Attack on Titan 3 Episódio 43 – Opinião

por Renato Sousa
Attack on Titan 3 Episódio 43 - Kenny Ackerman

“Sin”

 

Caríssimos leitores, aproveitem este momento de descoberta da verdade. Ou melhor, daquilo que eu e vocês julgamos ser “a verdade”, no momento presente.

Neste episódio 43 de Attack on Titan, a série aceitou brincar ao “jogo das memórias”, pelo que, assim como este artigo pode ser alvo do lápis azul no futuro, o que hoje é tomado como real em Shingeki no Kyopjin, amanhã pode estar a milhas dos nossos maiores sonhos e pensamentos. Não tenho antídoto para tal problema, mas deixo-vos o aviso.

 

Eren & Grisha Yeager

Portanto, segundo foi mostrado, Grisha de alguma forma conseguiu transformar Eren num Titã e depois permitiu que este o comesse? Foi isto que o flashback de memórias mostrou a Eren? Pelo menos no meu entender, sim! Será mesmo verdade? Não sei! Nesta brincadeira de memórias, ainda não arranjei maneira de ter 100% certeza que uma memória é verdadeira. Se vocês souberem, avisem-me.

Por outro lado, é sabido de capítulos anteriores, com nota para o fecho da segunda temporada, que Eren não tem um poder qualquer. Quero dizer, não apenas um. Para lá da sua forma Titã consciente, a dita “Coordenada” (Coordinate) que já o vimos usar confere-lhe um estatuto ainda mais especial. Estatuto esse que vem agora a ser corroborado pelo desespero de Reiss, Kenny, e todos os outros envolvidos no seu rapto e consequente aprisionamento. Assim como o ataque de Grisha à família Reiss, assunto que vou falar já de seguida.

 

Attack on Titan 3 Episódio 43 - Eren & Grisha Yeager

 

O Assassinato da Família Reiss

O ataque de Grisha á família Reiss continua sem explicação. Todavia, deu para perceber que algo foi retirado aquela família, podendo a atitude presente de Rod resumir-se à recuperação do que é dos Reiss por direito. Esta parece ser a conclusão mais lógica depois de vermos estes dois momentos do passado.

Mas …. não se esqueçam! Isto é um jogo de memórias! Até aqui, as peças estavam a encaixar todas muito bem no puzzle. O cenário mudou, na minha perspetiva, quando Rod Reiss diz ter escapado a Grisha. É estranho. Muito estranho. Grisha fez o que fez com algum intuito. Dados os seus poderes naquela altura, nenhum membro Reiss teria hipóteses de escapar, salvo por livre vontade de Grisha. Mas Rod, inexplicavelmente (até ver …) escapou.

Posto isto, pergunto. O que estás tu a esconder, Rod Reiss? Se a este jogo das memórias poder juntar o de cartas conhecido por “desconfia”, então eu quero desconfiar desta memória!

 

Attack on Titan 3 Episódio 43 - Frieda Reiss

 

Os Ackermans

Gostei muito do encaixe dos vários momentos associados a este tema. Shingeki no Kyojin já tem muitos mistérios no ar que duram, e duram, e duram. Aqui não. As dúvidas pairaram no ar para logo se seguirem os esclarecimentos.

Correção! Os esclarecimentos mais prováveis. Não sei se se aperceberam, mas aqui já estamos a jogar outro jogo. O da intuição! Afinal de contas, esta linhagem tem proteção contra alteração das memórias. Mais algum Ackerman por aqui? Vocês é que estão bem. Salvaguardem-me este artigo no futuro, por favor.

Ao que parece, Mikasa, Kenny, e até mesmo Levi, fazem todos parte dos Ackermans. Se Kenny está mais do que confirmado, a pergunta que Levi faz a Mikasa e à qual esta responde positivamente, seguida de confirmação do próprio, fazem pensar que se trata de uma particularidade hereditária, que poderá estar relacionada (ou não!) com a proteção contra alteração de memórias. Mas não esqueçamos outro aspeto em comum: o talento extraordinário que estes três demonstram em cenários de combate.

