One Piece Episódio 560

por Renato Sousa
Anime One Piece

The Battle Begins! Luffy vs Hordy!

A exemplo do que se passou no episódio anterior, também este capítulo de One Piece decorreu a bom ritmo e exibiu cenas interessantes. Luffy reencontrou-se com Jones, e a Conchcorde Plaza voltou a ser palco de novos confrontos entre os membros dos vários grupos lá presentes.

 

Galeria de Imagens: One Piece Episódio 560

 

 

Os primeiros minutos desta parte número 560 de One Piece tiveram Vander Decken e Hordy Jones como grandes protagonistas. Com o pacto que tinham feito mais do que esquecido, estes dois vilões retomaram o combate iniciado na passada semana. O embate foi curto e determinou o líder dos New Fishman Pirates como grande vencedor.

Infelizmente para o espetador, a luta não foi muito explícita. O que se pode apurar é que no final Decken acabou atingido pela sua própria arma e atravessou em queda-livre grande parte do Noah. Mas será que esta personagem está mesmo condenada à morte devido aos ferimentos que sofreu? Estes nem se notaram no seu corpo, e tendo em conta que estamos a falar de alguém que ingeriu um Devil Fruit a dúvida fica no ar.

Uma vez livre de Decken, Hordy não tardou em perseguir Shirahoshi de forma a concretizar mais um objetivo do seu grande plano. Aquele que passava por acabar com a vida da Princesa. Jones não teve dificuldade em chegar-se a ela, mas quando se preparava para a atacar violentamente foi interrompido por Luffy. Este surgiu novamente à boleia de Fukaboshi e lançou um ataque que nunca tínhamos visto, o Snake Shot! Um golpe que quase perfurou o peito de Hordy, causando-lhe mesmo assim grande dor e obrigando-o a largar Shirahoshi. Assim foi mais um reencontro entre Luffy e Jones, ficando o desfecho deste novo round marcado para os próximos capítulos.

Para além da referência que fiz, o que mais se pode acrescentar é uma troca de palavras onde o nosso herói deixou mais uma vez claro que irá proteger todos os seus amigos e aliados presentes em Fishman Island. Como o próprio disse, foi para isso que treinou nos últimos dois anos. Isto é, para ser capaz de defender aqueles que lhe são próximos e que necessitam da sua ajuda.

Seguidamente, voltamos à Conchcorde Plaza para presenciarmos os novos confrontos que se geraram neste local. Sem grande inteligência, Wadatsumi foi facilmente manipulado por Zeo, que com a ajuda dos poderosos esteróides conseguiu colocar este membro dos Flying Pirates a lutar contra o Kraken. O servo de Decken safou-se bem contra a mítica criatura, só que depois não resistiu aos ataques de Jimbei e de Sanji. De notar que o cozinheiro só foi lá porque viu a sua adorada Nami estatelar-se no chão por causa de Wadatsumi. Foi da maneira que tivemos um bocadinho de comédia neste capítulo preenchido pela ação. Também é preciso!

Quanto à parte final do episódio, essa teve Zoro e Hyouzou em grande plano. Isto depois do nosso adorado espadachim ter proporcionado um agradável combate contra Nuru. Um membro dos New Fishman Pirates que ambicionava ser o espadachim número 1 do mundo no que diz respeito à sua raça, ou seja, aos Fishmans. Falei no pretérito perfeito porque esta personagem viu Zoro acabar com o seu sonho.

Enquanto o confronto anterior decorria, Hyouzou ia ingerindo esteróides atrás de esteróides, tal como Hordy fez, há tempos atrás, mas com álcool à mistura. Se inicialmente os comprimidos pareciam não estar a ter qualquer efeito, a partir do momento que estes entraram em ação, o Oficial de Jones, ligeiramente transfigurado, começou a disferir golpes em todos aqueles que encontrava pelo caminho. Todavia, quando se preparava para ferir Robin, Hyouzou foi bloqueado por Zoro, que parece ter encontrado ali um adversário à sua altura. Será que sim?

Como disse na introdução deste artigo, e a respetiva análise/resumo veio comprovar, tivemos direito a um episódio bem concebido. Houve ação para dar e vender com os principais protagonistas desta saga envolvidos, novas dúvidas saudáveis se criaram, e o desfecho do capítulo deixou-nos ansiosos por ver o que se vai passar a seguir.

Como todos nós já constatamos, esta saga é mais fraca que as anteriores. Assim sendo, manter um ritmo vivo no sprint final deste arco é importante para camuflar um pouco a diminuição de qualidade (esperemos que apenas temporária …) que afetou One Piece nos últimos tempos.

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.