Kiss Him, Not Me – Análise

por Arthifis
Kiss Him Not Me Analise

Título: Kiss Him, Not Me
Título Japonês: Watashi ga Motete Dousunda
Episódios: 12
Temporada de Estreia: Outono 2016
Estúdio: Brain’s Base
Demografia | Género: Shoujo | Vida Escolar, Cultura Otaku, Comédia.

 

Kiss Him, Not Me – Análise

Sinopse: Kiss Him, Not Me retrata a vida de uma rapariga, Kae Serimuna, que é otaku. Mais do que isso, é também uma fujoshi, o que a leva a procurar diariamente a mínima interação entre rapazes da sua escola. Ela acredita piamente que o lugar de uma princesa não é a beijar um príncipe. O lugar da princesa é a ver pelas sombras dois príncipes a beijarem-se.

Tudo muda quando Shion, a personagem de Anime favorita dela, morre. Isto leva a que ela fique deprimida no quarto sem comer nem tomar banho. Quando finalmente sai do quarto uma semana depois está muito mais magra e é agora uma rapariga considerada atraente! Uma fujoshi vê-se agora no centro das atenções dos rapazes que ela preferia mil vezes que dessem atenção uns aos outros.

 

Enredo – Kiss Him, Not Me é Aleatório, Ridículo e Hilariante

 

Qualquer que seja a perspetiva que se tenha sobre Kiss Him, Not Me, algo que irá estar sempre presente é que o Anime trata-se de um Harém inverso. Embora verdade, Kiss Him, Not Me é muito mais do que isso! O fator principal que a história quer transmitir para a sua audiência é comédia e fazem-no de uma forma sublime.

Como referi na sinopse, Kae Serimuna é uma otaku que faz shipping a tudo o que tenha um alto a meio das pernas.  Embora para os standards japoneses Kae não seja considerada atraente, por ser tão fofinha acaba por ser adorada pela maioria dos seus colegas. Isto leva a que tenha facilidade em se dar com os rapazes mais bonitos da escola. No entanto, sempre numa relação de amizade e não de romance. Tudo muda quando a sua personagem favorita de Anime morre.

Kiss Him Not Me Shipping - Kiss Him, Not Me - Análise

A Ciência do Shipping

 

Como qualquer outro verdadeiro otaku, Kae simplesmente não consegue ultrapassar a perda do seu amor 2D. Para fazer o luto acaba por passar uma semana enfiada no quarto, sem sequer comer ou tomar banho. Quando finalmente é obrigada a sair do quarto todos ficam surpreendidos (ela própria inclusive). O que acontece é que os 7 dias sem comer acabaram de fazer com que tenha menos de metade de gordura corporal. Adicionalmente, os 7 dias sem lavar o cabelo fizeram com que este mudasse para uma cor mais clara (e mais bonita). A única coisa que não entendo é o porquê de ela mudar de voz e também como raio é que de um momento para o outro ela deixa de necessitar de usar óculos…

 

Kae Magra vs Gorda - Kiss Him, Not Me - Análise

Parece que emagrecer cura a visão!

 

Quando Kae volta para a escola ninguém consegue acreditar à primeira que ela é de facto a mesma Kae Serimuna. Instantaneamente os rapazes que sempre a viram como amiga e nunca como uma potencial namorada sentem-se agora bastante atraídos por ela e todos querem ser o seu namorado. Existem só dois problemas: Kae continua a ser uma otaku de coração preferindo rapazes 2D aos 3D e continua a preferir que os rapazes demonstrem interesse uns pelos outros em vez de interesse por ela.

Não é necessário muito tempo para que a Kae vá num encontro quádruplo (sim, quádruplo!) com todos eles. Ela bem tenta esconder o seu lado otaku. No entanto, ao fim do dia passam ao pé de uma loja que está a fazer saldos em body pillows do seu perfeito Shion. Ela ainda tenta conter-se, mas como uma verdadeira otaku, não consegue resistir! Acaba por ir a correr até à loja para espanto de todos e comprar a almofada do seu querido e perfeito Shion. Contrário ao que ela esperava, os rapazes aceitam o seu lado otaku e continuam a querer continuar a vê-la.

