One Piece Episódio 546

A Sudden Tragedy! A Gunshot Shuts Down the Future!

Depois de, no último episódio, Otohime ter partido juntamente com o Celestial Dragon para a superfície da Terra, a Rainha regressa dias mais tarde a Fishman Island com a moral reforçada e renovada. Tudo vai finalmente começar a correr de feição à Rainha até ao momento em que algo trágico vai acontecer.

Querem saber o que foi? Então acompanhem-me ao longo deste artigo para descobrirem.

 

Galeria de Imagens: One Piece Episódio 546

 

 

Como nos conta Jimbei, a ausência de Otohime e o perigo a que estava sujeita na sua viagem à superfície causaram a preocupação e a ansiedade nos habitantes de Fishman Island, principalmente na Família Real. Não podia ser de outra maneira, afinal se a Rainha fosse atacada não teria ninguém que a protegesse.

Ao lado de todo este receio que assolou a ilha passou Vander Decken. Ainda mais cómico do que no presente, vemos o Capitão do Flying Dutchman a digerir aquilo que viu Shirahoshi fazer no episódio anterior, quando viu a mãe ameaçada pelo Celestial Dragon. Falo concretamente de quando a Princesa chamou os Sea Kings. Em conversa com alguns membros da sua tripulação, também eles bastante engraçados, vemos Decken reforçar a sua decisão de casar com Shirahoshi, para assim poder controlar aquelas poderosas criaturas marítimas.

Ultrapassado o momento cómico, passamos à parte em que Otohime regressa a Fishman Island sã e salva. Mais uma vez, Otohime apresenta-se cheia de vontade de continuar a sua demanda, cujo objetivo passa pela cooperação de raças, nomeadamente entre os fishmens e os humanos. Para além disso, a resposta que conseguiu dos World Nobles na superfície foi positiva e, portanto, agora o que falta são apenas as assinaturas dos habitantes da ilha.

Apesar de no início custar um pouco, rapidamente todos se deixam influenciar pelo discurso da Rainha Otohime, o que leva a que comecem a chover assinaturas de tudo quanto é lado. Ao contrário dos outros discursos, este tinha muito mais público. O recinto estava completamente lotado, o que no fundo reforça a ideia de saudade que aquele povo teve de Otohime, nos dias em que esta esteve ausente, e da importância da Rainha no seu meio.

Deliciada por as coisas estarem a correr maravilhosamente bem, Otohime aproveita para dedicar um pouco mais de tempo aos seus filhos. A produção oferece-nos então uma conversa particular com os três Príncipes de Ryugu, onde a mãe lhes conta sobre o poder de Shirahoshi.

Basicamente, aquilo que descobrimos no capítulo passado e da qual já falei hoje na parte de Vander Decken. Shirahoshi tem a capacidade de chamar os Sea Kings sempre que se encontra em sofrimento ou aflição. A Rainha pede ainda aos filhos que se tornem verdadeiros guerreiros para no futuro a poderem proteger, e fala ainda de um papel preponderante da Princesa e de alguém que ela vai conhecer (Luffy?) no que toca à mudança da mentalidade do planeta.

A seguir vem o momento final do episódio que é bastante longo. Durante mais uma recolha de assinaturas, alguém aproveita para pegar fogo aos caixotes que contêm aqueles tão importantes papéis, e para alvejar fatalmente a Rainha.

Antes de ser baleada, ainda vemos Otohime desesperada em salvar as assinaturas, para então depois assistirmos ao sofrimento dos seus quatro filhos que por ali se encontravam. Estranho o King Neptune não estar presente naquele momento tão importante. Não percebo como é que o Rei nem mais tarde surge. Talvez seja explicado porquê no próximo episódio. Caso contrário, parece-me uma grave falha.

Mais importante que a perda da vida da Queen é mesmo a atitude dela e dos filhos, momentos antes. Surpreendentemente, não vemos Otohime em desespero na hora da morte. Mais impressionante ainda, vemos a Rainha passar uma tranquilidade inexplicável para os elementos da sua família ali presentes. Principalmente para os três Príncipes.

Já Shirahoshi estava mais atrás e não foi logo no socorro à mãe. A jovem, numa primeira fase, ainda perde o controlo emocional, o que significa a chamada dos Sea Kings. Porém, dois dos Príncipes logo intervêm, forjando sorrisos naquela hora de dor para acalmar a irmã. Promessas de que vão cumprir os sonhos e desejos da mãe são feitas por parte de Shirahoshi, Fukaboshi, Ryuboshi e Manboshi, acabando Otohime por falecer a sorrir.

Antes de terminar, não posso deixar de voltar a mencionar Vander Decken. No momento em que Otohime é alvejada, vemos Decken aparecer perto de Shirahoshi e a tocar-lhe no braço. Será que foi ali que a marcou como uma alvo? Parece-me uma pergunta pertinente, uma vez que não o vemos fazer uso do seu Devil Fruit em nenhuma das cenas do passado em que esta personagem marca presença. Fica a dúvida.

Há vários episódios que ouvimos Jimbei dizer que ia contar a história de Fisher Tiger e de Otohime. Pois bem, se a de Tiger terminou há poucas semanas, a de Otohime deverá provavelmente acabar na próxima semana.

Apesar do que aconteceu neste capítulo, segundo o preview,o próximo servirá para apurar o criminoso que disparou sobre esta personagem tão pura. A mim só me passa um nome pela cabeça, Hordy Jones. Se bem que é demasiado previsível. E a vocês?

 

Artigos Relacionados

Enen no Shouboutai Episódio 21 – Adolla Link

Enen no Shouboutai Episódio 20 – O Atirador e o Cavaleiro

Enen no Shouboutai Episódio 19 – O Nether!