Fate Zero 2 – Episódio 14

por Renato Sousa
Anime Fate Zero

The Bloody Battle of Mion River

Depois de uma longa paragem, Fate/Zero está de volta para nos contar o resto da história, através desta segunda temporada. Este primeiro episódio trouxe-nos diálogos bastante interessantes, com Tokiomi sempre presente, e também muita ação com vários Servants em destaque. É caso para dizer que Fate/Zero voltou em grande! Vamos então aos detalhes.

 

Galeria de Imagens: Fate Zero 2 – Episódio 14

 

 

Com a exaltação de Caster a fechar a primeira season de Fate/Zero, agora é hora de Saber, Lancer e Rider combaterem a criatura. No entanto, estes não conseguem grandes progressos. Tudo por causa do grande poder de regeneração que o monstro tem. Quem se delicia com tudo isto é Ryuunosuke.

Mas não são apenas estes os Servants presentes no local. Também por lá se encontra Archer e o seu Master, Tokiomi. Oi? Eu disse Master? Não é bem a palavra adequada para esta relação. Isto porque este episódio nos mostra algo nunca antes visto. Tokiomi a prostrar-se diante de Archer, algo que nunca o vimos fazer perante ninguém. Este membro da família Tosaka sempre deu um ar de ser o todo poderoso da história. Aquele a quem ninguém se sobrepõe. Pois bem, hoje tal noção foi quebrada.

Numa das cenas seguintes, recebemos aquilo a que podemos chamar de justificação para o que aconteceu na conversa anterior. Com a chegada de Berserker e de Kariya ao local, o episódio divide-se entre o duelo Archer vs Berserker e a conversa entre Tokiomi e Kariya, que mais tarde vira combate.

No primeiro duelo, Archer faz uso dos seus poderes para mostrar o porquê de ser chamado “Rei dos Heróis”, o que desde logo nos faz perceber o rebaixar de Tokiomi perante o seu Servant. Este combate traz aqueles efeitos especiais espetaculares a que Fate/Zero nos habituou. Um combate aéreo, cujo equilíbrio entre as forças será provavelmente quebrado pelos Masters.

Com os pés em terra firme, Kariya questiona Tokiomi sobre Sakura, a filha que o Tosaka abandonou e que ficou aos cuidados do Master de Berserker. Neste segundo diálogo, Tokiomi assume uma atitude de tranquilidade e de relaxamento. A sua confiança perante o adversário que tem à sua frente é tão grande que este vai lhe contar a história de toda a sua família. Mais concretamente, daquilo que se passou com Rin e Sakura e as escolhas que fez como pai e membro dos Tosaka. Inconformado com as justificações apresentadas, Kariya “vira-se” ao pai da sua tão querida Sakura. O resultado deste embate não é conhecido neste episódio, mas tudo aponta para a vitória de Tokiomi. Por perto estava Kirei, que ouviu toda a conversa e optou por não intervir na luta, daí a minha dedução anterior.

Um dos destaques nesta nova temporada é o aparecimento das “pessoas normais”. Até agora, sempre andamos focados nas personagens principais. Porém, com o monstro que Caster chamou através dos seus feitiços, seria de estranhar se “figurantes” não aparecessem perante aquele estranho acontecimento, naquela zona habitada do planeta. A produção teve o cuidado de exibir este pormenor para não criar logo ali uma lacuna e o resultado foi positivo. Inclusive com um duelo entre a criatura convocada por Caster e os vários pilotos que andavam a investigar o território. Foi outro momento com grandes efeitos especiais.

A fechar temos o aparecimento de mais um Master. Kiritsugu! Esta personagem e a sua assistente, Maiya, passaram completamente despercebidos durante todo o episódio até que o Master de Saber decidiu balear Ryuunosuke. Este, por seu lado, não entrou em agonia nem começou a gritar que nem um tolinho. Apreciou sim o sangue a escorrer pelo seu próprio corpo. Um comportamento que não surpreende de todo, depois de tudo o que vimos esta personagem fazer ao longo da primeira série.

Ainda falando de Kiritsugu, assistimos a uma conversa entre este e Maiya depois de Ryuunosuke levar o golpe final. Um diálogo que foi importante para percebermos as potencialidades de Caster e da sua criatura, mesmo com o seu Master já morto. Parece que só mesmo com vários Servants a atacarem ao mesmo tempo é que a criatura será destruída. Enquanto ouvimos esta troca de palavras podemos desfrutar de excelentes imagens que focam as várias personagens.

Fate/Zero regressou assim aos ecrãs em grande forma, e já com uma perda bastante importante. Sem Ryuunosuke, veremos o que acontecerá com Caster, e que estratégias vão adotar a partir de agora os seis Masters que ainda estão na luta pelo Cálice Sagrado.

 

0 comentário


Também deverás gostar de

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.