 

Kae Magra vs. Gorda - Kiss Him, Not Me - Análise

Kae Otaku

Kae é um dos Nossos!

 

A partir daqui preparem-se para os eventos mais aleatórios e hilariantes de sempre. Já vi várias comédias românticas e posso dizer que nenhuma delas conseguiu mexer com o meu funny bone da forma que Kiss Him, Not Me conseguiu. Em várias ocasiões apanhei-me às gargalhadas ao longo dos 12 episódios.

Como o grupo está sempre junto começas a sentir uma vibe muito maior de estarmos a ver um grupo de amigos a saírem juntos do que propriamente um harém invertido. Para mim é um ponto que abona a favor de Kiss Him, Not me.

Mas falta uma última personagem!

Estamos na noite de Natal e como todos sabemos, no Japão este é o dia dos casais se juntarem e comerem bolo juntos. Como é de esperar, os 4 rapazes querem fazer este costume com a Kae. Existe só um pequeno problema, no mesmo dia está a ocorrer um evento de Otakus que ela simplesmente não pode perder. Eles decidem ir todos juntos e ajudá-la a fazer as compras de forma a saírem a tempo de conseguirem aproveitar o fim do dia. Imaginem! 4 rapazes que não ligam muito a Anime no meio de um evento de Otakus a fazerem compras cuja lista é basicamente comprar tudo o que seja BL.

 

Kiss Him Not Me Fanfiction

Todas. As. Fanfictions!

 

Neste evento Kae conhece um cosplayer do Grey Buttler (sim, existem referências de outros Animes CLARO!) que basicamente é um rapaz super charmoso. A realidade é que afinal não é um ele, mas sim uma ela e mais ainda, anda na mesma escola que a Kae. Por último… Adivinharam! Também está apaixonada por ela e, para ser franco, é a personagem com quem a Kae mais se assemelha.

É verdade que ao lerem o que escrevi parece que os rapazes só gostam dela por causa do seu aspeto e não pela sua personalidade. No entanto, Kiss Him, Not Me acaba por fazer referência a essa questão. Ao longo do Anime vão mostrando que as personagens de facto começam a apaixonar-se pela Kae devido à sua personalidade.

 

Kiss Him, Not Me Kae engorda - Kiss Him, Not Me - Análise

Odeio quando isto me acontece!

 

Em conclusão, Kiss Him, Not Me é ARL: Aleatório, Ridículo e Hilariante. Nunca vi um Anime que me tivesse feito rir tanto quanto este! Os eventos aleatórios funcionam às mil maravilhas! Estes vão desde uma amizade quase acabar porque as pessoas em questão discordam quem é que fica por cima e quem é que fica por baixo num shipping, até o grupo de rapazes ser obrigado a dar os seus pêsames na capela do Shion que a Kae construiu no seu quarto.

 

Kiss Him Not Me Shion Capela - Kiss Him, Not Me - Análise

R.I.P. Shion!

 

Honestamente, se não se importam de ver uns rapazes a mostrarem carinho uns pelos outros de vez em quando (nada de muito hardcore) esta é uma das histórias mais engraçadas que vi em muito tempo! Desde o início até ao fim nunca se sabe o que vai acontecer e os eventos são tão aleatórios que se torna tudo hilariante!

 

Personagens – Cliché, mas bem feito!

Kiss Him Not Me Personagens em Linha - Kiss Him, Not Me - Análise

 

Quando olhamos para os rapazes observamos alguns clichés associados a este género de Anime. No entanto, esses clichés estão bem executados e apresentam características diferenciadoras dentro do género suficientes para não serem uma cópia a 100%. Desta forma temos:

Nozomu Nanashima – O rapaz de cabeça quente.

Yuusuke Igarashi – O rapaz cool.

Hayato Shinomiya – O rapaz fofinho.

Asuma Mutsumi – O rapaz simpático

Falta aqui algo, não falta? O rapaz perfeito que está em praticamente todos os Animes de romance. A questão é que no Kiss Him, Not me o rapaz que costuma ser rico, lindo de morrer e que é perfeito em tudo o que faz é na realidade a rapariga!

