Thermae Romae | Análise

por Renato Sousa
Thermae Romae

Ao ser o primeiro anime dos que estrearam neste Inverno a terminar, Thermae Romae conquistou o direito de ser o primeiro da respectiva temporada a receber uma análise da nossa parte. Vamos então a isso para percebermos se esta série tem realmente qualidade.

 

Thermae Romae | A História

Thermae Romae conta-nos a história de Lucius Modestus, um arquitecto de Roma que atravessa um mau momento profissional dada a sua falta de ideias arquitecturais.

Até que um dia, durante um banho público (Thermae) lá em Roma, na companhia do seu colega Marcus Pietras, Lucius vê-se obrigado a mergulhar para tentar concentrar-se. Ter alguma ideia genial que o possa promover como arquitecto é o objetivo desta sua investida na àgua. É por esta altura que o mesmo se depara com um estranho buraco debaixo de água. Ao tentar investigar o sitio, este é arrastado pelo mesmo indo de forma surpreendente ter ao Japão dos dias actuais (a série supostamente decorre no ano 128 d.C.).

Será por lá que Lucius irá aproveitar algumas ideias que o vão reerguer como arquitecto e que vão inclusive fazer com que este seja contratado pelo próprio Imperador Hadrianus. As viagens no tempo serão portanto uma constante, resta saber se as ideias reunidas por Lucius irão satisfazer os desejos dos seus clientes romanos.

 

Thermae Romae

 

Ambiente e Enredo

Ao ser uma série de apenas 6 episódios ou, se antes preferirem, de 3 divididos em duas partes, o anime não conseguiu desenvolver o seu enredo. A história em si é muito básica e a relação entre as personagens é quase nula.

O que podemos aproveitar é um pouco dos ambientes. Apesar de não terem os melhores gráficos, para tão pouco tempo de transmissão ainda apresentam alguma variedade. Viajamos por alguns locais do Japão com características diferentes, e o mesmo se pode dizer de Roma e dos territórios que estavam sobre o controlo do Império Romano, naquela altura.

Acrescento ainda que cada episódio repete o mesmo ciclo. Lucius identifica um problema ou recebe um pedido de alguém. Viaja para o Japão dos dias actuais Volta a Roma para resolver o problema. A única coisa que muda é a requisição e correspondente ideia de Lucius que, diga-se, durante as suas descobertas ainda nos consegue provocar algumas risadas. O traço humorístico não é de todo mau.

 

Thermae Romae | As Personagens

Muito pouco para dizer nesta secção, devido ao restrito número de personagens que a série contém. Para além da personagem principal, temos o já referenciado Marcus Pietras. Este surge em algumas conversas com Lucius, e o Imperador Hadrianus, que apesar de só aparecer lá mais para o fim é uma referência assídua na série.

As restantes personagens que aparecem ao longo do anime são basicamente as que contratam Lucius para resolver os seus problemas. Estas ainda mal foram introduzidas e já estão a desaparecer fruto da pouca longevidade de Thermae Romae.

 

Thermae Romae

 

Thermae Romae | Juízo Final

Concluindo, esta série baseada na manga de Mari Yamazaki não é propriamente dos melhores animes que se possa recomendar. O assunto abordado não é o mais atrativo. O grafismo e os efeitos aplicados não são dos melhores, e a própria vertente de humor não é nada por ai além.

Se fui só eu que não me senti cativado pela série? Não sei. A verdade é que no próximo dia 28 de Abril vai estrear um Live Action baseado neste anime, com o mesmo nome. Podemos encarar isto como um sinal de que lá para os lados do Japão a história teve sucesso.

Aqui no ptAnime, um dos objectivos do nosso trabalho é dar a conhecer o maior número de animes possível aos nossos leitores que procuram apenas ver as melhores séries de cada temporada. Ou seja, ajudá-los a perceber o que é bom e o que é mau. Ora tendo este facto importante em conta, é correto afirmar que Thermae Romae é dos animes que se deve descartar.

Como é hábito no final de cada análise, seguem-se vídeos (onde se inclui o trailer do Live Action que vai estrear) para os interessados ou curiosos. Até à próxima!

 

 

 

 

0 comentário

Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.