Mahoutsukai no Yome – Primeiras Impressões

por Raquel Cupertino
Mahoutsukai no Yome - Primeiras Impressões
Título: Mahoutsukai no Yome | The Ancient Magus' Bride Adaptação: Manga Estúdio: Wit Studio Demografia | Género: Shounen | Slice of Life, Magia, Fantasia Ficha Técnica: Indisponível   Mahoutsukai no Yome foi uma das obras mais aguardadas desta temporada de outono. Baseada numa das mais conceituadas obras da atualidade é, sem dúvida alguma,…

Mahoutsukai no Yome

Enredo - 8
Personagens - 7.9
Produção Visual - 8.2
Banda Sonora - 8.2

8.1

Potencial

Pontos Fracos: - -

Pontos Fortes: Ambiente e construção narrativa.

Avaliação dos Leitores do ptAnime: 4.48 ( 3 votos)
8

Título: Mahoutsukai no Yome | The Ancient Magus’ Bride
Adaptação: Manga
Estúdio: Wit Studio
Demografia | Género: Shounen | Slice of Life, Magia, Fantasia
Ficha Técnica: Indisponível

 

Mahoutsukai no Yome foi uma das obras mais aguardadas desta temporada de outono. Baseada numa das mais conceituadas obras da atualidade é, sem dúvida alguma, uma série que nos deixa com expetativas em alta.

 


Top Animes Mais Esperados Outono 2017 | Charapedia


 

Mahoutsukai no Yome – Enredo

A história gira em torno de Chise, uma jovem que viveu o inferno desde pequena. Orfã e capaz de ver coisas que mais ninguém via, Chise foi mal tratada e rejeitada por sucessivos familiares. Sem se adaptar ao mundo em que vive, Chise chega ao fundo das suas capacidades ao aceitar ser vendida desde que isso a permitisse ter um lar onde viver.

Com o primeiro episódio conseguimos ter um vislumbre do que será esta série. A premissa não é leve. Os flashbacks de Chise são pesados e, pelo segundo episódio, irão manter a essência. Como fã da manga original consigo-vos adiantar que, aparentemente, o anime vai seguir a linha narrativa o mais completa possível. E com isso significa que terá drama, temas psicológicos e muita magia!

 

Mahoutsukai no Yome - Primeiras Impressões

 

Acho que conseguirão perceber com este episódio se a história vos capta ou não. Tal como aconteceu nos OVAs, a construção do episódio foi sublime, com princípio, meio e fim. Em apenas um episódio, conseguiram agrupar uma quantidade absurda de informação e transmiti-la de forma fluída. Não nos sentimos embriagados por demasiado conteúdo, em vez disso, ficamos absorvidos naquele universo mágico e tão diferente do nosso. Além disso, o final do primeiro episódio deixa-nos com um cheirinho de como será a série e do tipo de histórias slice of life que iremos encontrar.

Para ajudar, a comédia é criteriosamente inserida e adequada aos personagens, dando mais “humanidade” aos protagonistas recém-apresentados.

 

Mahoutsukai no Yome - Primeiras Impressões

 

 

Mahoutsukai no Yome – Ambiente

Para ajudar à imersão, não podemos esquecer-nos do ambiente fruto da maravilhosa e surreal adaptação que o Wit Studio fez da manga original. A manga é rica em painéis belíssimos, repletos de pormenores, com uma conjugação de sombras e desenho ao nível dos mais conceituados artistas manga. Posto isto, o medo de que o anime seja inferior, ou que não transmita toda aquela magia, era palpável a qualquer fã.

 

 

À partida, dos dois episódios que assisti, posso dizer que a adaptação está excelente! Claro que há margem para evoluir, o medo de que não consigam potenciar algumas das cenas/arcs da série ainda persiste. Não consigo afirmar se conseguirão ser “bons o suficiente” mas, até agora, acho que vou dar o meu voto de confiança.

 

Mahoutsukai no Yome - Primeiras Impressões

 

Quanto à banda sonora, acho que está no ponto! Um dos pontos altos é a inserção de música céltica, ouvimos inclusive sonoridade de gaitas de foles e outros instrumentos de sopro. Uma vez que a narrativa principal se passa em Inglaterra, a produção teve o cuidado de usar melodias místicas tipicamente ocidentais. A conjugação é bastante agradável, sempre que um novo “momento chave” surge, a banda sonora que ouvimos é perfeitamente adequada ao momento.

 

Mahoutsukai no Yome - Primeiras Impressões

 

Mahoutsukai no Yome – Potencial

Em suma, Mahoutsukai no Yome (ou The Ancient Magus’ Bride) será, possivelmente, um dos melhores títulos desta temporada. A receita para o sucesso está patente no enredo e qualidade do ambiente, não consegui encontrar nada que me chamasse a atenção do ponto de vista negativo, pelo que a visualização desta série residirá apenas em termos de gostos pessoais.

Não é uma série produzida para massas, é um pouco complexa em termos emocionais, e pode-nos deixar um pouco confusos com a vastidão daquele universo. Ainda assim, para aqueles que gostarem de slice of life com um toque de romance e muita magia, esta será uma boa aposta nesta temporada.

 

 

Comentários via Facebook
2 comentários

Também deverás gostar de

2 comentários

Leandro Santos 23 Outubro, 2017 - 14:05

mesmo não sendo o meu género favorito vou dar uma oportunidade, o hype é muito e pelo teu texto o anime tem várias características que valorizo.. e a animação está muito boa

Responder
Raquel Cupertino 24 Outubro, 2017 - 0:31

Olá Leandro! A Animação é excelente, a história é bastante boa também! Não te quero spoilar mas neste momento é das minhas obras preferidas de manga, e parece que estão a seguir muito bem a história original pelo que se espera um grande anime!
Vê logo uns dois ou três episódios seguidos e depois diz-me o que achas-te =D
Acho que vais gostar 😉

Obrigada pelo comentário!!!

Responder

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.