Shima Nishima – o “rapaz” perfeito

Sinceramente adorei esta pequena diferença do resto de outros Animes de romance. Em Kiss Him, Not Me as raparigas são de facto o poder e quem está por cima.

 

Kiss Him Not Me Personagens - Kiss Him, Not Me - Análise

Conseguem descobrir quem é quem?

 

A personagem principal é adorável. Facilmente qualquer um de nós irá sentir-se relacionado com ela. Kae é, no fim de contas, uma otaku como todos nós! Mesmo que não façam shipping entre rapazes, muitas das suas características estão vincadas ao que é ser otaku. Além disso, a sua personalidade é, como dizia a minha avó, uma jóia de pessoa!

Algo que normalmente fica esquecido em Animes de comédia é a evolução de personagens. Em Kiss Him, Not Me não temos esse problema! Embora não seja uma evolução enorme porque são só 12 episódios, todas as personagens crescem e no fim da história são “pessoas” distintas do que eram no início.

O único ponto negativo que tenho a fazer é o desaparecer da melhor amiga da Kae após o primeiro episódio. Assim que a Kae começa a ter todos estes pretendentes a melhor amiga simplesmente parece evaporar! Algo que não me parece muito realista… Se bem que melhorar a visão por deixar de comer durante uma semana também não é de todo realista…

 

Animação/Áudio – Em Kiss Him, Not Me tudo é desenhado a favor do fator comédia!

Kiss Him Not Me comedia - Kiss Him, Not Me - Análise

 

Um dos pontos altos da animação é, sem dúvida, ver que cada personagem tem o seu próprio design. Em vez de fazerem um design base atraente e construir cada rapaz à volta dessa mesma base, os criadores apostaram em fazer caracterizações diferentes. Um exemplo será as personagens terem alturas e traços faciais completamente distintos uns dos outros. Tiveram também atenção ao detalhe do que cada personagem representa e fizeram o seu design em concordância.

Também houve atenção ao detalhe no que toca às vozes das personagens que é super importante quando se está a fazer comédia! Para fazer os screenshots e os Gifs deste artigo usei a versão dobrada a inglês. Posso dizer que o Anime se torna nem 10% tão engraçado com as vozes dobradas! Recomendo vivamente que vejam a versão japonesa e não inglesa de Kiss Him, Not me.

Existe só um ponto que me fez ficar um bocadinho de pé atrás. A diferença da personagem principal quando ela emagrece/engorda é demasiado grande! Até a própria voz muda! Isto poderá transparecer para algumas pessoas que o Anime está a rebaixar pessoas que sejam mais gordinhas e a fazer piadas em torno disso. Bem… Do ponto de vista de quem já foi gordo e agora é magro não me causou grandes problemas, tudo é feito pelo fator cómico. Além do mais, a Kae quando está mais gorda continua a ser fofinha e gentil, portanto não a vejo como “feia” de todo. No entanto, entendo que algumas pessoas possam sentir que é um pouco ofensivo e que esteja a ultrapassar a linha.

 

Kiss Him, Not Me – Conclusão

Watashi ga Motete Dousunda Analise - Kiss Him, Not Me - Análise

 

Concluindo, mesmo que não sejas fã de Animes de Slice of Life, harém invertido ou comédia, recomendo a ver Kiss Him, Not Me. Os eventos são aleatórios e hilariantes fazendo com que me risse ao longo de todo o Anime. Algo que muitas outras obras tentam e falham redondamente.

Podem argumentar que Kiss Him, Not Me não é muito profundo. O que é verdade! No entanto, penso que também nunca foi o objetivo dos criadores. Este Anime é algo mais leve cujo objetivo é fazer-te rir e passares um bom bocado enquanto o vês.

 

Kiss Him, Not Me Adeus - Kiss Him, Not Me - Análise

Até à Próxima!

 


Artigo inicialmente escrito no meu blog – arthifis.wordpress.com


 

 

 

0 comentário

Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.