Pessoalmente, esta situação das memórias desperta o meu interesse. Não sei se vai ser um bom acréscimo ao que já existe em Attack on Titan. A meu ver, tudo dependerá de como for usada daqui em diante e, acima de tudo, da explicação apresentada para o facto de algumas famílias não serem afetadas por este poder.

 

Figura Levi 10 cm Nendoroid - Good Smile Company

Se venceres, vives. Se perderes, morres. Mas se não lutares não conseguirás vencer!

Levi

 

A maior esperança da Humanidade, Levi Ackerman, em formato Nendoroid!

 

 

Attack on Titan 3 Episódio 43 – Conclusão

Este sexto episódio de Attack on Titan 3 foi realmente bastante bom. O dito cujo conseguiu criar um mini-enredo de 20 minutos com grande capacidade para envolver o espectador do princípio ao fim.

De facto, a única coisa que faltou foi a ação. Um aspeto que o capítulo veio a prometer com o aproximar do seu final, deixando garantia da mesma para a próxima semana e, desta forma, sendo incapaz de criar desilusão nos fãs.

Pelo contrário! A ansiedade será muita durante estes dias. Basta lembrar que Kenny assentiu ao pedido de Rod Reiss, porém, demonstrou indecisão nos momentos seguintes em que foi visto. O conhecimento do seu passado e o discurso da sua subordinada reforçam isso mesmo. Volte-face em relação a Rod Reiss?

Por seu lado, parece que vamos voltar a ter novamente em ação os meus adorados Survey Corps, enquanto Dhalis Zachary parece andar a divertir-se com os elementos do falso governo. Como disse na análise ao episódio anterior, o discurso e personalidade enigmática desta personagem despertou o meu interesse. Contudo, as minhas palavras foram noutra direção, e não neste amor louco para com o método de interrogatório apresentado. Mas como isto é o jogo das memórias, tenho esperança de ainda vir a perder esta.

Uma palavra final para o momento entre Historia e Frieda Reiss. Todos repararam que o livro que Historia estava a folhear tinha desenhos de Titãs?

 

Attack on Titan 3 Episódio 43 - Livro com Titãs

 

2 comentários

Também deverás gostar de

2 comentários

LEANDRO SANTOS 6 Setembro, 2018 - 0:38

não estará o anime a andar depressa demais?isto é logo o que me sssombra.. parece-me informação a amias para tão poucos episódios..

apesar do excesso não deixou de ser um bom episódio, repleto de informação, de perguntas rapidamente respondidas ainda que levantem duvidas.. a história das memórias foi muito bem introduzida e levanta inumeras possibilidades, desde que não abusem disso, poder esse que alidao ao de eren torna Reiss num homem bastante poderoso
o facto de ele ter escapado parece-me mentira, ou então é um homem com uma sorte descomunal

acredito que a linhagem da Mikasa está mesmo a salvo do jogo das memórias e que será hererditári, mas o facto de ela ter despertado os seus poderes também me intrigou e espero que esse aspecto seja desenvolvido.

alguém percebeu o local onde o Reiss tem o Eren? Aquilo não me pareeu manipulação de memórias..

quanto ao livro no final, também me apercebi desse aspecto e quero saber mais.

P.S: acho que não preciso de referir, mas bom trabalho com as reviews, continua

Responder
Renato Sousa 6 Setembro, 2018 - 22:27

Olá Leandro,
a série está com bom pacing sim senhor. Talvez em alguns casos depressa demais como dizes, mas eu pessoalmente não viro grandes preocupações para aí. O anime não está “em cima” do manga, pelo que não há risco de depois terem que engonhar. Pelo menos para já, se fizeram esta escolha, acredito que tenha sido por bons motivos. E pensando bem, mesmo na primeira série tivemos alguns momentos em que foi isto, ritmo alucinante em algumas cenas que nos levaram ao desespero de ainda querer ver mais 🙂

O local onde o Eren e o Reiss estão é por baixo da capela onde a transição de poderes de Reiss em Reiss sempre aconteceu. O Reiss está-se a revelar como comprovou este último episódio e se espera que o próximo também ajude. Também nunca me fiei nessa situação de ter sobrevivido por acaso.

Obrigado Leandro, muito bom saber que estás a gostar da rubrica 🙂

Responder

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.