I.M (Monsta X) Mini Álbum “DUALITY” – Análise K-Pop

por Baltas
I.M (Monsta X) - EP DUALITY - Análise K-Pop

Chegou a altura de mais uma análise de álbuns de K-pop! Como já foi explicado em artigos anteriores, esta análise é feita aos olhos de um ouvinte e apreciador de K-Pop. Não sou músico, nem tenho qualquer formação.

Irei dar a minha opinião quanto às várias músicas presentes neste mini álbum e, caso exista, do seu MV. Após análise individual a cada música, será feita uma geral ao mesmo.

Neste artigo, o álbum selecionado foi o “DUALITY” do I.M, membro dos MONSTA X.

 

I.M (Monsta X) Mini Álbum “DUALITY” – Análise K-Pop

duality im monsta x changkyun tracklist I.M (Monsta X) Mini Álbum "DUALITY" - Análise K-Pop

 

01. God Damn


 

Faixa principal deste lançamento em que o I.M apresenta uma qualidade vocal muito boa, com uma voz bastante relaxante.

O instrumental é muito bom com um bass excelente e aparentemente um pouco distorcido, principalmente no refrão.
Esta música vai de encontro aos seus lançamentos anteriores tais como “Fly With Me” e ainda “Horizon“.

Apesar de começar algo lento, o ritmo começa a acentuar-se após o primeiro drop. O título deste mini álbum é bem retratado nesta música, graças à sua proficiência em inglês que lhe permite trocar entre as duas línguas, do nada.

O MV é bastante trippy! Num ambiente de festa, o I.M aparenta estar demasiado sob a influência do seu desejo por alguém, tanto que parece meio desorientado no meio de tanta gente.

Fiquei bastante surpreso com o efeito do copo a explodir-lhe nas mãos, mas acho que fica bem tendo em conta o conceito.

 

02. Howlin’


 

Esta música está excelente a nível de instrumental. O facto do rap/cantar do I.M ser em inglês só o beneficia em termos de chegar a mais gente. O refrão está fantástico!

Acho mesmo que esta música poderia ter sido uma candidata a faixa principal. Ao prestar atenção à letra da música apercebemos de uma certa vulnerabilidade exposta pelo próprio ao ouvirmos “Grab me when I’m falling” seguido por “Cause I make myself so lonely“.

Apercebi-me também de uma mistura de EDM e trap (este último graças a uma batida distinta nesse estilo).

 

03. Burn


 

Com uma batida mais agressiva do que as músicas anteriores, esta mesmo não tendo um ritmo muito diferente de “God Damn” e “Howlin’, aparenta ser a música mais energética deste lançamento.

Graças à letra podemos perceber um aparente desejo dos sentimentos acumulados do artista a serem queimados (fazendo referência ao título da música) para que ele possa seguir em frente. “I don’t wanna waste my time on the past time“.

 

04. Happy to Die


 

Ritmo e instrumental mais animado que contrasta com um estilo mais melancólico, e algo triste, das faixas anteriores.

O I.M afirma, através da letra, que se sente feliz o suficiente para poder morrer no momento. Desde o início do mini álbum até “Happy to Die” aparenta haver uma jornada de realização do artista, passando por momentos mais negros até este momento de felicidade.

Apesar de ser uma música boa, é a que menos aprecio no mini álbum.

 

05. flower-ed


 

Na minha opinião, esta é a música que o I.M se entrega mais e podemos ouvir mais empenho vocal e sentimento na sua voz. Não tinha conhecimento da qualidade vocal por parte do membro dos MONSTA X e acho que isso também vai de encontro à dualidade que quer mostrar aos seus fãs. Num ritmo lento, o I.M entrega-se à música e mostra-nos toda a sua capacidade como vocalista.

Não podia pedir um fim para o seu mini álbum melhor do que este, realmente uma escolha fantástica. Faço uma vénia ao artista e à equipa de produção e organização do álbum.

 


 

I.M (Monsta X) Mini Álbum “DUALITY” – Conclusão

Penso que músicas como “Fly With Me” e “Horizon” podiam ter sido incluídas neste lançamento do I.M, pois enquadram-se no estilo apresentado até agora. Pode ser que o vejamos num lançamento físico futuro.

Considero que o “Duality” é um excelente título para este lançamento do artista, uma vez que durante todo o mini álbum podemo-nos aperceber de facetas distintas, uma mais triste e vulnerável em “Howlin’” e uma mais animada e feliz em “Happy to Die“. A dualidade também é demonstrada no facto do I.M variar entre o inglês e o coreano. Já para não falar num outro lado que revela. Refiro-me à sua voz, pois para além de um rapper excelente, demonstra uma qualidade vocal assinalável.

Em jeito de conclusão (passo a redundância), o mini álbum está ótimo e espero poder ver mais lançamentos dele no futuro.

 

As minhas músicas favoritas?

  • Howlin’

 

E vocês, o que acharam deste mini álbum? Quais foram as vossas músicas preferidas? Comentem abaixo!

 

>> Para mais notícias e artigos sobre K-pop, clica AQUI

 


Artigos relacionados:

I.M dos MONSTA X anuncia álbum digital a solo

I.M dos MONSTA X lança primeiro single a solo em fevereiro

I.M dos MONSTA X fala sobre reunião com Gallant


 

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

PtAnime Twitter Giveaway 100 followers