Bungou Stray Dogs 2 | Análise

por Raquel Cupertino

Título: Bungou Stray Dogs 2
Adaptação: Manga
Produtora: Bones
Géneros/Demografia: Mistério, Seinen, Sobrenatural
Ficha Técnica: Disponível
Primeiras Impressões: Disponível

 

Bungou Stray Dogs | Opening 2

“Reason Living” – SCREEN mode

 

Bungou Stray Dogs foi uma franquia que me surpreendeu pela positiva mas que não me deixou perdida de amores após a primeira temporada. Teve imensos pontos positivos e a melhoria desde o primeiro episódio foi notável, num crescendo impressionante. Mas nada me preparou para o que estava para vir com esta segunda temporada. Caso para dizer que fiquei, de facto, completamente rendida pela franquia!

 

Bungou Stray Dogs 2 opening 1

 

No final da primeira temporada surge-nos o grande Francis Scott Key Fitzgerald (autor de O Grande Gatsby e O Estranho Caso de Benjamin Button), como presságio de um segundo cour dedicado ao confronto entre os nossos protagonistas e a Guild. No entanto, não foi bem isso que aconteceu… E ainda bem!

 

Bungou Stray Dogs 2 | Prequela

Bungou Stray Dogs conquista irrevogavelmente os seus espetadores com este filme compartido em 4 episódios, que compõem a entrada triunfante para a segunda temporada da série.

Estes episódios funcionam de forma completamente isolada, podendo, inclusive, ser assistidos sem qualquer conhecimento sobre a série. Para quem desejar entender a série (Bungou Stray Dogs 1 e 2) a 100% sem grande esforço, pode optar por assistir primeiro a esta prequela. No entanto, caso desejem assistir sob a ordem de produção, prometo que não se arrependerão. É maravilhoso juntar peças, compreender que tudo não passava de um grande puzzle montado desde o primeiro episódio. As verdadeiras intenções da série foram mascaradas pela comédia, aparentemente fácil e corriqueira.

 

Bungou Stray Dogs 2 - epi 16 capa

 

Apesar de se tratar de uma prequela decisiva para compreender Daizai, o protagonista destes episódios é Sakunosuke Oda. Um dos únicos amigos de Danzai e o gatilho para a mudança radical de filosofia de vida (e de agência) do nosso suicida preferido.

 

Bungou Stray Dogs 2 - Opening 1

 

Sem querer me alongar muito mais nesta pequena obra prima de animação japonesa: foram os melhores episódios de toda a série em todos os parâmetros. A história foi belíssima! Repleta de duplos significados, pistas largadas em todos os pontos da tela, num ambiente onde nada é o que parece. O cenário obscuro e ilusório apenas foi conseguido pela brilhante caracterização dos cenários, luz, fotografia, som e imagem. Que numa harmonia prodigiosa conseguiram dar carne a um enredo rico.

 

Bungou Stray Dogs 2 - Prequela

 

Em tom de observação, a construção e desenvolvimento das novas personagens foi melhor conseguida que toda a extensão da primeira temporada, conseguindo no final atingir o seu objetivo: compreendermos Daizai e mudarmos a nossa forma de ver Bungou Stray Dogs.

 

Bungou Stray Dogs 2 - Oda e Daizai 2

 

Bungou Stray Dogs 2 segunda parte

No episódio 5 (17 na totalidade da série) voltamos ao dia à dia da Agência de Detetives, no seguimento dos acontecimentos passados. A partir daqui um sem número de raptos, mortes, sangue e jogos de poder iniciam uma jornada até ao confronto final (será?).

 

Bungou Stray Dogs 2

 

No global o enredo ficou mais pesado, frenético e de cariz negro. Bungou Stray Dogs 2 afirma-se assim como uma obra sobre máfia dentro de um universo fantástico. Não há filtro, não há censura, os jogos de poder são uma constante e não há bons e maus da fita, existem pessoas com métodos diferentes, uns melhores que outros.

 

Bungou Stray Dogs 2

 

É incrível como Bungou Stray Dogs consegue-nos surpreender vezes sem conta dentro da narrativa policial e mistério. Num romance onde os personagens são os maiores autores literários de todos os tempos, ter como ponto forte a narrativa é um dado adquirido com suor e lágrimas que, enquanto leitora, só dou graças por ter apostado nesta franquia.

 

Bungou Stray Dogs 2 - Daizai sexy

 

Bungou Stray Dogs 2 | Ambiente

Sem a qualidade técnica provida pelo estúdio Bones, Bungou Stray Dogs 2 não teria tido metade do impacto que teve. O departamento de animação, fotografia e imagem teve fantástico, atrevo-me a dizer melhor que o da primeira temporada do ponto de vista de caracterização das habilidades especiais.

 

Bungou Stray Dogs 2

 

Outro ponto bastante interessante foram os enquadramentos cinematográficos. As diferentes perspetivas de câmara contribuíram para dar a substância mais “gangster” de toda a série. Que, conjugada com os momentos de comédia, criou uma dinâmica frenética e divertida, captando a atenção do espetador quando necessário e relaxando-o assim que possível.

 

Bungou Stray Dogs 2

 

A conjugação cenário/música/drama foi extremamente bem conseguida – volto a realçar os primeiros 4 episódios – e as sequências de batalha foram de chorar de alegria. É difícil encontrarmos tamanha qualidade em tantos parâmetros num anime cujo o início aparentava, pelo menos para mim, tratar-se de “mais um genérico”.

 

Bungou Stray Dogs 2

 

A banda sonora continuou entre ritmos com traços jazz e eletrónico. Manteve-se original na sua produção e no geral bem colocada. Os temas de abertura e encerramento merecem especial destaque, sendo dos melhores da temporada de outono de 2016.

 

Bungou Stray Dogs 2

 

Bungou Stray Dogs 2 | Juízo Final

Em suma, Bungou Stray Dogs 2 entra para o top de melhores animes de 2016! É fantástico em todos os departamentos e quase impossível de não se gostar – a menos que não se seja fã de ação e mistério. O único defeito é ter tido uma primeira temporada mais amena e de construção um pouco leviana tendo em conta o cerne da série. Mas se a encararem apenas como um fornecedor de informação garanto-vos que vale a pena o “esforço”.

Se ainda assim não quiserem assistir à série, sugiro que assistam aos primeiros 4 episódios e se ficarem rendidos – que sei que vão ficar – comecem a assistir a Bungou Stray Dogs desde o primeiro cour.

 

 

0 comentário


Loading...

Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.