental, o ptAnime irá prontamente noticiar.

 

Re:Zero Recebe Jogo RPG para os Telemóveis

 

De momento, está a ser lançada Re:ZERO -Starting Life in Another World- Director’s Cut, uma versão atualizada da primeira temporada do anime, que inclui algumas cenas novas e reorganiza os episódios para durarem uma hora. Esta versão estreou a 1 de janeiro (2020) e vai continuar até à primavera.

A primeira temporada da adaptação do light novel por Tappei Nagatsuki, estreou em abril de 2016. Foi disponibilizada pelo serviço Crunchyroll enquanto saía e, em 2019, ficou disponível na Netflix portuguesa. Também na Crunchyroll estão disponíveis os dois spinoff’s Re:Zero ~Starting Break Time From Zero~ e Re:PETIT ~Starting Life in Another World from PETIT~.

 

Relembramos ainda que a segunda temporada do anime foi adiada devido ao surto de Covid-19

 


Artigos Relacionados:

RE:ZERO – SEGUNDA TEMPORADA REVELA ARTISTAS DOS TEMAS

RE:ZERO ANIME – SEGUNDA TEMPORADA REVELA ESTREIA


 

Fonte: Gematsu

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.