Hyrule Warriors: Age of Calamity – Impressões da Demo

por Roberto Filho
Hylure Warriors: Age of Calamity - Impressões da Demo

Novembro será um mês e tanto para os fãs de Zelda! Isso porque Hyrule Warriors: Age of Calamity, o novo jogo da franquia, está a chegar! Eu joguei a demo e estou extremamente empolgado com o jogo!! Quero relatar aqui alguns detalhes do gameplay que achei inteligentes e fugirei de qualquer spoiler quanto à história!

 

Hyrule Warriors: Age of Calamity – Impressões da Demo

Hyrule Warriors: Age of Calamity descição Link

 

É importante começarmos falando o quão corajoso é, por parte da Nintendo, realizar Age of Calamity. O jogo está a ser desenvolvido pela Koei Tecmo, conhecida principalmente pelas franquias Warriors e Dead or Alive. Dentro da franquia Warriors já houveram diversos crossovers, talvez o mais famoso seja Pirate Warriors, que é um jogo de One Piece. Em 2014, o primeiro jogo da franquia Hyrule Warriors foi lançado, este para Nintendo Wii U, incorporava a tradicional mecânica dos jogos Warriors ao universo de Zelda, como um Spin-off.

 

Hylure Warriors: Age of Calamity - Impressões da Demo - Hyrule Warriros Age of Calamity Gameplay Demo

 

Age of Calamity é corajoso porque utiliza-se de um evento importante e canónico da franquia Zelda, nas mãos de outra produtora. A apostar em um gameplay totalmente diferente do seu tradicional. Mais que isso, o jogo consegue mesclar, pelo menos ao que aparece na demo, de forma perfeita os dois estilos de jogo! Ele tem toda a mecânica de um Warrior, ele tem todo o visual e estrutura de Breath of the Wild, e ao mesmo tempo ele não é nenhum destes dois jogos!

 

Hyrule Warriros Age of Calamity Mussou gameplay

 

Como o jogo funciona

A demo dá-nos duas missões principais, três secundárias e algumas ferramentas. A primeira missão funciona como tutorial e está completamente ligada à história, nela as mecânicas de batalhas integram-se com os elementos de BotW. No meio da batalhas recebemos o “Sheikah Slate”, elemento principal de BotW, que permite-nos usar os poderes: bomba, íman, gelo e tempo. Esses poderes também encontram-se aqui, e cada personagem usa-os de forma diferente, conforme seu estilo de batalha.

 

Hylure Warriors: Age of Calamity - Impressões da Demo - Hyrule Warriros Age of Calamity Gameplay Impa

 

Depois da primeira missão, vamos ao mapa, é nele que é realizada a escolha das missões. O mapa é o mesmo que o de BotW. Além do ícone de missão principal, há diversos outros ícones com eventos secundários. Cada região do mapa tem um medidor de moral, como o povo está a ser atacado pelos monstros, temos que ajudar as pessoas e realizar esses eventos secundários. Durante as missões vamos recolhendo itens, esses itens podem ser vendidos ou usados nos eventos secundários. Alguns abrem lojas, outros liberam mais técnicas e vida para nossos personagens.

 

Hyrule Warriros Age of Calamity Mapa tela de seleção

 

Toda essa preparação antes das batalhas dá, ao mundo de Age of Calamity, vida. Fica nítido que como guarda da Princesa é necessário interagir e ajudar todos. A moral do povo deve estar alta e eles têm que ver os seus soberanos trabalhar.

 

Hyrule Warriros Age of Calamity Moral war

 

Hyrule Warriors: Age of Calamity – Impressões da Demo

O mundo aberto

Breath of the Wild é um jogo de mundo aberto e até isso eles conseguiram agregar em Age of Calamity. Em BotW, tu escolhes em qual direção vais, em qual sequência vais e, até, se vais ou não fazer determinada missão. Em Age of Calamity, após as duas primeiras missões o jogo “abre-se” de forma que podemos escolher entre quatro missões. Certamente todas serão obrigatórias, mas o facto do jogo nos permitir escolher qual vamos primeiro dá aquele gostinho de: isto aqui é Zelda BotW.

 

Hyrule Warriros Age of Calamity Mapa aberto

 

Outros detalhes foram muito bem-vindos. Quando entramos nas missões podemos equipar os nossos personagens e seleccionarmos as armas de cada um, no caso de Link podemos escolher a roupa.

 

Hyrule Warriros Age of Calamity Customização Link

 

Também podemos cozinhar e colocar uma refeição para buffar a equipa inteira. Dentro das batalhas podemos trocar entre os personagens, ou dar comando para cada um deles. Desta forma, caso haja algum ponto interessante, e este esteja longe demais para o Link, é só mandar Impa ir até lá e, quando ela lá chegar, troca-se por ela. Por último, no meio da primeira missão encontrei um Korok, o que me deu vontade de voltar ao mapa e olhar cada centímetro para encontrar mais!

 

Hyrule Warriros Age of Calamity Korok

 

O potencial

O primeiro Hyrule Warriors foi um bom jogo, mas acabou por ser um jogo de nicho, voltado para os fãs de Zelda e Warriors. Age of Calamity parece-me fugir bem disso. O facto de que tudo o que ocorre no jogo estar, de alguma forma, conectado com BotW é outro motivo para que este pareça mais relevante do que o seu antecessor.

Acredito que Age of Calamity será um dos melhores lançamentos do ano para Switch e fará parte da biblioteca obrigatória da consola! Quem daí jogou a demo? O que estão a achar de Age of Calamity?

 

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.