5 Tipos Anime que Fãs Já Não Aguentam Ver

por Usagi Wright
5 tipos anime que fãs já não aguentam ver

Os cenários abaixo apresentados são conhecidos por estarem enraizados no anime e darem sempre bons resultados. Contudo, os entrevistados desta pesquisa estão cansados destas tradições e desejam temas diferentes na animação japonesa.

A animação japonesa é famosa por se dedicar mais ativamente na captação da atenção de adolescentes e jovens adultos, ao contrário do ocidente. Dito isto, o anime ainda é, inegavelmente, um meio de entretenimento para jovens.

 

5 Tipos Anime que Fãs Já Não Aguentam Ver

 

Por cauda disso, quando certas temáticas atingem um recorde de audiências com os telespetadores, é normal que dezenas de animes similares comecem a aparecer, aumentando o risco de saturar o mercado com conteúdo semelhante. Porém, muitos produtores estão a apostar que um grande número de fãs “fugiu” para temas não relacionados com a animação japonesa, quando o sentimento de repetição os atingiu.

Deste modo, o pensamento das empresas é o de seguir a mesma corrente e obter dinheiro com métodos mais seguros e confiáveis.

 

5 Tipos Anime que Fãs Já Não Aguentam Ver

 

Por outras palavras, se vocês andarem muito tempo pelo mundo do anime, rapidamente começam a observar padrões idênticos. O Portal de Internet para Estudantes “My Navi Gakusei no Madoguchi” consultou recentemente 269 estudantes universitários (129 homens e 140 mulheres) que vêem regularmente animação japonesa ou lêem mangas. O site questionou então:

“Quais os cenários de Anime e Manga que vocês estão cansados de ver?”

 

A resposta encontra-se a seguir.

 

5 Tipos Anime que Fãs Já Não Aguentam Ver

#1 – Troca de Corpos

5 tipos anime que fãs já não aguentam ver

Kokoro Connect

 

Esta foi realmente uma escolha surpreendente. Existem algumas séries acima da média como Tetsuwan Birdy e Kokoro Connect que envolvem troca de corpos, e para não falar que faz parte da premissa do mais recente sucesso “Your Name“, porém alguns espetadores não consideram este tipo de ideia a melhor forma de desenvolver uma boa história. No entanto, os entrevistados afirmaram que já viram demasiadas obras que se enquadram nesta categoria.

Uma mulher descreveu o género como “Tu sabes o que vai acontecer” e aparentemente não tem vontade de ver mais um anime onde duas almas aprendem a apreciar as diferenças umas das outras, através da custódia conjunta do corpo.

 

#2 – Viagem no Tempo

5 Tipos Anime que Fãs Já Não Aguentam Ver

Steins;Gate

 

As séries que fazem uso da “Viagem no Tempo” estão em todo o lado, como por exemplo, Re:Zero, Steins;GatePuella Madoka Magica. “Há uma semelhança surpreendente em animes sobre viagem no tempo“, declarou uma entrevistada, e ela pode ter razão num ponto: as histórias nesta categoria quase sempre acabam por canalizar a narrativa numa tentativa, de última hora, de evitar um futuro indesejado.

 

#3 – Harems

5 tipos anime que fãs já não aguentam ver

Nisekoi

 

Eles são praticamente todos iguais“, lamentou um entrevistado, um problema que é exacerbado pelo padrão atual de 13 episódios. O anime apresenta o personagem principal, adiciona potenciais parceiros românticos, cerca de um personagem por episódio, através de encontros fofos ou sexys e quando o harém está “abastecido”, não existe muito tempo para que algo de importante aconteça antes do final.

 

#4 – Histórias de Mundos Alternativos

5 Tipos Anime que Fãs Já Não Aguentam Ver

Kono Subarashii Sekai ni Shukufuku wo!

 

Transportar o protagonista do nosso mundo para uma dimensão paralela, onde uma grande aventura o espera, é uma maneira rápida e fácil de construir uma tensão misteriosa e interessante… mas também é uma tática que os escritores têm feito uso, pelo menos desde 1983, com a obra Aura Battler Dunbine.

Eles [os animes] são aborrecidos, já que se sabe o que vai acontecer a seguir“, resmungou um entrevistado. Outro foi mais específico e argumentou que “Eventualmente algum ser divino faz uma aparição e isso simplesmente estraga a diversão“.

 

#5 – Ressuscitar Personagens Mortos

5 Tipos Anime que Fãs Já Não Aguentam Ver

Dragon Ball

 

Para um meio em que é extremamente normal retratar a violência, os produtores de anime ficam relutantes em deixar as suas estrelas desaparecerem. “Vocês sabem que eles não estão realmente mortos“, disse um entrevistado.

Na era do anime moderno, onde a receita gerada a partir de merchandise de personagens é um meio muito importante para a vitalidade das empresas, matar um personagem importante é, muitas das vezes, um movimento de empobrecimento, ainda que a narrativa seja interessante. Ressuscitar heróis e heroínas não é exclusivo das séries mais recentes; se formos a lembrar dos animes dos anos 90, vemos que os personagens principais de Dragon Ball, Sailor Moon ou Fushigi Yuugi conseguiram escapar da morte, como se de uma simples constipação se tratasse.

Ainda assim, tal não muda o facto de vários participantes da pesquisa desejarem que alguns personagens, e padrões de narração, morram de uma vez.

 

E vocês, que estilos de anime já não aguentam ver mais?

 

Sugestões:


Top Animes Impossível Ver Sem Chorar | Charapedia

Top 20 Personagens Mais Atraentes | Anime 2016

Top 20 Traps Masculinos de Anime | Japão


 

Fonte: Rocket News 24

 

2 comentários

Também deverás gostar de

2 comentários

Leandro Santos 10 Fevereiro, 2017 - 13:11

Isto é o reflexo da já debatida questão da saturação de animes.. Esta sim, devia ser das principais prioridades da indústria.

Eu estou cansado de mundos alternativos, vida escolar sem interesse.
Falta mais animes noir, de acção com qualidade, etc. Mas falta essencialmente Boas histórias e de preferência com 13 episódios para que não andem a encher chouriços.
Um ponto que é colocado em todos estes parágrafos do artigo é a previsibilidade, e concordo em absoluto, é um problema crónico saber que ninguém morre, que apesar do aparato as consequências d determinada acção n são muito sérias.. Etc

Responder
Cátia Coelho 14 Fevereiro, 2017 - 22:54

Olá Leandro,

O pior disto tudo, é que as produtoras de anime querem criar algo que dê dinheiro e não algo que seja inovador e criativo – se tal significar perda de euros.

A “igualização” dos temas de anime fazem com que as pessoas fujam para outras indústrias ou que vejam menos séries de animação japonesa… Mas isto só a longo curso irá ter impacto nas produtoras, então por enquanto parece-me que se vão deixar andar.

Responder

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.