Diabolik Lovers | Análise

Título: Diabolik Lovers
Adaptação: Visual Novel
Estúdio: Zexcs
Temporada: Outono 2013
Demografia | Género: Shoujo | Harem, Vida Escolar, Vampiros

 

Entre as produções de maior sucesso no público feminino está “Diabolik Lovers“, uma saga de jogos do tipo Visual Novel desenvolvida pela Rejet. O primeiro jogo, “Diabolik Lovers – Haunted Dark Bridal“, estreado a 11 de outubro de 2012, foi adaptado para anime pela ZEXCS.

 

Diabolik Lovers | A História

Yui Komori é uma doce e tranquila adolescente de 17 anos. Por motivos de trabalho, o pai da nossa protagonista, um padre, envia-a para uma mansão com a desculpa que a mesma era de um amigo de família. Na sórdida mansão, Yui encontra seis belos rapazes, que na realidade são vampiros filhos de mães diferentes, e com um passado manchado por sangrentas tragédias. A albina passa a ser o objeto de diversão e alimento dos jovens vampiros. Como uma presa entre seis predadores, Yui vê-se perdida e dividida entre fugir daquela casa e descobrir mais sobre o seu passado e sua estranha ligação com Cordelia.

 

 

Diabolik Lovers | Ambiente e Enredo

Sem dúvida uma série de elevada qualidade técnica e de imagem. “Diabolik Lovers” marca pela positiva desde o seu opening até à construção de todo o misterioso enredo. Com paisagens e cenários escuros e doentios, esta série remonta-nos a um ambiente hostil, destrutivo e perigoso. O uso de tons vermelhos e negros, bem como a frieza da mansão, são claramente percetíveis e, juntamente a uma banda sonora adequada, conseguem extrapolar o espetador para o ambiente em questão.

Um aspeto digno de relevo mas pela negativa é a personalidade frágil e pouco carismática de protagonista. Komori inicia a série como inocente, frágil e ingénua, não obstante, com o desenrolar da história presenciamos a sua confusão e incapacidade de reagir às diferentes situações que lhe são apresentadas, acabando, muitas das vezes, por tomar decisões não muito inteligentes e, atrevo-me dizer, sem sentido algum.

É de notar que é uma obra que tem como base um jogo do género Visual Novel, e como tal, o seu objetivo principal é a interação da protagonista com os seis irmãos ao mesmo tempo que desvenda os vários enigmas colocados ao longo dos 12 episódios. A produção foi extremamente bem conseguida em termos de enredo, conseguindo expor os vários mistérios que envolvem as mais variadas personagens, desde a verdadeira identidade de Yui, como o passado dos seis irmãos e a vida e morte da enigmática Cordelia. Partindo destes fatores conseguiram tornar uma, à partida, simples história de vampiros, num anime cheio de suspense, horror e até de algum erotismo.

 

 

Diabolik Lovers | As Personagens

Yui Komori é uma jovem estudante de pequena estatura, cabelos e pele muito brancos de quem pouco se sabe. Filha de um padre, é forçada a viver numa mansão com seis irmãos totalmente desconhecidos. Os jovens vampiros, não acostumados a estar em contacto com uma humana tão à sua mercê e completamente loucos pelo seu sangue, decidiram que esta seria sua. Apesar de tentar fugir, a albina acaba por aceitar viver na mansão por falta de outras opções.

Shu Sakamaki é o mais velho dos irmãos e como tal rege a mansão. Sakamaki foi o único com conhecimento prévio da chegada de Yui. É filho de Beatrix e pouco se sabe sobre o seu passado. Ao longo da série Shu encontra-se sempre com headphones no ouvido e a dormir. Parece nem ligar à estadia da nova inquilina.

Reiji Sakamaki é o segundo filho de Beatrix. Apresenta uma postura formal e rígida, é o único que procura saber o porquê da albina aparecer em sua casa. Ainda que não seja o mestre da casa, a sua organização é dirigida pelo mesmo, assumindo muitas vezes o papel de irmão mais velho.

Raito Sakamaki é o terceiro irmão e filho de Cordelia. É extremamente pervertido com tendência ao sado-masoquismo. Adora se divertir com o desespero de Yui, a sua “bitch-chan”.

Kanato Sakamaki, de aparência infantil e doentia, é o mais estranho dos irmãos. Anda sempre acompanhado com um urso de peluche: Teddy. Adora doces e bonecas, considerando-as o ápice da perfeição, o que traduz em cenários um pouco macabros. É igualmente filho de Cordelia, juntamente com Ayato Sakamaki.

Ayato Sakamaki é o primeiro dos irmãos a surgir na série. Extremamente possessivo, o rapaz proclama Yui como sua. Pode se considerar o personagem masculino principal, quer pela sua relação com a albina, bem como pelas suas ações imprevisíveis.

Subaru Sakamaki, mais novo e filho único de Christa, encontra-se geralmente sozinho e não se preocupa muito com o que se passa à sua volta. Embora aparente ser delinquente é o mais simpático dos irmãos, ou o menos sádico.

 

 

Diabolik Lovers | Juízo Final

Apesar de não familiarizada com o jogo, acho que a criação de um ambiente envolvido em mistério, terror e sensualidade foi muito bem conseguido. Em oposição aos típicos shoujos, neste, os seis possíveis romances da nossa protagonista não têm qualquer interesse romântico em relação à mesma, visto que os seus desejos remontam-se em usar Yui como alimento ou tratá-la como objeto sexual, algo que ficou bem assente desde o primeiro episódio por parte de Ayato, Raito e Kanato. Apesar da forma predadora dos vários elementos da família, outros parecem menos ameaçadores, tal como Reiji, Shu e Subaru, o que resulta em alguns acontecimentos inesperados ao longo da história.

Esta produção, sem dúvida, marca pela diferença no seu género: Yui não é tratada como algo valioso ou que mereça ser cuidado, podemos até considerá-la um pouco masoquista, ou talvez seja simplesmente fruto da sua bondade e incapacidade de ver o mal nas pessoas, a verdade é que mesmo tendo a oportunidade de escapar a albina permanece na mansão à mercê dos caprichos sexuais e sanguinários dos irmãos.

O caráter sexual de algumas cenas bem como o término precoce de alguns acontecimentos, poderão servir de gatilhos de especulação sobre uma nova temporada. Finais em aberto são uma constante neste anime que aguça a curiosidade dos espetadores, maioritariamente femininos.

O público alvo é explícito desde o primeiro episódio, é um anime para raparigas ou fãs do género, estando fortemente ligado à sua versão Visual Novel, o que torna restrita a sua abrangência. No entanto, tal facto o torna uma obra prima para os apreciadores deste tipo de romance.

 

 


Queres ler mais sobre a franquia?

Diabolik Lovers 2 – More, Blood | Primeiras Impressões

Diabolik Lovers More Blood | Análise

Diabolik Lovers OVA | Análise

Ficha Técnica Diabolik Lovers 2 – More,Blood

Diabolik Lovers

 

Artigos Relacionados

Higurashi no Naku Koro ni Gou Episódio 5 – Opinião

Yuri on Ice – Filme Anime transmite Teaser | Actualização da Produção

I’m Standing on a Million Lives Episódio 5 – Opinião