Chihayafuru | Episódio 18

por Renato Sousa
Chihayafuru - Chihaya Ayase

The Plum Blossoms Still Smell the Same

Este episódio trouxe até nós mais um torneio de Karuta para as várias classes. Como tem sido hábito ultimamente, Chihaya não teve lá grande sucesso. O mesmo não se pode dizer dos restantes membros dos Mizusawa que surpreenderam muito pela positiva.

 

Galeria de Imagens: Chihayafuru | Episódio 18

[pp_gallery gallery_id=”25534″ width=”230″ height=”150″]

 

O Saitama Hundred Poets Tournament tomou conta por completo deste décimo oitavo episódio de Chihayafuru. Inicialmente foi dado destaque aos hakamas que os vários elementos da equipa usam, através de Kanade e da sua própria mãe que surgiu pela primeira vez na série. Tal como a filha, a Sra. Oe dá extrema importância a estes trajes tradicionais japoneses.

Após este momento mais simbólico, partimos para o duelo na Classe A entre Chihaya e Kanai Sakura que se revelou uma bela surpresa. Primeiro pela idade da mesma, todos nós estamos habituamos a ver jogadores(as) jovens, mas tal não é o caso desta senhora. A segunda parte da surpresa tem a ver com a sua maneira de jogar que irá conduzir Ayase a mais uma derrota.

Ainda atormentada pela questão da sua velocidade de jogo que abordou no episódio anterior, e diante de uma adversária que ao longo do jogo foi aplicando estratégias acertadas em seu favor, a nossa “heroína” não teve a mínima hipótese. No entanto, nem tudo foi negativo para Chihaya, já que neste duelo a jovem conseguiu perceber que a velocidade não é o único atributo que lhe permite vencer jogos de Karuta.

Esta percepção das coisas levou-a mesmo no final do encontro a ir agradecer pessoalmente à sua adversária e respectiva família pelo embate. Algo bastante previsível. A reter desta cena fica o gosto que a senhora revela ter pelo Karuta apesar do seu insucesso nos torneios.

Logo de seguida veio a parte mais importante do episódio. Falo das finais das Classes B e D, que colocaram frente a frente Taichi e Nishida e Kanade e Desktomu, respectivamente. Tivemos assim, pela primeira vez, Ayase a assistir a embates entre os seus colegas de equipa em torneios oficiais. Isto foi, na verdade, um choque para a rapariga. Os jogos começaram e esta nem sabia para onde se havia de virar. Ao seu lado tinha Retro-kun que mais uma vez estava furioso por ter sido derrotado por Taichi logo na primeira ronda.

Sem dúvida que a inclusão de quatro personagens dos Mizusawa nestas duas finais era impensável para nós, espectadores. Uma final era previsível, mas duas não passava pela cabeça de ninguém. A verdade é que a autora decidiu que seria assim e nós percebemos porquê logo a seguir.

Nunca vimos Ayase a observar atentamente os seus colegas, a estudá-los, a perceber como jogam, e muito menos a aprender alguma coisa com eles. Com estes duelos em simultâneo, e depois de se acalmar, a jovem percebe finalmente que é isso que tem que fazer. Admirá-los, perceber a forma como jogam e como reagem a certas situações. Só assim esta poderá melhorar o seu jogo, porque o facto de os outros serem de classes mais baixas não quer dizer que esta não possa aprender nada com eles.

Vimos assim parte das finais do ponto de vista de Chihaya, mas também de Kanade e Tsutomu que foi o embate mais focado. Tudo o resto fica em stand-by para o próximo episódio onde iremos saber quem são os grandes vencedores e de que forma irão reagir os derrotados.

Foi mais um capitulo de Chihayafuru a bom nível, principalmente pela segunda metade do episódio. Que assim continue, e venham daí mais surpresas para tornar todo este ambiente em torno do Karuta mais interessante.

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.